SÃO NESTE MOMENTO :

Outubro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

ARQUIVO

PESQUISAR NO BLOG:

 

POST RECENTES

Pensamentos - Comportamen...

Fala Futuro 1.0

Ciência e Tecnologia - Va...

18º Concurso de Jovens Ci...

Estudo do cérebro facilit...

Cancro da Mama - Portugue...

Ciência - Ar Livre Melhor...

Descobrir Ciência nas rua...

Porto - Segredos do Céreb...

Violinista operado ao cér...

Cientistas vão hoje tenta...

Asteróide matou os dinoss...

Cientistas alemães negam ...

Nasa admite que terramoto...

Obra de Pedro Nunes está ...

Aprender malabarismo aume...

ARDI - Fóssil de antepass...

Sabia que: Pessoas ficam ...

Cancro - Identificado com...

STRESS - Conclusão de Est...

Ciência - Abelhas esteril...

Ciência - Neurónios - Por...

Ciência - Reparação Cereb...

Gulbenkian - Entrega Prém...

Ciência - Gene relacionad...

O Universo: Viajar no Esp...

Inveja - identificada a á...

Ciência - Biodiversidade ...

Ciência - A maior máquina...

Lisboa - Ciência - A pale...

Ciência - restos fossiliz...

O SISMO DE 1755 CONTADO P...

Lagos: Centro Ciência Viv...

Mar dos Açores: o segredo...

Portugal - Cultura - Calo...

Ciência - técnica de prod...

Ciência - Há metano em Ma...

Pensamento - arte - ciênc...

Ciência - Psicólogo defen...

Ética - Nasceu o primeiro...

Ciência - Portugal -Alga ...

Ciência - Portugal - Desc...

Ciência Polar - Investiga...

Jornal do Brasil - Ciênci...

Portugal - Coimbra -Técno...

Ciência - O Acontecimento...

Portugal - Ciência - Tecn...

Portugal - Ciência

LINKS

PESQUISAR NO BLOG:

 

Outubro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

O MUNDO É PEQUENO

Bem Vindo a este Espaço :-)

Quinta-feira, 5 de Maio de 2011

Pensamentos - Comportamento ético - Charles Chaplin

 

 

Charlie Chaplin

 

“O homem é um animal

com instintos primários de sobrevivência.

  Por isso,

o seu engenho desenvolveu-se primeiro

e a alma depois,

e o progresso da ciência

está bem mais adiantado que

o seu comportamento ético.”

 

 
Charles Chaplin

:
Publicado por bomsensoamiguinhos às 23:59
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 16 de Outubro de 2010

Fala Futuro 1.0

SIC

Falar Global

16-10-2010

10.10.10

 

 

 

 

 

 


10.10.10

Código genético do Falar Global

18:00 Domingo, 10 de Outubro de 2010

Chegámos à data única e irrepetível do "Fala Futuro - 1.0"10.10.10 . Em comemoração do 5º aniversário do Falar Global30 pessoas respondem a 30 questões, sobre uma mesa que sustenta Portugal como um todo.

http://aeiou.expresso.pt/101010-codigo-genetico-do-falar-global=f608325

Falar Futuro é Falar Global

 

10.10.10 , a data única e irrepetível do Fala Futuro 1.0 é inspirada no código binário, combinação de zeros e uns, que faz parte da génese de toda a evolução informática, representando um marco na história da humanidade. Esta é a essência do nosso programa. Antecipar o futurofazer o futuro hojeindicar caminhos nunca revelados e desvendarrostos e projectos desconhecidos. Lançar novos temas de reflexão para a opinião públicaLiderar o debate. Em 5 anos criámos um espaço próprio com a marca Falar Global. Para assinalar o quinto aniversário queremos fazer algo que jamais tenha sido feito em Portugal e que, simultaneamente, seja o código genético deste programa.

 

GIC - O jogo está em marcha, ainda pode ganhar semanalmente iPad´s e iPod´s, inscreva-se!

:
Publicado por bomsensoamiguinhos às 23:30
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 2 de Junho de 2010

Ciência e Tecnologia - Vasco Trigo recebe Prémio "Seeds of Science"

RTP

2010-05-30

17:50:56

Jornalista Vasco Trigo recebe Prémio "Seeds of Science"

 

Vasco Trigo, um especialista da RTP em ciência e tecnologia, acaba de receber o Prémio "Seeds of Science" na área da comunicação - uma distinção atribuída pelo jornal "Ciência Hoje".

:
Publicado por bomsensoamiguinhos às 18:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 1 de Junho de 2010

18º Concurso de Jovens Cientistas e Investigadores - Museu da Electricidade em Lisboa

2010-05-30

Por Susana Lage

(texto e fotos)

Génios do Futuro


18º Concurso de Jovens Cientistas e Investigadores realizou-se no Museu da Electricidade, em Lisboa

O primeiro prémio foi atribuído à Escola Secundária de Lagoa, S. Miguel, Açores (clique para ampliar)

 

Centenas de trabalhos apresentados por alunos de escolas de várias regiões de Portugal chegaram à fase final do concurso promovido pela Fundação da Juventude. As quatro equipas vencedoras, da ilha de S.Miguel, de Odemira e da Covilhã irão representar o país em provas internacionais.

 


 

 

 

Gritos de alegria, abraços e muitas lágrimas. Foi assim que o primeiro prémio do 18º concurso de Jovens Cientistas e Investigadores foi recebido por Carla Raposo, Filipe Amaral e Tiago Costa, da Escola Secundária de Lagoa, S. Miguel, Açores.

“Quando ouvimos a anunciarem que o prémio era para a área de Ciências Médicas, o nosso coração ia saltando da boca. E quando disseram o nome do nosso projecto nem queríamos acreditar que éramos mesmo nós os vencedores. Estamos muito emocionados”,revelam os alunos ao Ciência Hoje. A atribuição da distinção foi decidida na IV Mostra Nacional de Ciência que decorreu sexta-feira e sábado em Lisboa.

O trabalho vencedor consiste no desenvolvimento de um programa de biomonitorização da doença vibroacústica que é causada pela exposição excessiva a ruídos de baixa frequência a que muitos indivíduos estão sujeitos. Afecta principalmente técnicos de aeronáutica, pilotos de aeronaves e assistentes de bordo.

Os efeitos mais comuns manifestam-se no espessamento das estruturas cardíacas. Para analisar os efeitos dos ruídos de baixa frequência no organismo, os jovens investigadores recorreram à espécie Helix aspersa (caracol de jardim) como bioindicador e biomarcador.

Para tal, procederam à amostragem de espécimes de diversos locais da ilha com diferentes características e ruído e analisaram a glândula digestiva de modo a averiguarem a presença ou ausência de efeito. Parece complicado, mas não é. Os autores do projecto explicam ao CH que “a ciência é para todos e desde que haja empenho e gosto consegue-se sempre obter resultados”.

 

O segundo prémio foi entregue a Inês Marques e Kristoffer Hog por Pedro Estácio Marques

 

 

Aos jovens portugueses, deixaram ainda uma mensagem: “Participem, tenham coragem, não pensem que não é possível pois nós nunca imaginámos que poderíamos ganhar e ganhámos”.

Coordenada pela professora Alexandra Medeiros, a equipa da secundária da Lagoa ganhou o direito de representação de Portugal no concurso internacional de Jovens Cientistas. Segundo a docente, também vencedora do Prémio Especial Coordenador pela dedicação no acompanhamento do trabalho, o tema do projecto “não é muito estudado ainda em Portugal, apesar de haver um investigador que tem alguma notoriedade neste campo a nível internacional, o Dr. Nuno Castelo Branco”.

 

O que os alunos pretenderam foi “dar um contributo para a falta de informação que existe. E acho que é esta a principal inovação no trabalho deles, tentar fazer com que se fale cada vez mais sobre uma doença que é grave e que a maior parte das pessoas desconhece”, explica.

Ciência não é para marrões

O segundo prémio do concurso foi atribuído a Inês Marques e Kristoffer Hog, da Escola Secundária Dr. Manuel Candeias Gonçalves, Odemira, pelo projecto “Rochas do Sudoeste – os mistérios escritos na pedra”. “Termos sido escolhidos como o segundo melhor projecto é para nós uma grande honra”, revelam os alunos da área de Ciências da Terra.

 

Ana Noronha entregou o terceiro prémio à equipa da Escola Secundária Dr. Manuel Candeias Gonçalves, Odemira (clique para ampliar)

 

“O nosso trabalho é sobre formações rochosas de arenito em forma de esfera. Trata-se de um projecto diferente e novo, não é a continuação de outros que já existem. É algo que ninguém sabe como se formou, que muito pouca gente sabe que existe e nós agora podemos dar a conhecer”, afirmam.

Apesar das muitas horas, dias, semanas e fins-de-semana dedicados ao trabalho, os autores garantem que “a ciência não é para marrões, a ciência pode ser divertida e desafiante, pois há bastantes mistérios por desvendar e são estes que nos motivam”. Mais acrescentam: “Muita gente diz que a Geologia é chata, mas por detrás de cada pedra há uma história incrível”.

O terceiro e quarto prémios foram atribuídos à equipa da Escola Secundária Dr. Manuel Candeias Gonçalves, Odemira, e à equipa da Escola Secundária Campos Melo, Covilhã, respectivamente. “Anfíbios e Répteis: completar o Atlas para a região de Odemira” foi realizado pelos alunos da área de Biologia, Francisco Silva, João Pereira e Ruben Gonçalinho. O projecto “Hologramas de Transmissão e Módulo de Young” é da autoria de Ana Rocha, André Fernandes e Vitória Esteves, alunos da área de Física.

A título excepcional, este ano foi ainda atribuído o Prémio Especial Ambiente. Os alunos Guilherme Freches, Isabel Rosa e Daniel Proença, da Escola Secundária do Fundão, venceram com o projecto “A história da um aquário auto-suficiente”.

Prémios em dinheiro e viagens

“Na mostra nacional atribuímos 2000 euros ao primeiro prémio, 1500 euros ao segundo, 1000 euros ao terceiro e 500 euros ao quarto. O prémio especial ambiente ganha 1000 euros”, afirma Susana Chaves, coordenadora de projectos da Fundação da Juventude.

 

 

A equipa da Escola Secundária Campos Melo, Covilhã, ficou em quarto lugar (clique para ampliar)

 

Os vencedores terão ainda oportunidade de participar em projectos internacionais. “O primeiro e segundo lugares vão representar Portugal na Final Europeia de Jovens Cientistas e Investigadores. O terceiro lugar vai participar numa semana de investigação sobre animais selvagens que vai decorrer na Suíça, no final de Julho, onde vão mesmo fazer trabalho de campo. E o quarto prémio vai participar numa feira internacional de ciências que vais decorrer nos Estados Unidos da América, em Maio de 2011. Como a qualidade dos projectos era bastante boa decidimos atribuir 13 menções honrosas não pecuniárias”.

Os trabalhos científicos foram avaliados por um júri composto por 12 elementos e presidido por Gaspar Barreira, do Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas de Lisboa. Para além dos indicadores de raciocínio, apresentação e experimentação dos projectos, foi tido em conta o nível educacional de cada concorrente, a criatividade, a originalidade e a clareza.

“Tenho três princípios na vida que não renuncio: estar atento, ser desconfiado e ficar insatisfeito”, afirmou Gaspar Barreira na abertura da cerimónia de entrega de prémios. “Os premiados são aqueles que nos parecem responder a estes princípios. Tratam-se de trabalhos que revelam um olhar estimulante sobre o mundo, trazem algo de novo que não vemos na televisão, nas revistas, nem está na moda das conversas mediáticas”, explicou.

Final Europeia em Portugal

“É muito importante haver jovens interessados em ciência e tecnologia e sobretudo que se habituem a fazer pequenas investigações independentes”, afirma Ana Noronha ao CH.

A directora executiva da Ciência Viva, entidade apoiante do concurso, sublinha, no entanto, que é pena não haver mais comunicação social envolvida e que o acontecimento não seja mais divulgado para se perceber que por detrás das dificuldades económicas que o País, a Europa e o mundo atravessam, existe uma esperança de futuro porque existe uma quantidade de jovens que estão a adquirir formação, conhecimento e interesse por ciência e tecnologia”.

 

Para além dos prémios em dinheiro, os vencedores terão oportunidade de participar em projectos internacionais (clique para ampliar)

 

Em relação à Final Europeia de Jovens Cientistas e Investigadores, que se realiza em Setembro, no Museu da Electricidade, em Lisboa, a responsável considera que “vai ser importante para passar a iniciativa para outro patamar”. Isto é, “quando o concurso europeu se realiza noutro país, só os jovens que foram seleccionados para lá irem é que têm acesso à mostra, têm oportunidade de comparar e até aprender com os seus pares. Sendo o concurso feito aqui, com a feira aberta ao público, todos os jovens e professores vão ter oportunidade de ver e de aprender uns com os outros”, explica.

Susana Chaves, coordenadora de projectos da Fundação da Juventude, explica ao CH que “é a segunda vez que este concurso se irá realizar em Portugal, a primeira vez foi há 12 anos no Porto”. E adianta: “Vai ser uma grande final europeia onde vão participar os melhores projectos de toda a Europa. O primeiro prémio são 7500 euros, o segundo 5000 euros, o terceiro 3500 euros, e há ainda muitas viagens”.

Neste concurso espera-se que participem 200 jovens e 40 representantes de vários países. Trata-se de uma iniciativa importante para o País porque “envolve os jovens no desenvolvimento de projectos científicos que podem fazer vir a fazer deles grandes génios no futuro”, sublinha a coordenadora do18º Concurso Nacional de Jovens Cientistas e Investigadores.

 

http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=43011&op=all

 

 

http://www.fjuventude.pt/?id=733

 

 

Bomsensoamiguinhos

Foi Ver

Esteve Presente na Entrega dos Prémios

A Todos os Envolvidos neste Excelente Evento

Parabéns !!!

{#emotions_dlg.meeting}

Bomsensoamiguinhos



:
Publicado por bomsensoamiguinhos às 00:01
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 28 de Maio de 2010

Estudo do cérebro facilita compreensão das escolhas económicas - Investigação: Nova ciência

May 24, 2010 by Inovação & Marketing

Investigação:

Nova ciência de estudo do cérebro

facilita compreensão das escolhas económicas

 

Inovação, Marketing, Tecnologia, Empreendedorismo, Gestão, Portal, Blog

As decisões económicas são imprevisíveis porque a racionalidade é limitada, mas a neuroeconomia pode ajudar a compreender melhor o que está na base de determinados comportamentos e tendências, estudando os mecanismos cerebrais.
Esta ciência está ainda a dar os primeiros passos, mas pode vir a tornar-se uma ferramenta muito útil, defendeu o investigador e autor do livro “Neuroeconomia – Ensaio sobre a sociobiologia do comportamento”, José Eduardo Carvalho, em entrevista à Lusa.
Os estudos neuroeconómicos revelam o papel das emoções nas escolhas estratégicas e podem contribuir para ajustar os modelos económicos a uma nova realidade.
Recorrendo a áreas científicas como a cromotografia, a microeletrónica e a nanotecnologia, os neurocientistas dispõem de “um conjunto de instrumentos que permitem ver em tempo real como é que as pessoas reagem, em termos hormonais, se forem estimuladas”.
“O que as pessoas dizem nem sempre corresponde à realidade”, sublinhou o professor universitário. “Hoje, é possível ver isso e estes instrumentos podem optimizar a informação de que os economistas hoje dispõem”.
No entanto, a nova ciência está a ser mais aproveitada pelos “homens do marketing” do que pelos economistas.
A neurociência descobriu que há zonas do cérebro que são estimuladas quando uma pessoa é confrontada com um dado objecto, mas nem sempre funcionam de forma racional.
“A estimulação é visível numa determinada zona e depois há outra zona que faz a aferição do preço, por exemplo, mas se houver uma deficiência do funcionamento cerebral, essa zona não se “acende” e o indivíduo pode endividar-se para comprar um bem de que não necessita”.
A explicação para o sobreendividamento pode ter também a ver com outra descoberta: “Temos uma componente genética que nos pode fazer desenvolver uma certa propensão para o consumo, mas também há uma componente cultural, que resulta de uma aprendizagem e que se transmite através de gerações”, explicou o economista.
Os comportamentos económicos reflectem crenças e valores, salientou.
Ao contrário do que acontecia há décadas, em que os pobres se resignavam e não ambicionavam chegar a uma classe superior, hoje as pessoas com menores rendimentos “são constantemente estimuladas para o consumo, pelos anúncios e pelas telenovelas e vão interiorizando estes padrões”.
José Eduardo Carvalho defende que “as tradições e a política contribuem cada vez menos para a formação da identidade” e que esse papel tem vindo a ser assumido pelo consumo.

 

Fonte: Económico

 

♦ ♦ ♦

 

VER:

 

http://inovacaomarketing.com/

:
Publicado por bomsensoamiguinhos às 23:59
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 17 de Maio de 2010

Cancro da Mama - Portugueses descobrem mecanismo que pode combater reincidência

SIC

15-05-2010

10:24

Portugueses

Descobrem Mecanismo

que pode combater

Reincidência do Cancro da Mama

Uma equipa de investigadores liderada pelo açoriano André Albergaria descobriu o mecanismo que permite às células, em determinadas condições, reagir ao tratamento contra o cancro da mama, abrindo uma nova oportunidade para o combate à reincidência do tumor



A investigação, realizada no Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (IPATIMUP) com base em análises a doentes do Hospital de Ponta Delgada, foi publicada na última edição da revista 'Human Molecular Genetics'.

Em causa está o facto de cerca de 25 por cento das mulheres com tumores da mama dependentes de estrogénio apresentarem reincidência da doença depois de cinco anos de tratamento com terapia endócrina.

O tratamento inicial permite reduzir o tumor, o que possibilita a sua extração ao fim de cerca de um ano, prosseguindo depois para evitar a reincidência, mas, em alguns casos, ele acaba por reincidir ao fim de alguns anos.

"Já não se trata do tumor primário, que foi extraído por cirurgia, mas um que aparece noutro local do corpo", salientou André Albergaria, em declarações à Lusa, frisando que foram estes casos de reincidência que originaram a investigação.

Os investigadores estavam intrigados com o que "leva as células do tumor, ao fim de cinco anos de tratamento, a começar outra vez a invadir o corpo e a criar metástases".

"A célula adapta-se ao tratamento, resiste à droga e cria novas vias de sobrevivência. O que nós descobrimos foi esse mecanismo de adaptação, essa capacidade de a célula reagir ao tratamento", afirmou.

O estudo envolveu a análise de cerca de duas centenas de casos, a maioria dos quais doentes do Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, nos Açores.

A investigação permitiu identificar o fármaco antiestrogénico que pode desencadear o mecanismo que ativa o gene denominado 'P-Caderina', que faz com que a célula se torne mais invasiva.

André Albergaria frisou, no entanto, que não estão em causa as terapias, que "são eficazes", salientando que "o fármaco em causa faz ativar genes muito importantes para combater o cancro".

Nesse sentido, os investigadores pretendem agora "identificar os efeitos secundários para conseguir controlar a doença". "Não podemos evitar que os genes sejam ativados, mas podemos atuar sobre eles", afirmou.

Por essa razão, o próximo passo da investigação pretende determinar "se a reincidência apenas depende deste gene e se, bloqueando este gene, a doença pode ser novamente controlada".

"Podemos abrir uma janela para uma nova fórmula de tratamento para doentes com terapia endócrina", afirmou o investigador.

(Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico)

Lusa

:
Publicado por bomsensoamiguinhos às 18:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 10 de Maio de 2010

Ciência - Ar Livre Melhora Saúde Mental

 

2010-05-06

Cinco Minutos

Ao Ar Livre

Melhora Saúde Mental

 

Pessoas sedentárias e deprimidas <br> são as mais beneficiadas

Pessoas sedentárias e deprimidas 
são as mais beneficiadas

 


Estudo avança que actividades em zonas verdes intensificam bom humor e auto-estima

 

Apenas cinco minutos de exercício físico numa "área verde", como um parque, por exemplo, podem ser suficientes para melhorar a saúde mental, segundo avançou um estudo, publicado na revista especializada «Environmental Science and Technology», por uma equipa de cientistas britânicos.

Os investigadores da Universidade de Essex verificaram, após compararem dez estudos previamente realizados em 1250 pessoas, que as que praticavam actividades ao ar livre melhoraram rapidamente de humor e de auto-estima.

As actividades analisadas eram variadas, como caminhadas, ciclismo, pesca, jardinagem, cavalgada e remo e têm maior impacto entre as pessoas mais jovens e o efeito aparecia em apenas cinco minutos. Com o passar do tempo, os efeitos positivos continuavam aparentes, mas tinham menor intensidade.


Ainda segundo os investigadores, o resultado era ainda maior se o local também tivesse água, como um lago ou um rio. Para Jules Pretty, um dos autores do estudo, pessoas geralmente sedentárias, deprimidas ou com problemas de saúde mental seriam as mais beneficiadas por actividades ao ar livre.

"Empregadores, por exemplo, deveriam incentivar seus funcionários a fazer uma curta caminhada num parque próximo durante a hora do almoço para melhorar o humor e reduzir o stress", disse.

:
Publicado por bomsensoamiguinhos às 00:01
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | VER COMENTÁRIOS (1) | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 3 de Maio de 2010

Descobrir Ciência nas ruas de Coimbra

Quando as crianças entendem qual o objectivo prático da matéria de estudo, a apreensão é muito mais rápida... e a curiosidade leva à investigação...

 

PARABÉNS

 


 

Bomsensoamiguinhos

 

 

JN

Museu convida a descobrir

Ciência

nas ruas de Coimbra

"Passeio com a Química" abriu iniciativa.
Em Junho, é a vez da Física

3 de Maio de 2010

00h30m

CARINA FONSECA

O Museu da Ciência da Universidade de Coimbra está a promover passeios, pela cidade, para mostrar como a Química, a Física ou a Botânica marcam o quotidiano. No primeiro, dedicado à Química, ontem, falou-se de pastilhas elásticas e relva acabada de cortar.

 

"Há um mundo inteiro de Química à nossa volta". A frase, de Sérgio Rodrigues, do Departamento de Química da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, haveria de guiar toda a caminhada. Do Museu da Ciência ao Jardim Botânico, ao longo de cerca de hora e meia, não faltaram provas. O cheiro da relva acabada de cortar, por exemplo, advém de uma molécula formada pela planta para se proteger das bactérias.

...

Chegados à Porta Férrea da Universidade de Coimbra, mais curiosidades químicas. Como o facto de o ferro não se encontrar especialmente corroído, apesar dos seus 400 anos. Trata-se de uma porta que deixa passar as correntes de ar, mesmo estando fechada, e o ferro, desde que exposto ao ar e conservado seco, não se degrada tão facilmente. Já a estátua alusiva à Faculdade de Leis está muito danificada. É feita em pedra de Ançã, vulnerável à erosão, inclusive, química (resultante das chuvas ácidas e dos gases emitidos pelos automóveis).

 

...

http://jn.sapo.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Coimbra&Concelho=Coimbra&Option=Interior&content_id=1559189


:
Publicado por bomsensoamiguinhos às 14:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Domingo, 11 de Abril de 2010

Porto - Segredos do Cérebro

SIC

 

 

Especialistas de todo o Mundo

reunidos no Porto debatem

Segredos do Cérebro

 

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 14:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 10 de Abril de 2010

Violinista operado ao cérebro enquanto tocava

RTP

2010-04-09 11:44:50

Violinista operado ao Cérebro

enquanto tocava nos EUA

 

 

Roger Frisch começou a ter dificuldade em executar movimentos simples.

O paciente foi operado ao cérebro enquanto tocava violino.

Publicado por bomsensoamiguinhos às 14:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 30 de Março de 2010

Cientistas vão hoje tentar recriar o Big Bang

RTP
2010-03-30 08:31:58

 

Cientistas

vão hoje tentar recriar

a explosão que criou o Universo

 

 

 

Cientistas europeus vão hoje tentar recriar o Big Bang, a explosão que terá dado início ao nosso Universo.

A experiência vai ser realizada no maior acelerador de partículas do mundo situado no Centro Europeu de Investigação Nuclear.

Trata-se de um túnel circular de 27 quilómetros enterrado a 100 metros de profundidade, na fronteira franco-suíça.

A experiência no CERN pode ainda confirmar ou não a existência da chamada Partícula de Deus.

2010-03-30 08:31:58

 


RTP

2010-03-30 20:31:35

 

CERN

procura recriar instantes primordiais

 

 

O maior acelerador de partículas do Mundo começou a simular os instantes iniciais do Universo.

 

O acelerador lançou feixes de protões a alta velocidade de modo a provocar colisões que permitam descobrir o que se passou quando o Universo nasceu.

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 23:30
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 18 de Março de 2010

Asteróide matou os dinossauros

 Correio da Manhã

13 Março 2010 - 00h30

 

 
Paleontologia
 
Estudo confirma Tese
lançada há 30 anos
 
 
Asteróide
Matou os Dinossauros
 
 

 

Um grupo de investigadores de vários pontos do Mundo diz ter descoberto o verdadeiro motivo que levou à extinção do reinado dos dinossauros, uma questão que tem vindo a dividir os especialistas ao longo das últimas décadas.

 

O impacto de um asteróide terá sido o responsávelpela extinção em massa, no fim do período Cretáceo, dos dinossauros e de mais de metade das espécies na Terra. Ao contrário do que outra linha de pensamento defendia,actividades vulcânicas em massa não foram a causa da grande extinção.

 

O episódio, ocorrido há cerca de 65 milhões de anos, eliminou os dinossauros, pterossauros e grandes répteis marinhos, abrindo caminho para a presença e domínio dos mamíferos. Calcula-se que com o choque teria havido um terramoto de magnitude muito superior a 10 na Escala de Richter, ocasionando um colapso planetário.

 

A prova de que tudo isso ocorreu são os depósitos de sedimentos em Chicxulub, no México. O asteróide teria cerca de 15 quilómetros de diâmetro, viajou a 20 km por segundo e provocou um afundamento de 30 km no solo - é a maior cratera jamais vista.

 

Uma das provas químicas de que o asteróide provocou a extinção dos dinossauros é a quantidade do elemento irídio encontrada em amostras geológicas em todo o Mundo, datadas da época do fim dos grandes répteis. A substância, muito rara na crosta terrestre, é muito comum na composição de asteróides.

 

Em 1981, Luis Walter Alvarez, prémio Nobel de Física em 1968, e o seu filho, o geólogo Walter Alvarez, apresentaram essa hipótese, que teve o grande valor de explicar o súbito desaparecimento dos dinossauros; dez anos depois, com a descoberta de uma cratera com 180 km de diâmetro em Chicxulub, na Península de Yucatán, no México, o assunto voltou à tona.

 

Desde então a hipótese de Alvarez passou a ser discutida no meio científico, com opiniões contra e a favor.

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 20:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 3 de Março de 2010

Cientistas alemães negam deslocação do eixo da Terra

DN

Hoje

 

Cientistas Alemães
Negam Deslocação do Eixo da Terra
 
por Lusa
 
Cientistas alemães negam deslocação do eixo da Terra
 
Cientistas alemães desmentiram hoje cálculos de um perito da NASA sobre uma deslocação de oito centímetros do eixo terrestre, devido ao sismo que abalou o Chile e às movimentações nas placas tectónicas que terá provocado.
 
Na terça feira, a agência espacial norte-americana (NASA) divulgou uma notícia, com base numa pesquisa do seu investigador Richard Gross, advertindo que uma das consequências da deslocação do eixo seria uma rotação mais rápida da terra de 1,26 micro segundos e a redução dos dias.
 
Os geógrafos alemães contestaram as referidas alterações geográficas e questionaram o trabalho de Gross.
 
"As mudanças no eixo da terra devido a um sismo são tão ínfimas, que não se podem medir, e por isso não são comprováveis", disse o professor Rainer Kind, do Centro de Pesquisa Geográfica de Potsdam, um dos mais reputados a nível mundial.
 
O que a NASA descreveu "só seria possível por influência externa, através da queda de um meteorito, por exemplo, mas nesse caso os estragos seriam tão grandes que, comparativamente, a deslocação do eixo terrestre seria insignificante", alegou.
 
O cientista alemão lembrou que já houve outros cálculos sobre a deslocação do eixo terrestre através de sismos anteriores, mas até hoje todos são considerados muito discutíveis.
 
Outro perito na matéria, o professor Karl-Heinz Glassmeier, da Sociedade Alemã de Geofísica, disse mesmo que tinha "deitado as mãos à cabeça", quando ouviu a notícia.
 
"Parece que a NASA só quis aparecer nas manchetes dos jornais, porque é totalmente impossível provar que tenha havido uma deslocação de oito centímetros do eixo terrestre", garantiu o mesmo especialista.
 
A influência de um sismo sobre a inclinação do planeta Terra "é extremamente reduzida", sublinhou também Mojib Latif, do Institituo de Ciências Marítimas de Kiel.
 
"Os principais responsáveis pela inclinação da Terra são os astros que nos rodeiam, sobretudo os planetas maiores e mais pesados, com a força de atracção que exercem e que pode provocar um sismo de dimensões semelhantes ao do Chile", explicou Latif.

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 21:20
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 2 de Março de 2010

Nasa admite que terramoto no Chile alterou eixo da Terra

 

TSF
Hoje às 19:04
Nasa
Admite que
Terramoto no Chile
Alterou Eixo da Terra
 
 
Um artigo publicado, esta terça-feira, pela Nasa, na revista Business Week, afirma que o terramoto no Chile encurtou o dia e alterou o eixo de rotação da Terra.
 
Um artigo publicado pelo cientista Richard Gross (do Laboratório de Propulsão a Jacto da Nasa na Califórnia) e a sua equipa admite, esta terça-feira, que o  terramoto no Chile encurtou o dia e alterou o eixo de rotação da terra. 
 
Num artigo publicado na revista Business Week, os especialistas contam que a Nasa utilizou «modelos complexos» para chegar a resultados que são ainda «preliminares», mas que mostram, por exemplo, que o dia na Terra ficou mais curto 1,26 microsegundos, sendo que um microsegundo corresponde à milionésima parte de um segundo.
 
A Nasa indica que «o mais impressionante é, talvez, o quanto o terramoto mudou o eixo de rotação da Terra», que determina a duração dos dias. Os cálculos efectuados por Gross mostram que o eixo se alterou em aproximadamente 8 centímetros.
 
Esta não é a primeira vez que se detectam mudanças provocadas por um terramoto, sendo que na sequência do sismo na ilha de Samatra, o dia ficou mais curto 6,8 microsegundos e o eixo mudou cerca de sete centímetros.
 
O facto de o terramoto do Chile ter alterado mais o eixo da Terra do que o de Sumatra, de magnitude superior, tem duas explicações para os investigadores: por um lado, o sismo de Sumatra ocorreu mais perto do equador, enquanto o sismo do Chile ocorreu numa zona de latitude média, o que potencia a alteração vertical do eixo terrestre.
 
O sismo que atingiu o Chile no passado dia 27 de Fevereiro, de 8,8 graus na escala de Richter, causou a morte a 795 pessoas, de acordo com o mais recente balanço do governo chileno.

 

Credito: Nasa

 

Efeito colateral - Eixo da Terra e duração do dia são afetados por grandes alterações de configuração de massa do planeta
 

 

http://www.vnews.com.br/noticia.php?id=67066

 

♦ ♦ ♦

 

mapa do chile

Publicado por bomsensoamiguinhos às 19:44
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 6 de Janeiro de 2010

Obra de Pedro Nunes está pela primeira vez completamente editada

Público

 

Primeira edição da obra de Pedro Nunes
está pronta e a dar muito que falar... lá fora
06.08.2009 - 11:08 Por Ana Machado
 
É um dos maiores matemáticos de sempre. E é português. A obra de Pedro Nunes está pela primeira vez completamente editada. Quatro volumes já estão disponíveis. Outros quatro estão a caminho. E isso fala-se por todo o mundo.
   Pedro Cunha

Pedro Nunes no Padrão dos Descobrimentos,
segurando a esfera armilar


 

Há sete anos que a vida de Henrique Leitão corre entre as quatro paredes de um dos gabinetes da Academia das Ciências, no Bairro Alto, em Lisboa. Desde que em 2002 a Academia das Ciências de Lisboa e a Fundação Calouste Gulbenkian decidiram lançar-lhe um desafio e convidá-lo para editar a obra completa daquele que é o maior matemático português de sempre e uma das figuras mais proeminentes do pensamento quinhentista.

"Foi o maior cientista que houve em Portugal." Para quem duvida do lugar de Pedro Nunes no panorama intelectual do século XVI, Henrique Leitão recorre sempre a um diagrama de época sobre mestres de álgebra - o frontispício do livro de Matemática do alemão Johannes Luneschlos, de 1649, onde aparece a imagem de Pedro Nunes a par de figuras como Euclides. Está lá, colado numa estante, por trás da cabeça de Henrique Leitão.

"São sete anos visíveis de trabalho", diz o investigador sobre a edição da obra do matemático, enquanto coloca os quatro volumosos livros em cima da mesa: Sobre a Arte e Ciência de Navegar, Tratado da Esfera, Sobre os Crepúsculos e Sobre os Erros de Orôncio Fineu. "E estão mais dois para sair depois do Verão e os outros dois volumes restantes aqui", diz, apontando para dois dossiers vermelhos numa prateleira. "E poderá sair um nono, uma espécie de best of em inglês".

A primeira tentativa de edição das obras de Pedro Nunes, o matemático quinhentista que pensou fora do seu tempo, foi feita na década de 1940 pelo historiador Joaquim de Carvalho. Completaram-se então quatro volumes que nunca foram publicados. O trabalho foi interrompido pela morte de Joaquim de Carvalho em 1958.

Henrique Leitão, físico e historiador de ciência, o segundo português a integrar a Academia Internacional de História da Ciência (o primeiro foi o historiador dos descobrimentos Luís de Albuquerque), pegou no que Joaquim de Carvalho tinha deixado e aceitou o desafio, lançado pela Academia das Ciências e pela Fundação Calouste Gulbenkian para editar, pela primeira vez, as obras completas do matemático. Isso foi em 2002. Seguiram-se dois anos fechado a estudar engenharia naval do século XVI. E depois astronomia teórica. O objectivo era compilar tudo o que desde a década de 1950 se aprendeu sobre a vida e obra de Pedro Nunes para acrescentar ao trabalho de Joaquim de Carvalho. E publicar as obras.

"É um autor muito seco e técnico, tirando alguns devaneios que deixam respirar fundo", diz Henrique Leitão, enquanto folheia aquela que, na sua perspectiva, é a obra-prima do matemático: Sobre a Arte e a Ciência de Navegar. São 800 páginas, 300 delas de anotações.

"Pedro Nunes apresenta a navegação como ciência matemática, funda a navegação como disciplina. A arte era para os pilotos, ele traz a ciência, uma matemática muito avançada, só para os maiores matemáticos da Europa. Não se acredita que a navegação tenha tirado partido da sua teoria, apesar de esta a ter influenciado mais tarde. No princípio do século XVII já Pedro Nunes era o matemático com mais influência na náutica holandesa e inglesa." Talvez por ele pensar fora do tempo, explica Henrique Leitão, a Inquisição nunca se cruzou no caminho do matemático. "Não se preocupavam com uma obra que apenas 10 ou 20 pessoas conseguiam ler."

Nunes internacional

Mas a edição da obra de Pedro Nunes tem, para Henrique Leitão, um valor para lá da própria obra: "Toda a gente fala dos livros [de Pedro Nunes, os primeiros quatro dos quais foram recentemente postos à venda], mas isto é a ponta do icebergue. O que é mesmo importante é que este trabalho está a ser valorizado internacionalmente." Nos últimos anos, enquanto a edição da obra estava a ser preparada, aumentou o interesse por Pedro Nunes - e isso traduziu-se num aumento de artigos, livros e conferências sobre o matemático. "Todos os artigos e livros que se publicaram nos últimos sete anos são mais do que alguma vez se tinha publicado e colocam Pedro Nunes na rota das grandes teorias que marcaram a náutica. O impacto internacional foi brutal. Foi dado a conhecer um Pedro Nunes que não se conhecia."

Henrique Leitão debruça-se sobre o ecrã do computador para mostrar listas de correio electrónico de investigadores que estudam hoje Pedro Nunes, redes de universidades que se dedicam à sua obra e convites de congressos por toda a Europa que se debruçam sobre o legado do matemático português. "É um autor científico português que é interessante para a comunidade internacional e isto é consequência directa do trabalho que se começou em 2002. Eu sabia que quando o mostrasse ao mundo ele ia interessar. O provincianismo não tem lugar nesta história. Este homem é internacionalmente interessante. Este é de facto o objectivo que se pretendia alcançar."

Nomes que são referências mundiais da história da ciência - como o alemão Eberhard Knobloch ("o maior historiador de ciência vivo", nas palavras de Henrique Leitão - ficam fascinados com Pedro Nunes. E o norte-americano Larry Ferreiro, o maior especialista mundial em arquitectura naval, apaixonou-se pelo texto de Pedro Nunes sobre "a arte de remar", em que o matemático português chama ignorante a Aristóteles, que também tinha teorizado sobre esta matéria: "Note-se que a teoria de Nunes está muito mais próxima da teoria que hoje se conhece do que a de Aristóteles", escreve Ferreiro num artigo científico.

É a constatação de Henrique Leitão:
"Estamos sempre a descobrir que os textos dele foram muito mais importantes do que se pensava."

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 00:01
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 5 de Janeiro de 2010

Aprender malabarismo aumenta poder do cérebro

 DN

18 Outubro 2009

 

 

 

Neurocientistas registaram

um aumento  de 5% da massa branca

após seis semanas de aulas.

 

Uma equipa de neurocientistas da Universidade de Oxford descobriu que aprender a fazer malabarismo provoca alterações na massa branca - as fibras nervosas que ajudam as diferentes partes do cérebro a comunicar umas com as outras.

 

Mudanças na massa cinzenta (as células neuronais) já tinham sido demonstradas. Segundo os cientistas, as alterações na massa branca significam que o cérebro se mantém "plástico", isto é adaptável, para lá da infância.

 

O estudo foi simples. Os cientistas pegaram em 48 jovens adultos que não sabiam fazer malabarismo e mapearam o seu cérebro com uma ressonância magnética. Depois, metade dos voluntários teve aulas durante seis semanas para aprender a fazer malabarismo com três bolas, sendo ainda aconselhados a praticar 30 minutos por dia. No final, uma nova ressonância magnética mostrou um aumento de 5% na massa branca.

 

A chamada massa branca é constituída por fibras nervosas de cor branca (feixes de axónios envolvidos em mielina), sendo responsável pela troca de informações entre as diversas áreas do córtex cerebral. Ou seja, pelas ligações. "Mostrámos que é possível que o cérebro condicione o seu próprio sistema de ligações de forma a operá-lo de forma mais eficiente", disse uma das autoras do estudo, Heidi Johansen-Berg. 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 20:12
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 3 de Outubro de 2009

ARDI - Fóssil de antepassado humano revelado

 

 

 

DN

02-10-2009

 

ARDI

 

 

Fóssil de antepassado humano revelado

 

 

Catalogação do esqueleto encontrado na Etiópia demorou 17 anos, mas esta pode ser a chave para compreender melhor a evolução humana.
 
Tem 4,4 milhões de anos, chama- -se Ardipithecus ramidus e pode ser mais um dos antepassados do homem, diz a equipa de investigadores da Universidade da Califórinia que estudou o fóssil na Etiópia.
 
Apesar de não estar directamente na linha evolutiva do homem, o Ardi ( nome dado ao esqueleto parcial de uma fêmea) oferece novas informações sobre a forma como a espécie humana evoluiu do antepassado que partilha com o chimpanzé, dizem os investigadores.
 
O fóssil do Ardipithecus ramidus foi encontrado pela primeira vez na Etiópia em 1992, mas foram precisos mais 17 anos para compreender a sua importância. A equipa internacional recolheu ossos importantes, como o crânio com dentes, braços, mãos, pélvis, pernas e pés. Também foram encontrados outros fragmentos de osso que pertencem a 36 indivíduos diferentes, incluindo jovens, machos e fêmeas.
 
"Demoramos muitos anos a limpar os ossos no Museu Nacional da Etiópia e depois a restaurar o esqueleto para as suas dimensões e forma original", diz Tim White, da Universidade da Califórnia, citado pela BBC, que demorou algum tempo a "comparar os fósseis com outro encontrados em África".
 
Algumas das características do animal são próprias do homem moderno (caminhava em dois pés) mas outras são encontradas no chimpanzé (tinha os pés chatos o que não lhe permitia percorrer longas distâncias).
 
"Este não é um fóssil qualquer. Não é um chimpanzé. Não é um humano. Mostra-nos como costumávamos ser", terminou.

 

 

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 11:55
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 29 de Agosto de 2009

Sabia que: Pessoas ficam mais felizes à medida que envelhecem

  

"A esperança de vida mudou,
porque as pessoas mudaram a maneira como vivem"
Lauren Carstensen

 

 

Diário de Notícicas

09 Agosto 2009

Estudo

Pessoas ficam mais felizes à medida que envelhecem

 

Pessoas ficam mais felizes à medida que envelhecem

 

Apesar das preocupações com doenças ou rendimentos, velhice tende a ser época dourada.

 

À medida que mais pessoas vivem até aos cem anos, é tranquilizador saber que a maioria fica mais feliz à medida que envelhece e exerce maior controlo emocional do que os jovens adultos. Esta é pelo menos a conclusão de alguns investigadores que participam na convenção anual da Associação de Psicólogos Americanos.

 

"A esperança de vida mudou, porque as pessoas mudaram a maneira como vivem", disse Lauren Carstensen.

 

Apesar das preocupações com doenças ou rendimentos, a velhice tende a ser uma época dourada, dizem os especialistas, que descobriram que os idosos sabem aproveitar bem o tempo que lhes resta e aprenderam a evitar situações que os fazem sentir tristes ou com stress.

 

Outra investigadora, Susan Turk Charles, da Universidade da Califórnia, explicou que, salvo casos de pessoas com doenças relacionadas com a demência, a saúde mental normalmente melhora com a idade.

 

 

Os idosos "evitam colocar-se em situações em que vão ser infelizes. Também tiveram mais tempo para aprender e compreender as intenções dos outros, o que os ajuda a evitar situações de stress", indicou.

 

Um dos conselhos é imaginar formas de gozar os anos que aí vêm e pensar em viver bem e de forma saudável até aos cem anos.

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 16:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Domingo, 16 de Agosto de 2009

Cancro - Identificado composto que mata células estaminais do cancro

13.08.2009 - 22h43 PÚBLICO

http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1396056&idCanal=13

 

 

Produto usado como antibiótico

pode ajudar a impedir regresso dos tumores

 

 
Identificado composto que
mata células estaminais do cancro

 

Célula de cancro da mama: medicamento poderá travar ressurgimento de tumores

 

Estão presentes nos cancros, embora em número muito pequeno. Elas podem ser responsáveis pelo crescimento de um tumor maligno e pela sua resistência à quimioterapia e radioterapia. As células estaminais dos cancros, identificadas há pouco tempo, pareciam, até agora, invencíveis. Mas uma equipa de investigadores nos Estados Unidos descobriu o seu primeiro calcanhar de Aquiles: um composto químico que as atinge de forma certeira.

A equipa dirigida por Robert Weinberg e Eric Lander, do Instituto de Tecnologia do Massachusetts, publicou ontem esta descoberta na edição online da revista Cell.

“Não era claro que fosse possível encontrar compostos que matassem selectivamente as células estaminais do cancro. Mostrámos que isso é possível”, diz Piyush Gupta, o primeiro autor do artigo, citado num comunicado de imprensa da revista.

Tal descoberta foi possível graças a um método que permitiu procurar pela primeira vez —de forma automatizada e sistemática — agentes químicos que matem as células estaminais dos cancros.

O facto de estas células serem raras entre a população de células que compõem um cancro não facilitava as coisas. Esta é a faceta negra das células estaminais, que costumam ser muito faladas pelos potenciais benefícios para a saúde humana, quando se aprender a manipulá-las cabalmente, uma vez que têm capacidade de dar origem a vários tipos de células. Aproveitando esta sua faceta, espera-se levá-las a diferenciarem-se, transformando-se numa variedade de células para tratar diversas doenças.

Para chegar à identificação do composto químico, os cientistas utilizaram células de cancro da mama cultivadas em laboratório e procuraram as que tinham propriedades semelhantes às células estaminais, como por exemplo a resistência aos medicamentos para o cancro.

Em seguida, explica o comunicado, pesquisaram uma base de dados com milhares de compostos químicos, para tentar identificar aqueles que teriam capacidade de destruir apenas essas células parecidas com as estaminais, e não as outras células do cancro.

Chegaram a uma primeira lista de 32 compostos, que foram depois encurtando, até terem apenas uma mão cheia delas, que podiam obter em quantidade suficiente para testar em células cancerosas da mama.

A salinomicina, conhecida pelas suas propriedades como antibiótico, foi a vencedora. É capaz de reduzir as células estaminais dos cancros em mais de cem vezes, por comparação com um fármaco muito usado no cancro da mama (o paclitaxel).

“Quando injectadas em ratinhos, as células tratadas com salinomicina tinham menos capacidade de disseminar o cancro do que as tratadas com paclitaxel”, lê-se no comunicado. “O tratamento com salinomicina também abrandaram o crescimento de tumores em animais.”

Como é que este composto funciona é que ainda não se sabe, nem se chegará a ser aplicado clinicamente. Mas daqui poderá nascer uma nova forma de atacar o cancro.

Este resultado sugere, escrevem os cientistas no artigo, que muitas terapias contra o cancro, que matam o grosso das células cancerosas, podem falhar porque não eliminam as células estaminais, que sobrevivem ao ataque e dão origem a novos tumores.

 

 

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 14:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Domingo, 2 de Agosto de 2009

STRESS - Conclusão de Estudo de Portugueses Consta das Páginas da Conceituada Revista Science

 RTP

2009-07-31 14:08:59

 

 

A exposição crónica ao stress
influencia a tomada de decisões
 
 
 
 
Há uma conclusão portuguesa que hoje consta das páginas da conceituada revista Science.
  
Uma equipa do Instituto de Investigação em Ciências da Vida e Saúde, da Universidade do Minho fez um estudo.
 
 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 23:45
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 24 de Julho de 2009

Ciência - Abelhas esterilizam as suas colmeias que lhes garante imunidade

DN - Ciência

 

 

 

 
 
Abelhas
 
Esterilizam as suas Colmeias
 
 
Ao fundar uma nova colónia, as abelhas revestem a colmeia com uma resina que lhes garante imunidade a várias bactérias. A substância pode ter propriedades importantes para combater doenças nos seres humanos.
 
As abelhas não são os únicos insectos que revestem os seus domínios, mas até agora não fora questionada a hipótese desta resina contribuir para reforçar as defesas dos animais.
 
 
A substância tem o nome de própolis e é também usada pelas abelhas para alisar a superfície das colmeias, reparar brechas ou reduzir o tamanho das entradas, prevenindo intrusos de maiores dimensões.
 
Mas vários estudos têm demonstrado que esta espécie de resina pode ter propriedades benéficas para o combate de diversos vírus, bactérias e até células cancerígenas nos seres humanos.
 
Intrigados com a escolha de própolis para forrar as colmeias, investigadores da Universidade de Minnesota decidiram submeter as colónias de abelhas a um teste e prepararam duas colmeias, sendo que uma delas não era revestida com esta camada.
 
Segundo a BBC, ao fim de sete dias descobriram através de testes genéticos que as abelhas recém-nascidas na colmeia com própolis não tinham investido no seu sistema imunitário, por não haver necessidade, já que esta substância garante uma espécie de “imunidade social” a todos os membros da colónia. Resta agora perceber até que ponto o Homem poderá usufruir dos benefícios da própolis, composta por resinas vegetais modificadas pelas secreções das abelhas.
 
A equipa publicou os resultados do seu estudo na revista ‘Evolution’

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 23:55
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 21 de Julho de 2009

Ciência - Neurónios - Portugueses descobrem como surgem

DN - Ciência

 

Investigação
 
Portugueses
descobrem como surgem os
Neurónios
 
por Lusa
 
 
 
 
Investigadores portugueses identificaram os mecanismos moleculares envolvidos na geração de neurónios a partir de células estaminais embrionárias, abrindo caminho ao desenvolvimento de novos tratamentos de lesões do sistema nervoso ou de doenças degenerativas.
 
O trabalho - hoje publicado na revista científica norte-americana PLoS ONE - foi realizado por uma equipa da Unidade de Biologia do Desenvolvimento do c(IMM) da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa a partir de células estaminais embrionárias de ratinho.
 
"Em vez de recorrer ao embrião em si, usámos um método in vitro que permite obter um grande número de células, ao longo de diferentes etapas, para tentar perceber o que acontece durante o desenvolvimento embrionário", disse Elsa Abranches, primeira autora do estudo.
 
A equipa traçou como objectivo "perceber ao que correspondem essas células no embrião em si, para tentar perceber quais os mecanismos que levam ao aparecimento de neurónios", acrescentou esta engenheira química doutorada em biotecnologia.
 
O estudo descreve, nomeadamente, a organização das células cultivadas in vitro nos grupos em roseta a partir das quais se desenvolvem os neurónios, da mesma forma que ocorre in vivo em animais vertebrados.

 

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 22:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|

Ciência - Reparação Cerebral Vence Prémio

DN - Ciência

por Lusa

 

 
 
Reparação cerebral vence prémio do MIT-Portugal
 
  
Reparação cerebral vence prémio do
MIT-Portugal
 
 
Uma investigação médica, realizada em Coimbra, que procura conhecer o funcionamento das células e contribuir para o desenvolvimento de novos fármacos que reparem cérebros doentes foi distinguida com um
 
 
Prémio do Programa MIT -- Portugal.
 
A plataforma científica, desenvolvida no Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) da Universidade de Coimbra "acaba de vencer a competição das Bio-Innovation Teams (Bio-Teams)", promovida pelo Programa MIT -- Portugal, e foi o  terceiro prémio que obteve no espaço de um ano (dois nacionais e um internacional), revela uma nota de imprensa da instituição.
 
João Malva, da Faculdade de Medicina de Coimbra, adiantou à Agência Lusa que a investigação que coordena se desenrola há quatro anos no domínio da reparação cerebral, em torno das propriedades das células e na identificação de novos fármacos.
 
Segundo uma nota de imprensa da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), o resultado da investigação encontra-se já protegido por cinco patentes internacionais.
 
Além da busca de novos fármacos que reparem as doenças no cérebro, o conhecimento do funcionamento das células, segundo o investigador, poderá vir a possibilitar a "educação das células imaturas" (estaminais) para gerarem neurónios que substituam os que se encontram danificados.
 
"Em resumo, a plataforma permite avaliar, em simultâneo, um gigantesco número e diversidade de células e obter a informação detalhada do comportamento de cada uma", explica o investigador.
 
Estas pesquisas de novas estratégias neuroprotectoras e de reparação cerebral, que João Malva classifica de "investigação pura", poderão ser úteis no tratamento de doenças neurogenerativas, como as doenças de Alzheimer ou de Parkinson.
 
"Explorando a capacidade do cérebro adulto, de gerar novas células do cérebro, esperamos que um dia a ciência consiga utilizar este potencial para curar doenças", conclui João Malva.

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 02:10
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 17 de Julho de 2009

Gulbenkian - Entrega Prémios

 

 

 
Entrega Prémios  Gulbenkian
 

20 - 07 - 2009

 

às 18h00


Anfiteatro ao Ar Livre

 

 


Cerimónia de entrega dos Prémios Gulbenkian:
 

Arte

Beneficência

Ciência

Educação 

Internacional Calouste Gulbenkian
 

 

 

 ⇔⇔⇔

 

 ver

 

 

Terça-feira, 20 de Janeiro de 2009
 
Portugal - Cultura
Calouste Sarkis Gulbenkian (1869 - 1955)
 
 
 ⇔
 
 
Sexta-feira, 13 de Fevereiro de 2009
 
Fundação Calouste Gulbenkian - LISBOA
 
Fundação Calouste Gulbenkian
 
 
 
 

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 22:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2009

Ciência - Gene relacionado com a obesidade faz ratinhos engordar, mesmo que comam menos

 PUBLICO

 Estudo publicado na Nature

 

 

«Não existe nenhum meio para influenciar os níveis deste gene nos humanos»
 
 
Gene relacionado com a obesidade faz ratinhos engordar, mesmo que comam menos
 
 
23.02.2009 - 09h29 
Clara Barata
 
Algumas pessoas podem comer hambúrgueres bem gordurosos toda a vida sem que estes alimentos hipercalóricos pareçam ter qualquer efeito sobre a sua silhueta.
 
Outros engordam só de olhar para eles - embora também os comam.
 
A constituição genética de cada um tem muito a ver com este mistério, e agora uma equipa de cientistas alemães compreendeu melhor como funciona um dos genes implicados na obesidade.
 
...
 
Continua:  static.publico.clix.pt/pesoemedida/noticia.aspx
 
 
 
Dados do estudo:

Título:
Inactivation of the Fto gene protects from obesity

Publicação:
Nature, publicado online a 22 de Fevereiro de 2009

Autores:
Julia Fischer, Linda Koch, Christian Emmerling, Jeanette Vierkotten, Thomas Peters, Jens C. Brüning, Ulrich Rüther.

 

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 08:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|

Contagem a partir do dia 17 de Dez de 2008

------------------------------

Deixe a Sua Sugestão...Opinião...Mensagem... ! :-)

Bom Senso "É conservar uma Atitude Harmonizada em momentos decisão..., conflito..., possuir a capacidade de evitar a prática de acções ou actos impensados no intuito de posteriormente não se sentir embaraço, arrependimento..." Bomsenso

ENVIE AS SUAS SUGESTÕES: Bomsensoamiguinhos@sapo.pt

GEOGLOBO

PENSAMENTO DO MOMENTO Anilady

Mercados Financeiros: Esp...

Pensamento - Investir na ...

Foi com Surpresa e Enorme...

Bomsenso - Crise Naciona...

O que é a Ética?

Bomsenso - Ética e Mentir...

Bomsenso - GUERRA - GAZA ...

Bomsenso - Dívida Externa...

TAGS

portugal(252)

actualidade(125)

2010(105)

crise(93)

2009(71)

crise económica(66)

pensamento(65)

economia(61)

portugueses(60)

vídeo(54)

cultura(53)

lisboa(52)

história(50)

crise financeira(49)

ciência(48)

2011(46)

videos(44)

portugal-bem(43)

português(43)

presidente da república(43)

conhecer portugal(40)

provérbio(40)

política(38)

actualidade política(37)

citações(37)

pensamentos(37)

cavaco silva(36)

interesse geral(33)

cavaco(31)

viajar cá dentro(31)

património(30)

turismo(30)

saúde(28)

democracia(27)

conhecimento(26)

foto(26)

frases(26)

música(26)

politicos(26)

recessão(26)

viagens(22)

desemprego(21)

estado da nação(21)

europa(21)

frase(21)

tourist(21)

25 de abril(20)

ética(20)

global(20)

investigação(20)

presidente(20)

arte(19)

obama(19)

actualidade económica(18)

fotos(18)

lisbon(18)

poesia(18)

portuguesa(18)

sociedade(18)

conduta(17)

eua(17)

finanças(17)

histórico(17)

neve(17)

poema(17)

porto(17)

portugueses em destaque(17)

revolução(17)

sismo(17)

ue(17)

barack obama(16)

crise politica(16)

frio(16)

cravos(15)

economia real(15)

educação(15)

escritor(15)

história de portugal(15)

movimento(15)

opinião(15)

revolução dos cravos(15)

terramoto(15)

1974(14)

imprensa(14)

militares(14)

photos(14)

poeta(14)

vermelhos(14)

bomsensoamiguinhos(13)

crianças(13)

défice(13)

desconfiança(13)

eleições(13)

forças armadas(13)

mapa(13)

cinema(12)

guerra(12)

museu(12)

otelo saraiva carvalho(12)

photo(12)

todas as tags

PESQUISAR NO BLOG:

 

Visitas desde 17-12-2008

Facebook

Auxiliar Memória Do Mundo

Cria o teu cartão de visita
    follow me on Twitter
    blogs SAPO
    RSS