SÃO NESTE MOMENTO :

Outubro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

ARQUIVO

PESQUISAR NO BLOG:

 

POST RECENTES

Furacão "Sandy" em Outubr...

Documentário de Jorge Cos...

António Ramalho Eanes num...

As notas de 100 escudos f...

Em 1900 John Elfrech Watk...

Banca: Fundo de Garantia ...

Professor Marcelo: "Gréci...

Grécia - Desta Decisão......

É o Goldman Sachs que man...

A verdade acerca da econo...

Análise/"Rentrée" polític...

Cimeira de Líderes da Zon...

Mafra / Festival do Pão /...

Morreu esta tarde Maria J...

Governo: Novos Ministros ...

Legislativas 2011

Criar geradores de energi...

Bloco de Partos do Dona E...

Arte e paixão estimulam a...

13 de Maio: Peregrinos vi...

Terramoto: Romanos faltam...

Pensamentos - Comportamen...

Osama Bin Laden - Acção m...

RTP regista momentos alto...

Lisboa - Violento tempor...

Os riscos que correm as s...

81ª Feira do livro de Lis...

Imprensa - As Escolhas de...

Economistas denunciam agê...

“Movimento 12 de Março – ...

“New York Times” alerta s...

Como ter Sucesso? Durma m...

Pedro Lino - Mercado Glob...

Comissão Permanente da As...

Fundação Champalimaud abe...

E depois da demissão? fin...

Crise portuguesa / Consel...

Próximo governo terá pela...

Prémio Mérito e Excelênci...

Amadora EMPREENDE - Proje...

Novos sinais de trânsito ...

Tóquio pede ajuda à Agênc...

"Geração à rasca" quer tr...

"Geração à rasca" no Face...

Imprensa - As escolhas de...

Portugal - Medidas de aus...

Geração à Rasca Manifesta...

Portugal - novas medidas ...

Imprensa - As Escolhas de...

Tsunamis - como se formam...

LINKS

PESQUISAR NO BLOG:

 

Outubro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

O MUNDO É PEQUENO

Bem Vindo a este Espaço :-)

Domingo, 25 de Abril de 2010

25 de Abril

 

25 de Abril

 

 

Em 2009 fiz uma pequena pesquisa sobre o que aconteceu durante o dia 25 de Abril de 1974, visto que se trata de um marco na história de Portugal.

 

Seleccionei alguns elementos que se podem visualizar no arquivo - Abril 2009.

 


A pedido de alguns amigos do

 

"Auxiliar de Memória de Acontecimentos do Mundo onde Vivemos"

 

 

estão aqui mais reunidos os "posts" relacionados

com o tema

que publiquei no dia 25 de Abril de 2009.

 

Bomsensoamiguinhos

 


 

SÁBADO, 25 DE ABRIL DE 2009


 

O 25 de Abril

 


♦♦♦

 

Arquivo: 25 de Abril de 2009

 

Portugal - Lisboa - 1974


O 25 de Abril - 00:20 e 11:50



Senha 2 da Revolução de 25 de Abril de 1974

 

00:20
A Rádio Renascença transmite a canção "Grândola, Vila Morena",

de José Afonso, segundo sinal do MFA,

para que os militares dessem início às operações previstas.

Grândola, Vila Morena, José Afonso, 1971
Zeca Afonso

 

 

 

Grândola Vila Morena
Zeca Afonso

Grândola, vila morena
Terra da fraternidade
O povo é quem mais ordena
Dentro de ti, ó cidade

Dentro de ti, ó cidade
O povo é quem mais ordena
Terra da fraternidade
Grândola, vila morena

Em cada esquina um amigo
Em cada rosto igualdade
Grândola, vila morena
Terra da fraternidade

Terra da fraternidade
Grândola, vila morena
Em cada rosto igualdade
O povo é quem mais ordena

À sombra d'uma azinheira
Que já não sabia a idade
Jurei ter por companheira
Grândola a tua vontade

Grândola a tua vontade
Jurei ter por companheira
À sombra duma azinheira
Que já não sabia a idade

 

⇔ ⇔ ⇔

 

 

El cantautor español Miguel Ángel Gómez Naharro realiza una versión de esta obra de José Afonso que en Portugal el 25 de abril de 1974, dio la señal para iniciar la Revolución de los claveles que a su vez propició la llegada de la democracia.

 

♦ ♦ ♦

 

03:10


Principais movimentações das forças do MFA:

  • Quartel General da Região Militar de Lisboa, ocupado por uma companhia do BC 5;
  • Rádio Clube Português (RCP), defendida por outra companhia do BC 5 e ocupada pelo 10º Grupo de Comandos;
  • Rádio Televisão Portuguesa (RTP), estúdios do Lumiar ocupados pela EPAM;
  • Emissora Nacional, estúdios ocupados pelo CTSC;
  • Posicionamento de uma bateria da EPA em Almada;
  • A EPC dirige-se ao Terreiro do Paço;
  • EPI sai para ocupar o Aeroporto de Lisboa;
  • Companhias de Caçadores ocupam as antenas do RCP;
  • 5º Grupo de Comandos sai de Tomar para intervir no RC 7;
  • Força do RI 14 junta-se à da Figueira da Foz;
  • Sai uma força da EPE de Tancos;
  • O CIOE vai ocupar a sede da PIDE/DGS no Porto.


04:00


O BC 5 garante a segurança da residência do General Spínola.


04:20


O Rádio Clube Português transmite o primeiro comunicado do MFA. O Aeroporto de Lisboa é ocupado pela EPI.

 

Transmissão do primeiro comunicado do MFA emitido às 04:20 pelo Posto de Comando

 

Comunicado do MFA do dia 25 de Abril de 1974 às 04:20h

 

"Aqui Posto de Comando do Movimento das Forças Armadas.


As Forças Armadas Portuguesas apelam para todos os habitantes da cidade de Lisboa no sentido de recolherem a suas casas, nas quais se devem conservar com a máxima calma.

 

Esperamos sinceramente que a gravidade da hora que vivemos não seja tristemente assinalada por qualquer acidente pessoal para o que apelamos para o bom senso dos comandos das forças militarizadas no sentido de serem evitados quaisquer confrontos com as Forças Armadas.

 

Tal confronto, além de desnecessário, só poderá conduzir a sérios prejuízos individuais que enlutariam e criariam divisões entre os portugueses, o que há que evitar a todo o custo."

 

Não obstante a expressa preocupação de não fazer correr a mínima gota de sangue de qualquer português, apelamos para o espírito cívico e profissional da classe médica, esperando a sua acorrência aos hospitais, a fim de prestar a sua eventual colaboração que se deseja, sinceramente, desnecessária. "


04:45


Transmissão do segundo comunicado do MFA.

 

Comunicado do MFA do dia 25 de Abril de 1974 às 04:45h

 

"Aqui Posto de Comando do Movimento das Forças Armadas.


A todos os elementos das forças militarizadas e policiais o comando do Movimento das Forças Armadas aconselha a máxima prudência, a fim de serem evitados quaisquer recontros perigosos.


Não há intenção deliberada de fazer correr sangue desnecessariamente, mas tal acontecerá caso alguma provocação se venha a verificar.


Apelamos para que regressem imediatamente aos seus quartéis, aguardando as ordens que lhes serão dadas pelo Movimento das Forças Armadas.


Serão severamente responsabilizados todos os comandos que tentarem, por qualquer forma, conduzir os seus subordinados à luta com as Forças Armadas.

www.cm-odivelas.pt/Extras/MFA/cronologia.asp

05:15


O Aeródromo de Tires é ocupado é ocupado pelo CIAAC. Transmissão do terceiro comunicado do MFA.

 

 

Comunicado do MFA do dia 25 de Abril de 1974 às 05:15h

 

Aqui Posto de Comando do Movimento das Forças Armadas.


Atenção elementos das forças militarizadas e policiais. Uma vez que as Força Armadas decidiram tomar a seu cargo a presente situação, será considerado delito grave qualquer oposição das forças militarizadas e policiais às unidades militares que cercam a cidade de Lisboa.


A não obediência a este aviso poderá provocar um inútil derramamento de sangue cuja responsabilidade lhes será inteiramente atribuída.


Deverão, por conseguinte, conservar-se dentro dos seus quartéis até receberem ordens do Movimento das Forças Armadas.


Os comandos das forças militarizadas e policiais serão severamente responsabilizados caso incitem os seus subordinados à luta armada.

 


05:45


A Escola Prática de Cavalaria ocupa o Terreiro do Paço. Transmissão do quarto comunicado do MFA.

 

 

O Terreiro do Paço ocupado no final da madrugada do dia 25 de Abril.

 

O dispositivo militar ocupa o Terreiro do Paço no final da madrugada do dia 25 de Abril de 1974.

Foto: Alfredo Cunha
Legenda: Adelino Gomes, O dia 25 de Abril de 1974, 76 Fotografias e Um Retrato

 

 

 

As tropas de oposição ao governo ocupam o Terreiro do Paço no final da madrugada do dia 25 de Abril.

 

O dispositivo militar ocupa o Terreiro do Paço no final da madrugada do dia 25 de Abril de 1974.

Foto: Alfredo Cunha
Legenda: Adelino Gomes, O dia 25 de Abril de 1974, 76 Fotografias e Um Retrato

 

 

www.cm-odivelas.pt/Extras/MFA/cronologia.asp

 

06:00


A EPC cerca os ministérios, a Câmara Municipal de Lisboa, os acessos ao Governo Civil, o Banco de Portugal e a Rádio Marconi.

 

 

O Tenente de Inf. Nelson dos Santos, em frente ao Ministério do Exército, no Terreiro do Paço, aguarda com outros oficiais, para proceder à prisão das altas individualidades militares.

 

O Tenente de Infantaria Nelson dos Santos, em frente ao Ministério do Exército, no Terreiro do Paço, aguarda com outros oficiais, para proceder à prisão das altas individualidades militares.

 

Foto: Alfredo Cunha
Legenda: Adelino Gomes, O dia 25 de Abril de 1974, 76 Fotografias e Um Retrato


06:30


Chegada ao Terreiro do Paço de um pelotão do Regimento de Cavalaria 7, fiel ao Governo, comandado pelo Alferes Miliciano David e Silva que, após conversações, se coloca às ordens do MFA.

 


06:45


O Posto de Comando toma conhecimento de que Marcelo Caetano, Presidente do Conselho de Ministros, está no Quartel do Carmo.

 

Marcelo Caetano

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fotografia de Marcelo Caetano

 

 

07:00


O Agrupamento do Norte dirige-se ao Forte de Peniche, prisão da PIDE/DGS.

 

O RAP 2 toma posição junto à ponte da Arrábida e a EPA junto ao Cristo Rei, em Almada.

 

No Terreiro do Paço, oficiais da Polícia Militar e o Capitão Maltez da PSP, põem-se às ordens de Salgueiro Maia após conversações.

 

 

Os instruendos da Escola Prática de Cavalaria utilizam as carrinhas da PSP como protecção, ainda no Terreiro do Paço.

 

Os instruendos da Escola Prática de Cavalaria utilizam as carrinhas da PSP como protecção, ainda no Terreiro do Paço.

Foto: Alfredo Cunha
Legenda: Adelino Gomes, O dia 25 de Abril de 1974, 76 Fotografias e Um Retrato

 

Capitão Salgueiro Maia, Tavares de Almeida e o Alferes Miliciano Maia Loureiro mandam descongestionar o trânsito no Terreiro do Paço, aos guardas da PSP, que entretanto se puseram à disposição da Escola Prática de Cavalaria.

 

Cap. Salgueiro Maia (ao centro), Tavares de Almeida (direita) e o Alferes Miliciano Maia Loureiro (esquerda) mandam descongestionar o trânsito, no Terreiro do Paço, aos guardas da PSP, que entretanto se puseram à disposição da Escola Prática de Cavalaria.

Foto: Alfredo Cunha
Legenda: Adelino Gomes, O dia 25 de Abril de 1974, 76 Fotografias e Um Retrato


07:30


Transmissão de outro comunicado do MFA.

Chegada à Ribeira das Naus de nova força do RC 7, comandada pelo Tenente-Coronel Ferrand de Almeida.

 

Comunicado do MFA do dia 25 de Abril de 1974 às 07:30h

 

Aqui Posto de Comando do Movimento das Forças Armadas.


Conforme tem sido transmitido, as Forças Armadas desencadearam na madrugada de hoje uma série de acções com vista à libertação do País do regime que há longo tempo o domina.


Nos seus comunicados as Forças Armadas têm apelado para a não intervenção das forças policiais com o objectivo de se evitar derramamento de sangue. Embora este desejo se mantenha firme, não se hesitará em responder decidida e implacavelmente a qualquer oposição que se venha a manifestar.


Consciente de que interpreta os verdadeiros sentimentos da Nação, o Movimento das Forças Armadas prosseguirá na sua acção libertadora e pede à população que se mantenha calma e que se recolha às suas residências.


No momento presente encontram-se já dominados e ocupados os seguintes objectivos:


- Rádio Marconi
- Rádio Clube Português
- Emissora Nacional
- Radiotelevisão Portuguesa
- Banco de Portugal
- Quartel General do Porto
- Aeroporto da Portela
- Terreiro do Paço
- Quartel General de Lisboa


As tropas prosseguem decididamente no desempenho das missões que lhes foram atribuídas.


Viva Portugal!

 

Ao largo da praça do Município instruendos da EPC, pertencentes ao 5.º pelotão de atiradores esperam, as forças leais ao Governo.

 

Na zona da praça do Município instruendos da Escola Prática de Cavalaria, pertencentes ao 5º pelotão de atiradores esperam, de armas na mão, as forças leais ao Governo.

Foto: Alfredo Cunha
Legenda: Adelino Gomes, O dia 25 de Abril de 1974, 76 Fotografias e Um Retrato

 

 

Na praça do Município instruendos da EPC, pertencentes ao 5.º pelotão de atiradores esperam, de armas na mão, as forças leais ao Governo.

 

Na zona da praça do Município instruendos da Escola Prática de Cavalaria, pertencentes ao 5º pelotão de atiradores esperam, de armas na mão, as forças leais ao Governo.

Foto: Alfredo Cunha
Legenda: Adelino Gomes, O dia 25 de Abril de 1974, 76 Fotografias e Um Retrato

 


08:00


Uma força do Regimento de Lanceiros 2, contrária ao MFA, toma posição na Ribeira das Naus, em Lisboa. Prisão do Tenente-Coronel Ferrand de Almeida por Salgueiro Maia.

 

 

Ferrand de Almeida, Salgueiro Maia e o seu adjunto Assunção, são os protagonistas dos primeiros momentos de tensão, quando forças fiéis ao governo, progrediram do Cais do Sodré em direcção aos blindados da EPC.

 

Tenente-Coronel Ferrand de Almeida, Capitão Salgueiro Maia e o seu adjunto Tenente Assunção (primeiro, segundo e terceiro a contar da direita), são os protagonistas dos primeiros momentos de tensão, quando forças do RC-7, fiéis ao governo, progrediram do Cais do Sodré em direcção aos blindados da Escola Prática de Cavalaria.

Foto: Alfredo Cunha
Legenda: Adelino Gomes, O dia 25 de Abril de 1974, 76 Fotografias e Um Retrato

 


08:30


Uma força da PSP chega ao Terreiro do Paço, mas nem tenta entrar em confronto com as tropas de Salgueiro Maia.

 

 

Capitão Salgueiro Maia, Tavares de Almeida e o Alferes Miliciano Maia Loureiro mandam descongestionar o trânsito no Terreiro do Paço, aos guardas da PSP, que entretanto se puseram à disposição da Escola Prática de Cavalaria.

 

09:00
A fragata "Gago Coutinho" - que integrava as forças da NATO em exercícios – toma posição frente ao Terreiro do Paço, recebendo ordens para disparar sobre as tropas de Maia, mas não chega a fazê-lo.

 

O dispositivo militar ocupa o Terreiro do Paço na madrugada do dia 25 de Abril e surpreende-se com a presença dos navios da Nato que já deviam ter-se feito ao largo para partirem no exercício "Dawn Patrol".

 

O dispositivo militar ocupa o Terreiro do Paço no final da madrugada do dia 25 de Abril de 1974 e surpreende-se com a presença dos navios da Nato que já deviam ter-se feito ao largo para partirem no exercício "Dawn Patrol".

Foto: Alfredo Cunha
Legenda: Adelino Gomes, O dia 25 de Abril de 1974, 76 Fotografias e Um Retrato


09:30


Os ministros da Defesa, da Informação e Turismo, do Exército e da Marinha, o Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas, o Governador Militar de Lisboa, o sub-secretário de Estado do Exército e o Almirante Henrique Tenreiro fogem por um buraco que abriram na parede do ministério do Exército e dirigem-se para o Regimento de Lanceiros 2, onde instalaram o Posto de Comando das forças leais ao Governo.

 

Buraco aberto na parede do ministério do Exército por onde fugiram vários ministros e o chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas, dirigindo-se para Posto de Comando das forças leais ao Governo.

 

Buraco aberto na parede do ministério do Exército por onde fugiram vários ministros e o chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas, dirigindo-se para Posto de Comando das forças leais ao Governo.

Foto: Alfredo Cunha

 

09:35


Forças leais ao Governo, comandadas pelo Brigadeiro Junqueira dos Reis, chegam ao Terreiro do Paço.


10:00


Na Ribeira das Naus, o Alferes Miliciano Fernando Sottomayor, do RC 7, não obedece às ordens do Brigadeiro Junqueira dos Reis para disparar sobre Salgueiro Maia e as suas tropas, o que leva o Brigadeiro a dar ordem de prisão a Sottomayor e a ordenar aos soldados que disparassem. Tendo-se estes recusado também a disparar, Junqueira dos Reis dispara dois tiros para o ar, abandona o local e dirige-se para a rua do Arsenal.

 

Na Rua do Arsenal, tanques da Escola Prática de Cavalaria barram o caminho às forças fiéis ao Governo. Salgueiro Maia regressa ao Terreiro do Paço e em cima do carro de combate, reconhece-se o Alferes Cardoso, hoje Tenente-Coronel.

 

Na Rua do Arsenal, tanques da Escola Prática de Cavalaria barram o caminho às forças fiéis ao Governo. Salgueiro Maia regressa ao Terreiro do Paço e em cima do carro de combate, reconhece-se o Alferes Cardoso, hoje Tenente-Coronel.

Foto: Alfredo Cunha
Legenda: Adelino Gomes, O dia 25 de Abril de 1974, 76 Fotografias e Um Retrato

 

10:30


Rendição do Major Pato Anselmo, do RC 7 e transmissão de um novo comunicado do MFA.

 

Jaime Neves e Pato Anselmo entre outros, são os protagonistas dos primeiros momentos de tensão, quando forças fiéis ao governo, progrediram do Cais do Sodré em direcção aos blindados da EPC.

 

O Major Jaime Neves (de costas e G3 na mão) e o Major Pato Anselmo (à civil de bota alta) são os protagonistas dos primeiros momentos de tensão, quando forças do RC-7, fiéis ao governo, progrediram do Cais do Sodré em direcção aos blindados da Escola Prática de Cavalaria.

Foto: Alfredo Cunha
Legenda: Adelino Gomes, O dia 25 de Abril de 1974, 76 Fotografias e Um Retrato

 

Comunicado do MFA do dia 25 de Abril de 1974 às 10:30h

 

O Posto de Comando do Movimento das Forças Armadas constata que a população civil não está a respeitar o apelo já efectuado várias vezes para que se mantenha em casa.


Pede-se mais uma vez à população que permaneça nas suas casas a fim de não pôr em perigo a sua própria integridade física.


Em breve será radiodifundido um comunicado esclarecendo o domínio da situação.


10:45


Na Rua do Arsenal, o Brigadeiro Junqueira dos Reis dá ordem de fogo sobre o Tenente Alfredo Assunção, que fora enviado por Salgueiro Maia para negociar com as forças de Junqueira dos Reis. Tendo sido, de novo, desobedecido pelos seus militares, acaba por dar três murros no Tenente Assunção.

 

Na Rua do Arsenal, tanques da Escola Prática de Cavalaria barram o caminho às forças fiéis ao Governo, uma parte recua sob o comando do Brigadeiro Reis e outra passa-se para o lado dos revoltosos.

 

Na Rua do Arsenal, tanques da Escola Prática de Cavalaria barram o caminho às forças fiéis ao Governo. Salgueiro Maia regressa ao Terreiro do Paço e em cima do carro de combate, reconhece-se o Alferes Cardoso, hoje Tenente-Coronel.

Foto: Alfredo Cunha
Legenda: Adelino Gomes, O dia 25 de Abril de 1974, 76 Fotografias e Um Retrato

11:30
O Posto de Comando envia uma coluna militar, comandada pelo Major Jaime Neves, para ocupar a Legião Portuguesa na Penha de França e uma coluna, comandada por Salgueiro Maia, para o Quartel do Carmo, onde se encontravam Marcelo Caetano, Rui Patrício, ministro dos Negócios Estrangeiros e Moreira Baptista, ministro da Informação e Turismo.
Salgueiro Maia comanda as forças da EPC que vão cercar o Quartel da GNR no Largo do Carmo, em Lisboa.

 

Salgueiro Maia atinge o Largo do Carmo. Em segundo plano o Capitão Tavares de Almeida e o Aspirante Laranjeira à civil.

 

Salgueiro Maia atinge o Largo do Carmo. Em segundo plano o Capitão Tavares de Almeida e o Aspirante Laranjeira à civil.

Foto: Alfredo Cunha
Legenda: Adelino Gomes, O dia 25 de Abril de 1974

11:45


O MFA informa o país, através do RCP, que domina a situação de Norte a Sul.

Foi cumprida a missão inicial: ocupar a Baixa de Lisboa.

 

Os instruendos cumpriram a missão inicial: ocupar a Baixa de Lisboa.

Foto: Alfredo Cunha
Legenda: Adelino Gomes, O dia 25 de Abril de 1974

Dono da situação, Salgueiro Maia reorganiza a força, que conta agora com carros de combate pertencentes às unidades até há pouco leais ao governo.

 

Dono da situação, Salgueiro Maia reorganiza a força, que conta agora com carros de combate pertencentes às unidades até há pouco leais ao governo.

Foto: Alfredo Cunha
Legenda: Adelino Gomes, O dia 25 de Abril de 1974, 76 Fotografias e Um Retrato

 

Comunicado do MFA do dia 25 de Abril de 1974 às 11:45h

 

Aqui Posto de Comando do Movimento das Forças Armadas.
Na sequência das acções desencadeadas na madrugada de hoje com o objectivo de salvar o País do regime que há longo tempo oprime, as Forças Armadas informam que, de Norte a Sul, dominam a situação e que em breve chegará a hora da libertação.


Reafirma-se o desejo veemente de evitar derramamento de sangue mas igualmente se reafirma a decisão inabalável de responder decidida e implacavelmente a qualquer oposição que as Forças Militarizadas e Policiais pretendam oferecer.


Recomenda-se, de novo, à população que se mantenha calma e nas suas residências, para evitar incidentes desagradáveis cuja responsabilidade caberá exclusivamente às poucas forças que se opõem ao Movimento.


Ciente de que interpreta fielmente os verdadeiros sentimentos da Nação, o Movimento das Forças Armadas prosseguirá inabalável no cumprimento da missão que a sua consciência de portugueses e militares lhes impôs.


Viva Portugal!

11:50
Os oficiais feitos prisioneiros no Terreiro do Paço são enviados para o Posto de Comando, na Pontinha.

 

 

Continua no "post" seguinte

 

12:00 às 23:30


http://bomsensoamiguinhos.blogs.sapo.pt/125322.html

Publicado por bomsensoamiguinhos às 05:19
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|

Contagem a partir do dia 17 de Dez de 2008

------------------------------

Deixe a Sua Sugestão...Opinião...Mensagem... ! :-)

Bom Senso "É conservar uma Atitude Harmonizada em momentos decisão..., conflito..., possuir a capacidade de evitar a prática de acções ou actos impensados no intuito de posteriormente não se sentir embaraço, arrependimento..." Bomsenso

ENVIE AS SUAS SUGESTÕES: Bomsensoamiguinhos@sapo.pt

GEOGLOBO

PENSAMENTO DO MOMENTO Anilady

Mercados Financeiros: Esp...

Pensamento - Investir na ...

Foi com Surpresa e Enorme...

Bomsenso - Crise Naciona...

O que é a Ética?

Bomsenso - Ética e Mentir...

Bomsenso - GUERRA - GAZA ...

Bomsenso - Dívida Externa...

TAGS

portugal(252)

actualidade(125)

2010(105)

crise(93)

2009(71)

crise económica(66)

pensamento(65)

economia(61)

portugueses(60)

vídeo(54)

cultura(53)

lisboa(52)

história(50)

crise financeira(49)

ciência(48)

2011(46)

videos(44)

portugal-bem(43)

português(43)

presidente da república(43)

conhecer portugal(40)

provérbio(40)

política(38)

actualidade política(37)

citações(37)

pensamentos(37)

cavaco silva(36)

interesse geral(33)

cavaco(31)

viajar cá dentro(31)

património(30)

turismo(30)

saúde(28)

democracia(27)

conhecimento(26)

foto(26)

frases(26)

música(26)

politicos(26)

recessão(26)

viagens(22)

desemprego(21)

estado da nação(21)

europa(21)

frase(21)

tourist(21)

25 de abril(20)

ética(20)

global(20)

investigação(20)

presidente(20)

arte(19)

obama(19)

actualidade económica(18)

fotos(18)

lisbon(18)

poesia(18)

portuguesa(18)

sociedade(18)

conduta(17)

eua(17)

finanças(17)

histórico(17)

neve(17)

poema(17)

porto(17)

portugueses em destaque(17)

revolução(17)

sismo(17)

ue(17)

barack obama(16)

crise politica(16)

frio(16)

cravos(15)

economia real(15)

educação(15)

escritor(15)

história de portugal(15)

movimento(15)

opinião(15)

revolução dos cravos(15)

terramoto(15)

1974(14)

imprensa(14)

militares(14)

photos(14)

poeta(14)

vermelhos(14)

bomsensoamiguinhos(13)

crianças(13)

défice(13)

desconfiança(13)

eleições(13)

forças armadas(13)

mapa(13)

cinema(12)

guerra(12)

museu(12)

otelo saraiva carvalho(12)

photo(12)

todas as tags

PESQUISAR NO BLOG:

 

Visitas desde 17-12-2008

Facebook

Auxiliar Memória Do Mundo

Cria o teu cartão de visita
    follow me on Twitter
    blogs SAPO
    RSS