SÃO NESTE MOMENTO :

Outubro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

ARQUIVO

PESQUISAR NO BLOG:

 

POST RECENTES

Prós e Contras com 3 ex-P...

Estudo do cérebro facilit...

Primeira Célula Artificia...

Cancro da Mama - Portugue...

ARDI - Fóssil de antepass...

STRESS - Conclusão de Est...

Ciência - Abelhas esteril...

Ciência - Neurónios - Por...

Ciência - Reparação Cereb...

Laboratório Ibérico de Na...

Ciência - Gene relacionad...

Inveja - identificada a á...

Ciência - Biodiversidade ...

Ciência - A maior máquina...

Manuel Alegre fala em «di...

Mar dos Açores: o segredo...

Ciência - Portugal - Desc...

Ciência Polar - Investiga...

Ciência - O Acontecimento...

Investigação

LINKS

PESQUISAR NO BLOG:

 

Outubro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

O MUNDO É PEQUENO

Bem Vindo a este Espaço :-)

Quarta-feira, 13 de Outubro de 2010

Prós e Contras com 3 ex-Presidentes da República

RTP

2010-10-11

 



http://ww1.rtp.pt/icmblogs/rtp/pros-contras/

RAMALHO EANES. MÁRIO SOARES. JORGE SAMPAIO.


A voz dos presidentes no momento crítico da vida do país.

O Prós e Contras entra na Universidade de Lisboa na comemoração do seu Centenário.

O Reitor António Nóvoa, o Concelho Geral, Alunos e Professores juntam-se ao maior debate da televisão portuguesa.

A Política.

A Sociedade.

A importância do Ensino Superior e da Investigação 
na formação de lideranças e cidadania.

por: Equipa Prós e Contras.


:
Publicado por bomsensoamiguinhos às 23:59
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 28 de Maio de 2010

Estudo do cérebro facilita compreensão das escolhas económicas - Investigação: Nova ciência

May 24, 2010 by Inovação & Marketing

Investigação:

Nova ciência de estudo do cérebro

facilita compreensão das escolhas económicas

 

Inovação, Marketing, Tecnologia, Empreendedorismo, Gestão, Portal, Blog

As decisões económicas são imprevisíveis porque a racionalidade é limitada, mas a neuroeconomia pode ajudar a compreender melhor o que está na base de determinados comportamentos e tendências, estudando os mecanismos cerebrais.
Esta ciência está ainda a dar os primeiros passos, mas pode vir a tornar-se uma ferramenta muito útil, defendeu o investigador e autor do livro “Neuroeconomia – Ensaio sobre a sociobiologia do comportamento”, José Eduardo Carvalho, em entrevista à Lusa.
Os estudos neuroeconómicos revelam o papel das emoções nas escolhas estratégicas e podem contribuir para ajustar os modelos económicos a uma nova realidade.
Recorrendo a áreas científicas como a cromotografia, a microeletrónica e a nanotecnologia, os neurocientistas dispõem de “um conjunto de instrumentos que permitem ver em tempo real como é que as pessoas reagem, em termos hormonais, se forem estimuladas”.
“O que as pessoas dizem nem sempre corresponde à realidade”, sublinhou o professor universitário. “Hoje, é possível ver isso e estes instrumentos podem optimizar a informação de que os economistas hoje dispõem”.
No entanto, a nova ciência está a ser mais aproveitada pelos “homens do marketing” do que pelos economistas.
A neurociência descobriu que há zonas do cérebro que são estimuladas quando uma pessoa é confrontada com um dado objecto, mas nem sempre funcionam de forma racional.
“A estimulação é visível numa determinada zona e depois há outra zona que faz a aferição do preço, por exemplo, mas se houver uma deficiência do funcionamento cerebral, essa zona não se “acende” e o indivíduo pode endividar-se para comprar um bem de que não necessita”.
A explicação para o sobreendividamento pode ter também a ver com outra descoberta: “Temos uma componente genética que nos pode fazer desenvolver uma certa propensão para o consumo, mas também há uma componente cultural, que resulta de uma aprendizagem e que se transmite através de gerações”, explicou o economista.
Os comportamentos económicos reflectem crenças e valores, salientou.
Ao contrário do que acontecia há décadas, em que os pobres se resignavam e não ambicionavam chegar a uma classe superior, hoje as pessoas com menores rendimentos “são constantemente estimuladas para o consumo, pelos anúncios e pelas telenovelas e vão interiorizando estes padrões”.
José Eduardo Carvalho defende que “as tradições e a política contribuem cada vez menos para a formação da identidade” e que esse papel tem vindo a ser assumido pelo consumo.

 

Fonte: Económico

 

♦ ♦ ♦

 

VER:

 

http://inovacaomarketing.com/

:
Publicado por bomsensoamiguinhos às 23:59
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 21 de Maio de 2010

Primeira Célula Artificial Viva

RTP

Saúde

Cientistas Norte-Americanos

Criam Primeira

Célula Artificial Viva

 

Cientistas americanos criaram a primeira célula artificial. A investigação genética demorou 15 anos e foi agora anunciada na revista Science.

O projecto de 16 milhões de euros foi liderado pelo cientista Craig Venter que há 10 anos obteve o mapa do genoma humano.

:
Publicado por bomsensoamiguinhos às 20:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 17 de Maio de 2010

Cancro da Mama - Portugueses descobrem mecanismo que pode combater reincidência

SIC

15-05-2010

10:24

Portugueses

Descobrem Mecanismo

que pode combater

Reincidência do Cancro da Mama

Uma equipa de investigadores liderada pelo açoriano André Albergaria descobriu o mecanismo que permite às células, em determinadas condições, reagir ao tratamento contra o cancro da mama, abrindo uma nova oportunidade para o combate à reincidência do tumor



A investigação, realizada no Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (IPATIMUP) com base em análises a doentes do Hospital de Ponta Delgada, foi publicada na última edição da revista 'Human Molecular Genetics'.

Em causa está o facto de cerca de 25 por cento das mulheres com tumores da mama dependentes de estrogénio apresentarem reincidência da doença depois de cinco anos de tratamento com terapia endócrina.

O tratamento inicial permite reduzir o tumor, o que possibilita a sua extração ao fim de cerca de um ano, prosseguindo depois para evitar a reincidência, mas, em alguns casos, ele acaba por reincidir ao fim de alguns anos.

"Já não se trata do tumor primário, que foi extraído por cirurgia, mas um que aparece noutro local do corpo", salientou André Albergaria, em declarações à Lusa, frisando que foram estes casos de reincidência que originaram a investigação.

Os investigadores estavam intrigados com o que "leva as células do tumor, ao fim de cinco anos de tratamento, a começar outra vez a invadir o corpo e a criar metástases".

"A célula adapta-se ao tratamento, resiste à droga e cria novas vias de sobrevivência. O que nós descobrimos foi esse mecanismo de adaptação, essa capacidade de a célula reagir ao tratamento", afirmou.

O estudo envolveu a análise de cerca de duas centenas de casos, a maioria dos quais doentes do Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, nos Açores.

A investigação permitiu identificar o fármaco antiestrogénico que pode desencadear o mecanismo que ativa o gene denominado 'P-Caderina', que faz com que a célula se torne mais invasiva.

André Albergaria frisou, no entanto, que não estão em causa as terapias, que "são eficazes", salientando que "o fármaco em causa faz ativar genes muito importantes para combater o cancro".

Nesse sentido, os investigadores pretendem agora "identificar os efeitos secundários para conseguir controlar a doença". "Não podemos evitar que os genes sejam ativados, mas podemos atuar sobre eles", afirmou.

Por essa razão, o próximo passo da investigação pretende determinar "se a reincidência apenas depende deste gene e se, bloqueando este gene, a doença pode ser novamente controlada".

"Podemos abrir uma janela para uma nova fórmula de tratamento para doentes com terapia endócrina", afirmou o investigador.

(Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico)

Lusa

:
Publicado por bomsensoamiguinhos às 18:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 3 de Outubro de 2009

ARDI - Fóssil de antepassado humano revelado

 

 

 

DN

02-10-2009

 

ARDI

 

 

Fóssil de antepassado humano revelado

 

 

Catalogação do esqueleto encontrado na Etiópia demorou 17 anos, mas esta pode ser a chave para compreender melhor a evolução humana.
 
Tem 4,4 milhões de anos, chama- -se Ardipithecus ramidus e pode ser mais um dos antepassados do homem, diz a equipa de investigadores da Universidade da Califórinia que estudou o fóssil na Etiópia.
 
Apesar de não estar directamente na linha evolutiva do homem, o Ardi ( nome dado ao esqueleto parcial de uma fêmea) oferece novas informações sobre a forma como a espécie humana evoluiu do antepassado que partilha com o chimpanzé, dizem os investigadores.
 
O fóssil do Ardipithecus ramidus foi encontrado pela primeira vez na Etiópia em 1992, mas foram precisos mais 17 anos para compreender a sua importância. A equipa internacional recolheu ossos importantes, como o crânio com dentes, braços, mãos, pélvis, pernas e pés. Também foram encontrados outros fragmentos de osso que pertencem a 36 indivíduos diferentes, incluindo jovens, machos e fêmeas.
 
"Demoramos muitos anos a limpar os ossos no Museu Nacional da Etiópia e depois a restaurar o esqueleto para as suas dimensões e forma original", diz Tim White, da Universidade da Califórnia, citado pela BBC, que demorou algum tempo a "comparar os fósseis com outro encontrados em África".
 
Algumas das características do animal são próprias do homem moderno (caminhava em dois pés) mas outras são encontradas no chimpanzé (tinha os pés chatos o que não lhe permitia percorrer longas distâncias).
 
"Este não é um fóssil qualquer. Não é um chimpanzé. Não é um humano. Mostra-nos como costumávamos ser", terminou.

 

 

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 11:55
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Domingo, 2 de Agosto de 2009

STRESS - Conclusão de Estudo de Portugueses Consta das Páginas da Conceituada Revista Science

 RTP

2009-07-31 14:08:59

 

 

A exposição crónica ao stress
influencia a tomada de decisões
 
 
 
 
Há uma conclusão portuguesa que hoje consta das páginas da conceituada revista Science.
  
Uma equipa do Instituto de Investigação em Ciências da Vida e Saúde, da Universidade do Minho fez um estudo.
 
 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 23:45
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 24 de Julho de 2009

Ciência - Abelhas esterilizam as suas colmeias que lhes garante imunidade

DN - Ciência

 

 

 

 
 
Abelhas
 
Esterilizam as suas Colmeias
 
 
Ao fundar uma nova colónia, as abelhas revestem a colmeia com uma resina que lhes garante imunidade a várias bactérias. A substância pode ter propriedades importantes para combater doenças nos seres humanos.
 
As abelhas não são os únicos insectos que revestem os seus domínios, mas até agora não fora questionada a hipótese desta resina contribuir para reforçar as defesas dos animais.
 
 
A substância tem o nome de própolis e é também usada pelas abelhas para alisar a superfície das colmeias, reparar brechas ou reduzir o tamanho das entradas, prevenindo intrusos de maiores dimensões.
 
Mas vários estudos têm demonstrado que esta espécie de resina pode ter propriedades benéficas para o combate de diversos vírus, bactérias e até células cancerígenas nos seres humanos.
 
Intrigados com a escolha de própolis para forrar as colmeias, investigadores da Universidade de Minnesota decidiram submeter as colónias de abelhas a um teste e prepararam duas colmeias, sendo que uma delas não era revestida com esta camada.
 
Segundo a BBC, ao fim de sete dias descobriram através de testes genéticos que as abelhas recém-nascidas na colmeia com própolis não tinham investido no seu sistema imunitário, por não haver necessidade, já que esta substância garante uma espécie de “imunidade social” a todos os membros da colónia. Resta agora perceber até que ponto o Homem poderá usufruir dos benefícios da própolis, composta por resinas vegetais modificadas pelas secreções das abelhas.
 
A equipa publicou os resultados do seu estudo na revista ‘Evolution’

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 23:55
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 21 de Julho de 2009

Ciência - Neurónios - Portugueses descobrem como surgem

DN - Ciência

 

Investigação
 
Portugueses
descobrem como surgem os
Neurónios
 
por Lusa
 
 
 
 
Investigadores portugueses identificaram os mecanismos moleculares envolvidos na geração de neurónios a partir de células estaminais embrionárias, abrindo caminho ao desenvolvimento de novos tratamentos de lesões do sistema nervoso ou de doenças degenerativas.
 
O trabalho - hoje publicado na revista científica norte-americana PLoS ONE - foi realizado por uma equipa da Unidade de Biologia do Desenvolvimento do c(IMM) da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa a partir de células estaminais embrionárias de ratinho.
 
"Em vez de recorrer ao embrião em si, usámos um método in vitro que permite obter um grande número de células, ao longo de diferentes etapas, para tentar perceber o que acontece durante o desenvolvimento embrionário", disse Elsa Abranches, primeira autora do estudo.
 
A equipa traçou como objectivo "perceber ao que correspondem essas células no embrião em si, para tentar perceber quais os mecanismos que levam ao aparecimento de neurónios", acrescentou esta engenheira química doutorada em biotecnologia.
 
O estudo descreve, nomeadamente, a organização das células cultivadas in vitro nos grupos em roseta a partir das quais se desenvolvem os neurónios, da mesma forma que ocorre in vivo em animais vertebrados.

 

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 22:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|

Ciência - Reparação Cerebral Vence Prémio

DN - Ciência

por Lusa

 

 
 
Reparação cerebral vence prémio do MIT-Portugal
 
  
Reparação cerebral vence prémio do
MIT-Portugal
 
 
Uma investigação médica, realizada em Coimbra, que procura conhecer o funcionamento das células e contribuir para o desenvolvimento de novos fármacos que reparem cérebros doentes foi distinguida com um
 
 
Prémio do Programa MIT -- Portugal.
 
A plataforma científica, desenvolvida no Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) da Universidade de Coimbra "acaba de vencer a competição das Bio-Innovation Teams (Bio-Teams)", promovida pelo Programa MIT -- Portugal, e foi o  terceiro prémio que obteve no espaço de um ano (dois nacionais e um internacional), revela uma nota de imprensa da instituição.
 
João Malva, da Faculdade de Medicina de Coimbra, adiantou à Agência Lusa que a investigação que coordena se desenrola há quatro anos no domínio da reparação cerebral, em torno das propriedades das células e na identificação de novos fármacos.
 
Segundo uma nota de imprensa da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), o resultado da investigação encontra-se já protegido por cinco patentes internacionais.
 
Além da busca de novos fármacos que reparem as doenças no cérebro, o conhecimento do funcionamento das células, segundo o investigador, poderá vir a possibilitar a "educação das células imaturas" (estaminais) para gerarem neurónios que substituam os que se encontram danificados.
 
"Em resumo, a plataforma permite avaliar, em simultâneo, um gigantesco número e diversidade de células e obter a informação detalhada do comportamento de cada uma", explica o investigador.
 
Estas pesquisas de novas estratégias neuroprotectoras e de reparação cerebral, que João Malva classifica de "investigação pura", poderão ser úteis no tratamento de doenças neurogenerativas, como as doenças de Alzheimer ou de Parkinson.
 
"Explorando a capacidade do cérebro adulto, de gerar novas células do cérebro, esperamos que um dia a ciência consiga utilizar este potencial para curar doenças", conclui João Malva.

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 02:10
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 18 de Julho de 2009

Laboratório Ibérico de Nanotecnologia - Inauguração em Braga

RTP

 2009-07-17 13:20:32

 

 

Portugal e Espanha juntaram-se em Braga
na inauguração do Laboratório Ibérico de Nanotecnologia
 
 
 
 
O laboratório vai dedicar-se à investigação com prioridade à area da saude, e vai ser ter também um centro de ciência viva, que quer juntar alguns dos maiores cientistas do mundo nesta area. Na cerimónia de abertura estiveram o Presidente da República, o Rei de Espanha, José Sócrates e José Luis Zapatero.

 

  

Publicado por bomsensoamiguinhos às 22:55
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2009

Ciência - Gene relacionado com a obesidade faz ratinhos engordar, mesmo que comam menos

 PUBLICO

 Estudo publicado na Nature

 

 

«Não existe nenhum meio para influenciar os níveis deste gene nos humanos»
 
 
Gene relacionado com a obesidade faz ratinhos engordar, mesmo que comam menos
 
 
23.02.2009 - 09h29 
Clara Barata
 
Algumas pessoas podem comer hambúrgueres bem gordurosos toda a vida sem que estes alimentos hipercalóricos pareçam ter qualquer efeito sobre a sua silhueta.
 
Outros engordam só de olhar para eles - embora também os comam.
 
A constituição genética de cada um tem muito a ver com este mistério, e agora uma equipa de cientistas alemães compreendeu melhor como funciona um dos genes implicados na obesidade.
 
...
 
Continua:  static.publico.clix.pt/pesoemedida/noticia.aspx
 
 
 
Dados do estudo:

Título:
Inactivation of the Fto gene protects from obesity

Publicação:
Nature, publicado online a 22 de Fevereiro de 2009

Autores:
Julia Fischer, Linda Koch, Christian Emmerling, Jeanette Vierkotten, Thomas Peters, Jens C. Brüning, Ulrich Rüther.

 

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 08:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Domingo, 22 de Fevereiro de 2009

Inveja - identificada a área do cérebro ligada à inveja

 SAPO NOTÍCIAS

 

 

 Investigadores japoneses

identificam área do cérebro ligada à inveja

 

A pesquisa envolveu o estudo do comportamento de 19 pessoas, cujos cérebros foram monitorados por aparelhos de ressonância magnética
 

Uma equipa de cientistas japoneses conseguiu identificar a região do cérebro que controla o sentimento de inveja. A descoberta, divulgada pela edição on-line da BBC, poderá ajudar os profissionais da área de saúde a lidar melhor com pessoas que sofrem do problema.

«A inveja pode levar uma pessoa a praticar um acto destrutivo e até criminoso para conseguir o que deseja», explicou Hidehiko Takahashi, 37 anos, investigador-chefe do Departamento de Neuroimagem Molecular do Instituto Nacional de Ciência Radiológica, localizado no subúrbio da capital japonesa. «Ao entendermos como funciona esse mecanismo neurocognitivo poderemos prevenir e tratar esse tipo de conduta», disse o cientista à BBC Brasil.

A investigação, que durou um ano e meio, estudou o comportamento de 19 pessoas em boas condições de saúde. Durante as experiências, eles tiveram os cérebros monitorados por aparelhos de ressonância magnética.

«Antes de monitorarmos as actividades cerebrais, pedíamos aos participantes para se imaginarem integralmente nas situações descritas, como se fossem reais e estivessem a acontecer com eles», explicou Takahashi.

As pessoas eram induzidas a imaginar um cenário que envolvia outras três personagens. Duas delas seriam hipoteticamente mais capazes e inteligentes que os voluntários da pesquisa.

Quando os voluntários sentiam inveja, a parte do córtex dorsal anterior do cérebro era ativada. «Pessoas muito invejosas tendem a ter uma grande actividade nessa região do cérebro, que é responsável pela dor física e também é associada à dor mental», contou o pesquisador.

Os cientistas também perceberam que outra parte do órgão, o corpus striatum, que é associado a sentimento de alegria ao recebermos um prémio, por exemplo, era também estimulado quando as cobaias liam um capítulo que descrevia problemas com outras personagens. Segundo os especialistas, isto indica que as pessoas invejosas sentem mais prazer com a desgraça alheia.

O resultado da investigação foi publicado na última edição do "American Journal of Science".

2009-02-20
 

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 12:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 17 de Fevereiro de 2009

Ciência - Biodiversidade nos pólos

 

 

POLOS

 

 

Meio milhar de investigadores de todo o mundo fazem levantamento da biodiversidade nos pólos

 

 

 

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 13:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 12 de Fevereiro de 2009

Ciência - A maior máquina científica do mundo, o acelerador LHC europeu sofre novo adiamento

Diário de Notícias

11.02.09

 

Acelerador europeu

sofre novo adiamento

 

 

 

LUÍS NAVES
 
 

Física. A maior máquina científica do mundo, o acelerador LHC, continua a decepcionar os cientistas. O CERN anunciou um novo atraso nas operações, com as primeiras partículas em Setembro e as primeiras colisões só em Outubro

 

A maior máquina científica do mundo, o Grande Colisionador de Hadrões (Large Hadron Collider, LHC) só deverá funcionar de novo em Setembro de 2009, ou seja um ano depois da sua primeira e única experiência.

O gigantesco acelerador de partículas do Centro Europeu de Investigação Nuclear (CERN) custou 4 mil milhões de euros e levou 12 anos a construir. O custo foi dividido pelos 20 países que integram o projecto, incluindo Portugal.
A máquina consiste num enorme anel de 27 quilómetros, enterrado no solo, a cem metros de profundidade, perto de Genebra, na fronteira entre a França e a Suíça. O projecto científico europeu visa recriar as condições que existiam no universo pouco depois do Big Bang, há 13,7 mil milhões de anos.

A pausa até Setembro permitirá aos cientistas reparar completamente a avaria que ocorreu no ano passado, mas também dará tempo para instalar novos componentes de segurança e colocar todo o hélio necessário para refrigerar a máquina.

O primeiro feixe de partículas deverá circular em Setembro e as primeiras colisões estão previstas para Outubro. Os gestores do projecto dizem ter escolhido a abordagem mais prudente e que não compromete a componente da investigação.

Para compensar o tempo de paragem, os responsáveis pelo LHC pensam manter o acelerador de partículas a funcionar durante o inverno de 2009-2010, uma medida pouco habitual, já que estas infra-estruturas consomem enormes quantidades de energia.

O adiamento para Setembro segue-se a outros anúncios de atrasos no reinício dos trabalhos. O anterior calendário indicava que já em Julho as condutas do LHC estariam na temperatura operacional, muito perto do zero absoluto. O novo atraso é de pelo menos seis semanas.

Com base nos resultados da primeira experiência, os físicos sabem que o LHC funciona. Um feixe de protões é acelerado no anel por ímanes e depois colide com outro feixe. O percurso precisa de uma incrível precisão. O calcanhar de Aquiles está nos ímanes superarrefecidos. Em Setembro de 2008, uma sobrecarga eléctrica causou o derrame de várias toneladas de hélio, destruindo sensores. Para o tamanho da máquina, a avaria foi pequena, mas na física de partículas não há margem de erro.|
Publicado por bomsensoamiguinhos às 13:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 31 de Janeiro de 2009

Manuel Alegre fala em «dificuldade em investigar» em Portugal

Ver imagem em tamanho real

 

 

 

 

 

SOL

Sábado, 31 Janeiro 2009

 

 

Manuel Alegre

fala em «dificuldade em investigar» em Portugal

 

 

 

«Parece que em Portugal há dificuldade em investigar, as coisas demoram muito tempo e depois ninguém é acusado e ninguém é inocentado», disse Alegre, em declarações no Porto.
 
«Vive-se numa nebulosa e isso não é bom para a democracia. Este é o momento de fazer uma reflexão sobre isso», disse Manuel Alegre, à entrada para a cerimónia de inauguração da sede do Movimento de Intervenção e Cidadania (MIC), no Porto, uma iniciativa que surgiu após a candidatura do deputado socialista às Presidenciais.
 
«O que eu desejo é que não se instale nas pessoas a convicção de que a justiça não funciona e que a democracia não é adulta, porque isso é mau para a democracia», acrescentou.

 

Cont... sol.sapo.pt/PaginaInicial/Politica/Interior.aspx

 

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 23:30
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 20 de Janeiro de 2009

Mar dos Açores: o segredo da origem da vida - Investigação: Fontes hidrotermais profundas

 

CIÊNCIA - INVESTIGAÇÃO

 

Correio da Manhã

Terça-feira, 20 de Janeiro de 2009 - 2:32

 

03 Janeiro 2009 - 00h30
 
Investigação: Fontes hidrotermais profundas

 

 Hidrotermalismo de baixa profundidade é explorado no monte submarino D. João de Castro (Açores)
Hidrotermalismo de baixa profundidade
é explorado no monte submarino D. João de Castro (Açores)
 
 

 

 

 

Mar dos Açores: o segredo da origem da vida
 

Não dispomos de uma máquina do tempo que nos permita saber tudo sobre a origem da vida. Para animais e plantas, sobretudo para as que têm partes duras, temos o registo fóssil, mas para os primeiros microrganismos, seres unicelulares, não é tão simples obter pistas.
 

Pouco nos dizem como seria o ancestral comum a todos os seres vivos, que se crê ser um organismo amante do calor como as arqueas hipertermófilas (microrganismos unicelulares que, à semelhança das bactérias, não têm núcleo), que vivem nas fontes hidrotermais submarinas. Os cientistas acreditam que pelo estudo da vida nestas estruturas, que se encontram nas hidrotermais açorianas, se possa explicar a origem e evolução da vida na Terra.
 
As fontes hidrotermais localizam-se nas zonas de rifte, fossas tectónicas com centenas ou milhares de quilómetros de extensão na forma de um vale alongado com fundo plano. São o resultado dos movimentos combinados de falhas geológicas paralelas ou quase paralelas na planície oceânica, onde se regista um vulcanismo activo.
 
Actualmente, são conhecidas nos Açores cinco fontes hidrotermais (‘Lucky Strike’, descoberta em 1992, ‘Menez Gwen’, em 1994, ‘Rainbow’, em 1997, ‘Saldanha’, em 1998 e ‘Ewan’, em 2006), todas elas localizadas a sul do arquipélago açoriano, e a serem alvo de estudos científicos.
 
NA MIRA DA MEDICINA
 
Um dos objectivos da investigação científica nas fontes hidrotermais de profundidade é encontrar respostas para sectores como a Medicina e a indústria farmacêutica, que procuram descobrir propriedades anticancerígenas nesses organismos, que sobrevivem em condições extremas (libertação de gases e temperaturas elevadas). Ao adaptarem-se às condições dessas fontes, bactérias e outros organismos podem ter desenvolvido moléculas úteis à Medicina ou à indústria. Na biotecnologia, as fontes hidrotermais do mar profundo são vistas como um mundo admirável...
 
NOTAS
ROV 'LUSO'
 
O único equipamento português de prospecção do fundo do mar foi recentemente comprado pelo Ministério da Defesa. O ROV ‘Luso’ pode atingir os 6000 metros.
'ALVIN'
 
O submersível ‘Alvin’, da Infremer, que em 1979 mergulhou pela primeira vez no rifte dos Galápagos em busca de fontes hidrotermais, tem sido um dos mais activos nos Açores.
 
DORSAL MÉDIA OCEÂNICA
 
Nos locais onde as placas tectónicas divergem, produz-se novo fundo do mar. Quando as placas se afastam, criam um rifte (abertura). O magma ascende do manto através do rifte, formando vulcões e criando uma cadeia montanhosa submarina, chamada dorsal média oceânica.
 
ONDE É
 
A Dorsal Média Atlântica, a mais longa do mundo e fica no ponto onde as placas Eurásia e Africana estão a divergir da placa Norte-americana e Sul-americana.
 
Estende-se por 16 mil quilómetros desde o oceano Árctico até depois da extremidade sul da África.
 
É equidistante dos continentes que estão de ambos os lados do Atlântico e ergue-se 2000-4000 metros acima do fundo do mar.
 
Uma cadeia de vulcões percorre a sua extensão, nomeadamente na Islândia, onde uma erupção em 1963 criou uma nova ilha vulcânica, Surtsey. A ilha de Ascenção e os Açores ficam sobre a dorsal.
 
COMO ACONTECE
 
1. A água do mar penetra na crosta terrestre através das falhas que se abrem à medida que o fundo se expande, penetrando vários quilómetros na crusta recém-formada.
 
2. A água fria reage com a rocha quente perto do depósito de magma atingindo 350-400º centígrados.
 
3. Sobreaquecida, a água dissolve minerais das rochas por onde passa, incluindo enxofre, que forma ácido sulfídrico.
 
4. A água quente ascende através das fendas e é expelida pelas fontes sob a forma de névoa quente cheia de minerais.
 
A VIDA A MAIS DE 300º C
 
Aquecida pelo magma a água dissolve os minerais das rochas. Quando sai pelas fontes, é arrefecida pelo mar e faz os minerais separarem-se e formar algo parecido com nuvens de fumo, brancas (sílica e anidrite, um mineral branco) ou negras (partículas de sulfureto); outros minerais depositam-se e formam chaminés, que podem crescer 30 cm por dia.
 
Apesar da alta temperatura, muitos seres ali vivem, sem luz solar, com destaque para os vermes tubiformes. Podem ter dois metros de comprimento e a espessura de um braço humano. Não tem boca nem intestino. Tem dentro de uma bolsa corporal um órgão chamado trofosoma, cheio de aglomerados de bactérias.
 
As plumas branquiais carmesim do verme, que saem de um tubo rígido profundamente enterrado em fendas para se manterem na vertical, recolhem sulfuretos da água das fontes e as bactérias (que chegam a representar mais de metade do peso do corpo) usam-nos para produzir matéria orgânica, que o verme absorve.
 
Mário Gil

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 20:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 1 de Janeiro de 2009

Ciência - Portugal - Descobertas pelo Portugueses - Acontecimentos do Ano de 2008

 

DIÁRIO DE NOTÍCIAS

Edição em papel

Quarta, 31 de Dezembro de 2008

 

 

 

As novas descobertas portuguesas de 2008

  

Avanços.

Desde a utilização do papel como suporte de transístores a um gel que permite criar pilhas mais baratas, passando por investigações científicas, várias foram as descobertas dos cientistas nacionais no ano que agora termina

 
Descobertas no campo da micro-electrónica, desde o desenvolvimento de circuitos integrados transparentes à utilização do papel como suporte de transístores e de memória, destacam-se entre os avanços científicos do ano em Portugal.

Cientistas do Centro de Investigação de Materiais (CENIMAT) da Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) da Universidade Nova de Lisboa conseguiram, pela primeira vez, tornar o papel parte integrante de um transístor usando-o como isolante, em vez do tradicional silício. Da equipa faz parte Elvira Fortunato, cujo projecto Invisible - de produção de transístores e circuitos integrados transparentes com recurso a óxidos semi-condutores - lhe garantiu uma bolsa de 2,5 milhões de euros. Entre as explorações possíveis da tecnologia de baixo custo contam-se aplicações no campo da electrónica descartável, como ecrãs, etiquetas e pacotes inteligentes, chips de identificação ou aplicações médicas na área dos bio-sensores.

Já perto do final do ano, os mesmos cientistas anunciaram o desenvolvimento de um dispositivo de memória numa folha de papel que, accionada por corrente eléctrica, pode acumular grande quantidade de informação. O próximo passo, segundo os responsáveis pela investigação, será associar esta descoberta à do transístor e criar um dispositivo auto-sustentável e sem fios que permita não só guardar como transmitir informação. "No futuro", disse Rodrigo Martins à Lusa, "será possível abrir uma carta e ver e ouvir nela o remetente".

Noutro desenvolvimento, investigadores da FCT da Universidade Nova Lisboa e do Instituto Superior Técnico descobriram um novo material, a que chamaram gel iónico, que permitirá desenvolver pilhas e células de combustível mais baratas e mais amigas do ambiente. "Nas pilhas, por exemplo, o gel iónico poderá funcionar como electrólito e como eléctrodo, e, dada a sua versatilidade, será possível construí-las em qualquer superfície, até também numa folha de papel, bastando para isso imprimir o electrólito e os dois eléctrodos", afirmou Pedro Vidinha, um dos autores do trabalho.

Também este ano, Orfeu Bertolami, do Instituto Superior Técnico, resolveu o mistério das sondas Pioneer. O físico, cujo trabalho foi publicado na Physical Review, encontrou a solução para a inexplicável desaceleração das naves Pioneer 10 e 11, lançadas pela Nasa nos anos 70. A anomalia é causada pelas próprias fontes de energia das naves, que têm nela um efeito térmico desacelerador.

Já Mónica Dias e Tiago Outeiro receberam fundos de 50 mil euros anuais, durante três a cinco anos, da Organização Europeia de Biologia Molecular, para as suas investigações sobre o centrossoma, uma estrutura que regula a multiplicação das células e está frequentemente alterada no cancro, e para aprofundar o estudo das bases moleculares e celulares das doenças neurodegenerativas, como Parkinson e Alzheimer.
M.J.E. com LUSA

 

 

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 05:53
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 27 de Dezembro de 2008

Ciência Polar - Investigadores Portugueses - Estudo Alterações Climáticas na Antárctida

DN Online

Sábado, 27 de Dezembro de 2008

dn.sapo.pt/2008/12/27/ciencia/estudar_alteracoes_climaticas_antarc.html

 

Estudar as alterações climáticas na Antárctida

FILOMENA NAVES

 

Ciência polar. Gonçalo Vieira, coordenador do projecto português Permantar, cujo objectivo é estudar o solo gelado das ilhas Livingston e Deception, junto à península da Antárctida, fazendo medições de temperatura e análises de geomorfologia, está de partida para o Pólo Sul. Só regressa em Fevereiro

Investigadores portugueses estão em projectos no Pólo Sul

Na Antárctida é agora Verão, embora a temperatura não ultrapasse os 5 graus Celsius durante o dia. Para Gonçalo Vieira, investigador do Centro de Estudos Geográficos (CEG) da Universidade de Lisboa, este é o tempo certo para partir rumo às ilhas Livingston e Deception, nas Shetland do Sul, situadas junto à Península da Antárctida. Esta é a sua terceira campanha naquela região gelada do Sul do planeta, mas será a primeira como coordenador de um projecto financiado por Portugal (o Permantar) naquelas paragens. A partida está marcada para 3 de Janeiro

O objectivo da missão, que se prolonga até final de Fevereiro, está traçado. Juntamente com uma equipa espanhola da universidade de Alcalá de Henares, com a qual Gonçalo Vieira já trabalhou na mesma região, o investigador português vai aprofundar o trabalho que já ali realizou em anos passados.

 

Cont. dn.sapo.pt/2008/12/27/ciencia/estudar_alteracoes_climaticas_antarc.html

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 17:54
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 20 de Dezembro de 2008

Ciência - O Acontecimento do Ano

Portugal Diário
19-12-2008 - 13:24h
 
Sience - O acontecimento do ano
 
 
Revista destacou a possibilidade da produção de células estaminais por reprogramação de células humanas adultas
 
 
A possibilidade da produção de células estaminais por reprogramação de células humanas adultas, no desenvolvimento de um processo descoberto em 2006, foi considerada o acontecimento científico do ano pela redacção da revista norte-americana Science.
  
Para justificar a escolha da conversão de células adultas humanas em células estaminais pluripotentes induzidas (IPS no acrónimo em inglês) como acontecimento do ano, a Science explica que «augura novos avanços da Medicina que poderão salvar vidas».
 
Num comentário à Lusa, Domingos Henrique, chefe da Unidade de Biologia do Desenvolvimento do Instituto de Medicina Molecular (IMM) da Faculdade de medicina da Universidade de Lisboa, considerou a descoberta do mecanismo de produção das IPS tão importante «que não faltará muito tempo para que o seu autor, o japonês Shinya Yamanaka, ganhe um Prémio Nobel».

 

Cont. diario.iol.pt/tecnologia/science-investigacao-ciencia-celulas-estaminais/1025049-4069.html

Fonte: Portugal Diário

Publicado por bomsensoamiguinhos às 05:40
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 8 de Dezembro de 2008

Investigação

 

Sida. Luc Montagnier, que recebe na quarta- -feira o prémio Nobel da Medicina 2008, juntamente com Françoise Barré-Sinoussi, pela descoberta do vírus da sida, acredita que haverá vacina terapêutica em cinco anos ...

 

dn.sapo.pt/2008/12/08/ciencia/cinco_anos_para_vacina_terapeutica.html

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 18:29
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|

Contagem a partir do dia 17 de Dez de 2008

------------------------------

Deixe a Sua Sugestão...Opinião...Mensagem... ! :-)

Bom Senso "É conservar uma Atitude Harmonizada em momentos decisão..., conflito..., possuir a capacidade de evitar a prática de acções ou actos impensados no intuito de posteriormente não se sentir embaraço, arrependimento..." Bomsenso

ENVIE AS SUAS SUGESTÕES: Bomsensoamiguinhos@sapo.pt

GEOGLOBO

PENSAMENTO DO MOMENTO Anilady

Mercados Financeiros: Esp...

Pensamento - Investir na ...

Foi com Surpresa e Enorme...

Bomsenso - Crise Naciona...

O que é a Ética?

Bomsenso - Ética e Mentir...

Bomsenso - GUERRA - GAZA ...

Bomsenso - Dívida Externa...

TAGS

portugal(252)

actualidade(125)

2010(105)

crise(93)

2009(71)

crise económica(66)

pensamento(65)

economia(61)

portugueses(60)

vídeo(54)

cultura(53)

lisboa(52)

história(50)

crise financeira(49)

ciência(48)

2011(46)

videos(44)

portugal-bem(43)

português(43)

presidente da república(43)

conhecer portugal(40)

provérbio(40)

política(38)

actualidade política(37)

citações(37)

pensamentos(37)

cavaco silva(36)

interesse geral(33)

cavaco(31)

viajar cá dentro(31)

património(30)

turismo(30)

saúde(28)

democracia(27)

conhecimento(26)

foto(26)

frases(26)

música(26)

politicos(26)

recessão(26)

viagens(22)

desemprego(21)

estado da nação(21)

europa(21)

frase(21)

tourist(21)

25 de abril(20)

ética(20)

global(20)

investigação(20)

presidente(20)

arte(19)

obama(19)

actualidade económica(18)

fotos(18)

lisbon(18)

poesia(18)

portuguesa(18)

sociedade(18)

conduta(17)

eua(17)

finanças(17)

histórico(17)

neve(17)

poema(17)

porto(17)

portugueses em destaque(17)

revolução(17)

sismo(17)

ue(17)

barack obama(16)

crise politica(16)

frio(16)

cravos(15)

economia real(15)

educação(15)

escritor(15)

história de portugal(15)

movimento(15)

opinião(15)

revolução dos cravos(15)

terramoto(15)

1974(14)

imprensa(14)

militares(14)

photos(14)

poeta(14)

vermelhos(14)

bomsensoamiguinhos(13)

crianças(13)

défice(13)

desconfiança(13)

eleições(13)

forças armadas(13)

mapa(13)

cinema(12)

guerra(12)

museu(12)

otelo saraiva carvalho(12)

photo(12)

todas as tags

PESQUISAR NO BLOG:

 

Visitas desde 17-12-2008

Facebook

Auxiliar Memória Do Mundo

Cria o teu cartão de visita
    follow me on Twitter
    blogs SAPO
    RSS