SÃO NESTE MOMENTO :

Outubro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

ARQUIVO

PESQUISAR NO BLOG:

 

POST RECENTES

Assalariados e pensionist...

Portugal - DE FÁTIMA A ÓB...

Património - Hospital D. ...

Património cultural - Leg...

Pensamento - História - P...

Portugal - Porto - Patrim...

Portugal - Porto - Patrim...

Mapa - Porto

Megalitico - Portugal

Poema - FLORBELA ESPANCA ...

Lamego - Por Este Rio Aci...

LAMEGO - A Nossa História...

Portugal - Património - V...

PATRIMÓNIO - Lisboa - Rel...

Portugal - Lisboa - músic...

Mar dos Açores: o segredo...

Portugal - Património - M...

Portugal - Portugal Natio...

Portugal - Cultura - Calo...

Portugal - Património - V...

Portugal - Cultura - Muse...

Mosteiro do Jerônimos - U...

Portugal - Casa-Museu Dr....

Portugal - Guimarães - Be...

Assembleia da República -...

História - Faz Hoje Anos ...

Portugal - Porto - Patrim...

Portugal - Sete Maravilha...

Portugal deixa morrer pat...

Portugal - Lisboa - Cultu...

LINKS

PESQUISAR NO BLOG:

 

Outubro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

O MUNDO É PEQUENO

Bem Vindo a este Espaço :-)

Sexta-feira, 15 de Outubro de 2010

Assalariados e pensionistas vão pagar a conta

Público

 

Assalariados e pensionistas vão pagar a conta

Quinze anos de combate a sério à evasão fiscal tornariam PEC "evitável"

13.10.2010 - 08:19 Por João Ramos de Almeida

 

 

<p>Vários estudos passaram pelas Finanças sem aplicação prática</p>
Vários estudos passaram pelas Finanças sem aplicação prática

(Pedro Cunha)

 

 

Os números oficiais mostram que o Programa e Estabilidade e Crescimento (PEC) anunciado está mal repartido entre grupos sociais.

 

 

O investidor Joe Berardo já assumiu que não será tocado. Os cortes nos benefícios fiscais (BF) das empresas pouco contribuem. Pouco se sabe ainda sobre o imposto sobre a banca. 

Muito do desequilíbrio advém da urgência. O Governo - sob pressão externa - cortou na massa de contribuintes. Mas será possível encontrar outras fontes de receita que evitassem os cortes nos grandes montantes orçamentais da função pública, das despesas sociais e dos impostos indirectos que recaem sobre toda a população? 

A resposta é afirmativa. Os dados da DGCI mostram que a evasão e fraude fiscal esconde elevados montantes por tributar e que os sucessivos governos perderam década e meia para combatê-las. Cortar os meios de fuga poderia ter evitado grande parte do PEC anunciado, caso tivesse havido vontade para avançar por aí. 

Tributação do património

Em Abril de 1999, António Guterres incumbiu Medina Carreira de apresentar uma reforma da tributação do património, mobiliário e imobiliário. Mas Guterres recuou e apenas aceitou a tributação dos prédios urbanos. Mas nem isso avançou.

 

Em 2003, o Governo PSD aprovou a reavaliação apenas dos imóveis urbanos vendidos. Os 11 milhões de prédios rústicos ficaram de fora e até agora apenas uma parte dos 6 milhões de imóveis urbanos foi reavaliada. A actualização das matrizes prediais não foi feita e não será cumprida a meta de 2013. O Governo está contra tributar as grandes fortunas. Mas por pressão do PP, um Governo PS acabou com o imposto sucessório e substituiu-o por imposto de selo. Resultado: grande parte da riqueza não é tributada.

IRS mantém concentração

Em 1996, os rendimentos dos assalariados e pensionistas pagavam 86 por cento da receita do IRS. Os independentes, os agrícolas, industriais, comerciantes, donos de prédios, de capitais e mais-valias pagavam os restantes 14 por cento. Em 2008, a concentração agravou-se: os assalariados e pensionistas já pagam 92 por cento de todo o IRS. Apenas este ano se aceitou tributar as mais-valias mobiliárias. Resultado: todo o rendimento além dos salários e pensões consegue facilmente fugir à tributação.

IRC esburacado pela evasão

Em 1994, só um terço das 200 mil sociedades pagava IRC. Em 2007, apenas 36 por cento das 379 mil empresas declararam actividade para pagar IRC. Mas cerca de 15 por cento pagaram o famoso pagamento especial por conta. Ou seja, mesmo com o pagamento especial, metade das empresas nada pagou. Em 1994, metade da receita de IRC foi paga por 123 empresas e, em 1995, quase 96 por cento das 200 mil sociedades (até 500 mil contos de facturação) pagaram 17 por cento da receita de IRC. Mas em 2007, os mesmos 96 por cento das empresas (até 2,5 milhões de euros de proveitos) pagaram 21 por cento da receita do IRC. Cresce o número de empresas com prejuízos, repercutindo-se nos lucros futuros. Entre 1989 e 1996, foram 35 mil milhões de euros de prejuízos fiscais (78 por cento do lucro tributável). De 1997 a 2002, mais 52,9 mil milhões (56 por cento do lucro tributável). E só nos cinco anos de 2003 a 2007 somaram 44 mil milhões (37 por cento do lucro tributável). Só este ano o Parlamento reduziu de 6 para 4 anos o número de exercícios em que se pode abater aos resultados. Resultado: um universo significativo das empresas não paga imposto, mas continua a existir.

Sinais exteriores de riqueza

Após dez anos de aplicação da Lei 30-G que penaliza as manifestações de fortuna, o Fisco continua sem acesso directo à informação que permite aplicá-la. A IGF criticou o Governo por nunca ter estabelecido a ligação directa entre o Fisco e as conservatórias do registo predial e do automóvel. O controlo dos barcos e aviões particulares é defeituoso. A própria lei dificulta a cobrança e o Fisco não fiscaliza - por ordem superior - barcos ou aeronaves. Resultado: nem as fortunas manifestadas no consumo são acompanhadas.

Métodos indiciários

Se a empresa omite facturação, o Fisco pode estimar a actividade por métodos indirectos, através dos "indicadores objectivos de base técnico-científica". Foram sugeridos pela comissão Silva Lopes em 1996, à semelhança de outros países. Estão na Lei Geral Tributária desde 1998, mas nunca foram aplicados, por pressão dos empresários. PS e PSD foram hesitando e adiando. O actual secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Sérgio Vasques, admitiu que o OE de 2011 trará novidades. Resultado: elevados rendimentos não foram tributados por falta de métodos de tributação. 

Benefícios fiscais

Sousa Franco, ex-ministro das Finanças de Guterres, criticou os governos por cederem à pressão dos lobbies nos BF. Passados 15 anos, os dirigentes do Fisco queixam-se do desvirtuamento dos BF, sem que a lei mude. A própria IGF tem feito auditorias e concluiu que os BF e isenções fiscais (SGPS, por exemplo) são usados apenas por grupos económicos (em 2007, os fundos de investimento movimentaram 39 mil milhões de euros e pagaram de imposto 242 milhões de euros). As medidas de combate ao planeamento fiscal agressivo de 2007 foram frouxas, o Governo cedeu às pressões e Sérgio Vasques afirma-se insatisfeito. Resultado: milhares de milhões de euros conseguem evitar a tributação.

Sigilo bancário e fiscal

Dois tabus que unem os partidos à direita e as associações empresariais, mas que não existem em países como a Suécia. Os governos foram lentamente evoluindo. Desde ser contra, em 1995 - o ministro Sousa Franco foi o autor do sigilo bancário na década de 70 quando o jornal O diário divulgou as dívidas bancárias de Sá Carneiro -, até hoje, em que está previsto um mecanismo de acesso a saldos bancários de todos os contribuintes. No sigilo fiscal, a posição evoluiu de um "não" até se aceitar a divulgação das dívidas fiscais de quem já ultrapassou todas as fases de execução fiscal. Resultado: a evasão fiscal beneficia do sigilo.

 

 

http://economia.publico.pt/Noticia/quinze-anos-de-combate-a-serio-a-evasao-fiscal-tornariam-pec-evitavel_1460724

 

 

 


 

Artigos com interesse

 

FMI, Capítulo 4,

Transmissão da crise financeira dos países riscos para os emergentes

(em inglês, pdf)

http://static.publico.clix.pt/docs/economia/fmic4.pdf

 

FMI, Capítulo 3,

Crise e Recuperação

(em inglês, pdf)

http://static.publico.clix.pt/docs/economia/fmic3.pdf

:
Publicado por bomsensoamiguinhos às 22:33
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 11 de Maio de 2009

Portugal - DE FÁTIMA A ÓBIDOS - Património - Video

 

DE FÁTIMA A ÓBIDOS

 

 

 

Visit Portugal - A trip into the world of faith and legends

 

Fátima is a world-famous pilgrimage site that receives visitors of all nationalities. Once in the region visit also the Monsatery of Alcobaça, a World Heritage Site, and Óbidos, a precious medieval walled village.
Publicado por bomsensoamiguinhos às 08:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 10 de Fevereiro de 2009

Património - Hospital D. Estefânia - Rainha D. Estefânia

 

 

Rainha D. Estefânia

Rainha D. Estefânia por Sohn

 

Rainha D. Estefânia
1860, óleo sobre tela 185 x 139 cm, 
Palácio Nacional da Ajuda, Lisboa, Portugal

 

 

Quadro de Carl Ferdinand Sohn (1805-1867),

pintor que retratou diversas famílias reais europeias.

D. Estefânia  casou com o rei D. Pedro V em 18 de Maio de 1858.
 
 
Fonte:
Isabel da Silveira Godinho (coord.)
D. Luís I, Duque do Porto e Rei de Portugal - Catálogo,
2.ª ed., Lisboa, Palácio Nacional da Ajuda, 1990

 

⇔⇔⇔

 

 

 

O Hospital de Dona Estefânia

 

(HDE)

 

é um hospital central,

 

especializado no atendimento materno-infantil

 

integrado no grupo dos Hospitais Civis de Lisboa (HCL),

 

sendo a unidade de referência em pediatria,

 

para a zona sul do país e ilhas.

 

 

Lisboa

 

 

 

 

Rua Jacinta Marto, 1169-045 Lisboa

 

 

Entradas:
Rua Jacinta Marto
 Acesso à emergência durante 24 horas
Rua Dona Estefânia
Acesso restrito a peões das 8:00 às 18:00 horas
 
Telefone: 21 312 66 00
Linha Azul: 21 312 66 80 (emergência)
Fax: 21 312 66 67
e-mail:hdestefania@hdestefania.min-saude.pt

 

 

O Hospital de Dona Estefânia
está situado na zona central da cidade de Lisboa,
na freguesia de São Jorge de Arroios,
no quarteirão urbano definido pela
Rua Dona Estefânia, Rua Jacinta Marto, Rua José Estevão e
Travessa da Escola Araújo
 
 

www.hdestefania.min-saude.pt/hde_frames_pr.htm

 

⇔⇔⇔

 

HISTÓRIA

www.hdestefania.min-saude.pt/hde_frames_pr.htm

 

 ⇔⇔⇔

 

BLOG:

campanhapelohde.blogspot.com/

 

 

APOIAR E DEFENDER O
HOSPITAL DONA ESTEFÂNIA E UM NOVO HOSPITAL PEDIATRICO PARA LISBOA!
 
 
ESTÁ EM CURSO UM PROCESSO DE ENCERRAMENTO
DO HOSP. DONA ESTEFÂNIA:
 
ESSE FÓRUM É UM INSTRUMENTO DE ORGANIZAÇÃO PELA NÃO DESTRUIÇÃO DESTE HOSPITAL.ASSINA E DIVULGA O ABAIXO ASSINADO E O MANIFESTO!!!
 
Por um Novo Hospital Pediátrico para Lisboa Petition
FAVOR DAS CRIANÇAS DOENTES
- É UMA NOVA PETIÇÃO
DIRIGIDA À ASSEMBLEIA DE REPUBLICA E À CAMARA MUNICIPAL DE LISBOA
"Por um novo Hospital Pediátrico para Lisboa"
http://www.PetitionOnline.com/18772008



Leia o texto, assine e divulgue a contactos de e-mail, colegas e amigos.

Seja solidário com os mais pequenos que ainda não têm voz!

- Caros amigos que acreditam na criança como o maior património do nosso futuro colectivo

- Caros amigos que não aceitam que, com a extinção do Hospital de Dona Estefânia em 2012), as crianças deixem de ter o seu Hospital dedicado e passem a ser assistidas em conjunto com os adultos no futuro Hospital geral de Chelas (Hospital de Todos os Santos)
 
- Caros simpatizantes da causa de um novo Hospital Pediátrico de Lisboa

Por razões prioritariamente financeiras, as crianças de Lisboa e do Sul do Pais vão perder o seu Hospital Pediátrico (Hospital de Dona Estefânia) e ser encaminhadas para um sector integrado num Hospital geral a construir em Chelas.

Adultos e crianças doentes vão ai partilhar muitos espaços, salas de espera, gabinetes de técnicas e vários profissionais que tratarão indiscriminadamente idosos de longo idade e de seguida bébes de semanas e meses, por vezes muito prematuros.

Contra esta situação, quase 80.000 cidadãos assinaram uma primeira petição dirigida ao Sr Presidente da Républica e também entregue ao Ministério da Saúde.
 
 
Apesar disso, os projectos continuaram inalterados.

Terão de ser os adultos de hoje a voz das crianças que ainda não nasceram, as que se encontram em gestação e as ainda de tenra idade que irão encontrar um hospital geral com adultos como local onde futuramente serão tratadas se sofrerem de doenças raras ou muito graves ou complexas.

Por favor, assine e divulgue esta petição da melhor forma que puder.

Tentemos mais uma vez sensibilizar os governantes e responsáveis, que felizmente vão inaugurar um novo Hospital Pediátrico para as crianças de Coimbra em 2009, para essa necessidade também em Lisboa.

Um minuto seu agora pode significar muito para as criança doentes de amanhã.

Agradecimentos da
Plataforma Cívica em Defesa do Património do Hospital de Dona Estefânia e de um Novo Hospital Pediátrico em Lisboa

Por um Novo Hospital Pediátrico para Lisboa Petition

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 20:30
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|

Património cultural - Legislação - A presente lei estabelece as bases da política e do regime de protecção e valorização do património cultural

 

DATA: Sábado, 8 de Setembro de 2001
NÚMERO: 209/01 SÉRIE I-A
EMISSOR: Assembleia da República
DIPLOMA/ACTO: Lei n.º 107/01
SUMÁRIO: Estabelece as bases da política e do regime de protecção e valorização do património cultural
PÁGINAS DO DR: 5808 a 5829
TEXTO:  

 
A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea c) do artigo 161.º da Constituição, para valer como lei geral da República, o seguinte:
 
 
TÍTULO I
 
Dos princípios basilares
Artigo 1.º

Objecto 

 

  1. A presente lei estabelece as bases da política e do regime de protecção e valorização do património cultural, como realidade da maior relevância para a compreensão, permanência e construção da identidade nacional e para a democratização da cultura.
  2. A política do património cultural integra as acções promovidas pelo Estado, pelas Regiões Autónomas, pelas autarquias locais e pela restante Administração Pública, visando assegurar, no território português, a efectivação do direito à cultura e à fruição cultural e a realização dos demais valores e das tarefas e vinculações impostas, neste domínio, pela Constituição e pelo direito internacional.
Artigo 2.º
Conceito e âmbito do património cultural
  1. Para os efeitos da presente lei integram o património cultural todos os bens que, sendo testemunhos com valor de civilização ou de cultura portadores de interesse cultural relevante, devam ser objecto de especial protecção e valorização.
  2. A língua portuguesa, enquanto fundamento da soberania nacional, é um elemento essencial do património cultural português.
  3. O interesse cultural relevante, designadamente histórico, paleontológico, arqueológico, arquitectónico, linguístico, documental, artístico, etnográfico, científico, social, industrial ou técnico, dos bens que integram o património cultural reflectirá valores de memória, antiguidade, autenticidade, originalidade, raridade, singularidade ou exemplaridade.
  4. Integram, igualmente, o património cultural aqueles bens imateriais que constituam parcelas estruturastes da identidade e da memória colectiva portuguesas.
  5. Constituem, ainda, património cultural quaisquer outros bens que como tal sejam considerados por força de convenções internacionais que vinculem o Estado Português, pelo menos para os efeitos nelas previstos.
  6. Integram o património cultural não só o conjunto de bens materiais e imateriais de interesse cultural relevante, mas também, quando for caso disso, os respectivos contextos que, pelo seu valor de testemunho, possuam com aqueles uma relação interpretativa e informativa.
  7. O ensino, a valorização e a defesa da língua portuguesa e das suas variedades regionais no território nacional, bem como a sua difusão internacional, constituem objecto de legislação e políticas próprias.
  8. A cultura tradicional popular ocupa uma posição de relevo na política do Estado e das Regiões Autónomas sobre a protecção e valorização do património cultural e constitui objecto de legislação própria.

     

Artigo 3.º
Tarefa fundamental do Estado
  1. Através da salvaguarda e valorização do património cultural, deve o Estado assegurar a transmissão de uma herança nacional cuja continuidade e enriquecimento unirá as gerações num percurso civilizacional singular.
  2. O Estado protege e valoriza o património cultural como instrumento primacial de realização da dignidade da pessoa humana, objecto de direitos fundamentais, meio ao serviço da democratização da cultura e esteio da independência e da identidade nacionais.
  3. O conhecimento, estudo, protecção, valorização e divulgação do património cultural constituem um dever do Estado, das Regiões Autónomas e das autarquias locais.

...

 Continua: www.ipa.min-cultura.pt/legis/legis_e_reguls/folder/lei_org_n

Ministério da Cultura

 

Aprovada em 17 de Julho de 2001.
O Presidente da Assembleia da República, António de Almeida Santos.
Promulgada em 22 de Agosto de 2001.
Publique-se.
O Presidente da República, JORGE SAMPAIO.
Referendada em 30 de Agosto de 2001.
O Primeiro-Ministro, António Manuel de Oliveira Guterres

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 12:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|

Pensamento - História - Património

 João José Brandão Ferreira
 

 Em: forum.ship.pt/

 

 

“A História é Património Comum.
 
 Por isso,
 
 Não Devemos Deixá-la Cair em Más Mãos.”
 

Georges Duby
(Filosofo francês
em entrevista concedida
ao “L’Express” de 14/2/92)

 

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 08:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 7 de Fevereiro de 2009

Portugal - Porto - Património

 

PORTO

 

 

 

 

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 16:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|

Portugal - Porto - Património

 

Porto

 

 

 

 

Cidade do Porto (2008)
http://jorgetavares.planetaclix.pt 
 
 
 
 
 
 
 
 Imagens da Internet
 
Publicado por bomsensoamiguinhos às 13:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|

Mapa - Porto

 

PORTO

 

 

 

 

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 11:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 5 de Fevereiro de 2009

Megalitico - Portugal

Portugal

Evora, Alentejo

 

 

 


Visited twice with olive harvest group.
From Wikipedia:
 

The Almendres Cromlech megalithic complex near Guadalupe, Évora, Portugal, is one of the earliest public monuments. It is the largest existing group of structured menhirs in the Iberian Peninsula, and one of the largest in Europe.
 

This megalithic monument originally consisted of more than one hundred monoliths, some of which have been taken away for other uses. A recent dig showed that the complex had undergone several building phases during the neolithic period (5000 - 4000 b.c.).
It was found rather late, in 1964.

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 16:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 2 de Fevereiro de 2009

Poema - FLORBELA ESPANCA - Árvores do Alentejo

 

 

 

Árvores do  Alentejo

 

 

Horas mortas... Curvada aos pés do Monte
A planície é um brasido e, torturadas,
As árvores sangrentas, revoltadas,
Gritam a Deus a benção duma fonte!

E quando, manhã alta, o sol posponte
A oiro a giesta, a arder, pelas estradas,
Esfíngicas, recortam desgrenhadas
Os trágicos perfis no horizonte!

Árvores! Corações, almas que choram,
Almas iguais à minha, almas que imploram
Em vão remédio para tanta mágoa!

Árvores! Não choreis! Olhai e vede:
Também ando a gritar, morta de sede,
Pedindo a Deus a minha gota de água!

 

 Florbela Espanca

 

 
  
Fotos retirada da Internet
 

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 16:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 27 de Janeiro de 2009

Lamego - Por Este Rio Acima

 

 

Lamego

 

 

 

 

Por Este Rio Acima - Lamego

 

 Distrito de Viseu

Retirado da Internet

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 11:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|

LAMEGO - A Nossa História Tem Futuro

 

 

LAMEGO

 Distrito de Viseu

 

Castelo de Lamego
Foto da Internet

 

 

A Nossa História Tem Futuro

 

 

 

 

 

Património Histórico de Lamego

 

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 09:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 23 de Janeiro de 2009

Portugal - Património - Video

 

P O R T U G A L

 

 

Beautiful Portugal
 
 
Beautiful pictures to show you a little of my country! Hope you like it! ;)
SaraFJLeal
12 de novembro de 2007
 
Video Sugerido

 

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 13:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|

PATRIMÓNIO - Lisboa - Relógio do Cais do Sodré volta a dar hora legal aos lisboetas

  

Relógio do Cais do Sodré

 

 

 

 

 

Cais do Sodré - Linha Verde

 

 

 ⇔⇔⇔

 

 

 

 DESTAK

Foto: DR

DR

PATRIMÓNIO
Relógio do Cais do Sodré volta a dar hora legal aos lisboetas
 
22 | 01 | 2009   08.10H
 
Avariado desde 2001, o regresso do relógio de pala curva representa uma viagem ao início do século passado.
 
Inês Santinhos Gonçalves | igoncalves@destak.pt
 
O relógio do Cais do Sodré, que durante 87 anos marcou a hora legal portuguesa, vai voltar a funcionar.
 
Em 2001 foi retirado para reparação, mas nunca regressou, mantendo-se apenas como objecto de decoração. No espaço deixado em branco podiam ler-se as palavras «em manutenção» mas as esperanças de que o centenário relógio de pala curva voltasse à vida eram poucas. A Administração do Porto de Lisboa (APL) chegou mesmo a dizer, em 2006, que a reparação era demasiado cara.
 
No entanto, a espera parece ter chegado ao fim. Ao Destak, a APL explicou que já concluiu o processo que permitiu a instalação e sincronização do relógio pela hora legal portuguesa, através dos servidores existentes no Observatório Astronómico de Lisboa (OAL).
 
Para que isso fosse possível foi disponibilizado um software específico que foi instalado num computador, cujo relógio interno é acertado pelos servidores NTP (Network Time Protocol) do OAL. Foram realizados testes de falha de energia e confirmado que quando esta é reposta o relógio acerta automaticamente.
 
Essencial à navegação
 
O relógio, o primeiro de hora legal em Portugal, chegou ao Cais do Sodré em 1914. Esta localização não foi escolhida em vão: dali era possível informar as embarcações que deixavam o estuário do Tejo da hora precisa, que era depois utilizada para que fossem acertados os cronómetros marítimos, instrumentos essenciais para a navegação.
 
O mecanismo estava encarregado de marcar a hora exacta e servir de referência aos pilotos, que por aí confirmavam o estado dos seus cronómetros.
 
O relógio tinha um papel essencial já que os cronómetros marítimos, fundamentais para a medida da longitude no mar, não podem ser acertados como os relógios vulgares.
 
O objectivo é conseguir determinar o desfasamento em relação à hora, subtraindo-se ou adicionando-se depois os minutos e segundos necessários.
 
www.destak.pt/artigos.php
 
 
 
 

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 08:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 22 de Janeiro de 2009

Portugal - Lisboa - música (Fado Mouraria) por Rao Kyao

 LISBOA

 

 

 

 Fotografia de Lisboa, música (Fado Mouraria) por Rao Kyao

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 08:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 20 de Janeiro de 2009

Mar dos Açores: o segredo da origem da vida - Investigação: Fontes hidrotermais profundas

 

CIÊNCIA - INVESTIGAÇÃO

 

Correio da Manhã

Terça-feira, 20 de Janeiro de 2009 - 2:32

 

03 Janeiro 2009 - 00h30
 
Investigação: Fontes hidrotermais profundas

 

 Hidrotermalismo de baixa profundidade é explorado no monte submarino D. João de Castro (Açores)
Hidrotermalismo de baixa profundidade
é explorado no monte submarino D. João de Castro (Açores)
 
 

 

 

 

Mar dos Açores: o segredo da origem da vida
 

Não dispomos de uma máquina do tempo que nos permita saber tudo sobre a origem da vida. Para animais e plantas, sobretudo para as que têm partes duras, temos o registo fóssil, mas para os primeiros microrganismos, seres unicelulares, não é tão simples obter pistas.
 

Pouco nos dizem como seria o ancestral comum a todos os seres vivos, que se crê ser um organismo amante do calor como as arqueas hipertermófilas (microrganismos unicelulares que, à semelhança das bactérias, não têm núcleo), que vivem nas fontes hidrotermais submarinas. Os cientistas acreditam que pelo estudo da vida nestas estruturas, que se encontram nas hidrotermais açorianas, se possa explicar a origem e evolução da vida na Terra.
 
As fontes hidrotermais localizam-se nas zonas de rifte, fossas tectónicas com centenas ou milhares de quilómetros de extensão na forma de um vale alongado com fundo plano. São o resultado dos movimentos combinados de falhas geológicas paralelas ou quase paralelas na planície oceânica, onde se regista um vulcanismo activo.
 
Actualmente, são conhecidas nos Açores cinco fontes hidrotermais (‘Lucky Strike’, descoberta em 1992, ‘Menez Gwen’, em 1994, ‘Rainbow’, em 1997, ‘Saldanha’, em 1998 e ‘Ewan’, em 2006), todas elas localizadas a sul do arquipélago açoriano, e a serem alvo de estudos científicos.
 
NA MIRA DA MEDICINA
 
Um dos objectivos da investigação científica nas fontes hidrotermais de profundidade é encontrar respostas para sectores como a Medicina e a indústria farmacêutica, que procuram descobrir propriedades anticancerígenas nesses organismos, que sobrevivem em condições extremas (libertação de gases e temperaturas elevadas). Ao adaptarem-se às condições dessas fontes, bactérias e outros organismos podem ter desenvolvido moléculas úteis à Medicina ou à indústria. Na biotecnologia, as fontes hidrotermais do mar profundo são vistas como um mundo admirável...
 
NOTAS
ROV 'LUSO'
 
O único equipamento português de prospecção do fundo do mar foi recentemente comprado pelo Ministério da Defesa. O ROV ‘Luso’ pode atingir os 6000 metros.
'ALVIN'
 
O submersível ‘Alvin’, da Infremer, que em 1979 mergulhou pela primeira vez no rifte dos Galápagos em busca de fontes hidrotermais, tem sido um dos mais activos nos Açores.
 
DORSAL MÉDIA OCEÂNICA
 
Nos locais onde as placas tectónicas divergem, produz-se novo fundo do mar. Quando as placas se afastam, criam um rifte (abertura). O magma ascende do manto através do rifte, formando vulcões e criando uma cadeia montanhosa submarina, chamada dorsal média oceânica.
 
ONDE É
 
A Dorsal Média Atlântica, a mais longa do mundo e fica no ponto onde as placas Eurásia e Africana estão a divergir da placa Norte-americana e Sul-americana.
 
Estende-se por 16 mil quilómetros desde o oceano Árctico até depois da extremidade sul da África.
 
É equidistante dos continentes que estão de ambos os lados do Atlântico e ergue-se 2000-4000 metros acima do fundo do mar.
 
Uma cadeia de vulcões percorre a sua extensão, nomeadamente na Islândia, onde uma erupção em 1963 criou uma nova ilha vulcânica, Surtsey. A ilha de Ascenção e os Açores ficam sobre a dorsal.
 
COMO ACONTECE
 
1. A água do mar penetra na crosta terrestre através das falhas que se abrem à medida que o fundo se expande, penetrando vários quilómetros na crusta recém-formada.
 
2. A água fria reage com a rocha quente perto do depósito de magma atingindo 350-400º centígrados.
 
3. Sobreaquecida, a água dissolve minerais das rochas por onde passa, incluindo enxofre, que forma ácido sulfídrico.
 
4. A água quente ascende através das fendas e é expelida pelas fontes sob a forma de névoa quente cheia de minerais.
 
A VIDA A MAIS DE 300º C
 
Aquecida pelo magma a água dissolve os minerais das rochas. Quando sai pelas fontes, é arrefecida pelo mar e faz os minerais separarem-se e formar algo parecido com nuvens de fumo, brancas (sílica e anidrite, um mineral branco) ou negras (partículas de sulfureto); outros minerais depositam-se e formam chaminés, que podem crescer 30 cm por dia.
 
Apesar da alta temperatura, muitos seres ali vivem, sem luz solar, com destaque para os vermes tubiformes. Podem ter dois metros de comprimento e a espessura de um braço humano. Não tem boca nem intestino. Tem dentro de uma bolsa corporal um órgão chamado trofosoma, cheio de aglomerados de bactérias.
 
As plumas branquiais carmesim do verme, que saem de um tubo rígido profundamente enterrado em fendas para se manterem na vertical, recolhem sulfuretos da água das fontes e as bactérias (que chegam a representar mais de metade do peso do corpo) usam-nos para produzir matéria orgânica, que o verme absorve.
 
Mário Gil

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 20:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|

Portugal - Património - MUSEU NACIONAL DOS COCHES

 LISBOA

 

MUSEU NACIONAL DOS COCHES

 

Imagem do Museu Nacinal de Etnologia

 

COCHE da EMBAIXADA ao PAPA CLEMENTE XI - da Coroação de Lisboa

 

COCHE da EMBAIXADA ao PAPA CLEMENTE XI - da Coroação de Lisboa

 

 

Museu Nacional dos Coches
Praça Afonso de Albuquerque
1300-044 LISBOA
Telefone: (351) 213 610 850
Fax: (351) 213 632 503
mncoches@ipmuseus.pt

 

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 13:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|

Portugal - Portugal National Geographic - Património - Video

 

P O R T U G A L

YouTube

Portugal National Geographic

Publicado por bomsensoamiguinhos às 08:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|

Portugal - Cultura - Calouste Sarkis Gulbenkian (1869 - 1955)

 O Coleccionador

 

Calouste Sarkis Gulbenkian (1869 - 1955)



Nasceu em Scutari, actualmente Üsküdar (Istambul) a 29 de Março de 1869, numa família de abastados comerciantes arménios.

 

Educado na escola local até aos treze anos, estudou em Marselha e posteriormente no King's College em Londres, diplomando-se com distinção no Department of Engineering and Applied Sciences (1887).

 

Em 1902 adquiriu a cidadania britânica.

 

A sua vida profissional foi vocacionada para a indústria do petróleo, desempenhando um papel primordial no seu desenvolvimento no Médio Oriente. 
 

 

www.museu.gulbenkian.pt/coleccionador.asp

 

 

Museu Calouste Gulbenkian
Avenida de Berna, 45-A
1067 Lisboa
Tel.: (+351) 217.823.000
 

 

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 01:59
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 19 de Janeiro de 2009

Portugal - Património - Video

 

P O R T U G A L

 

 

Photos of Portugal set to original piano music

YouTube

 

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 08:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 16 de Janeiro de 2009

Portugal - Cultura - Museu Nacional de Arqueologia

 

Museu Nacional de Arqueologia

 



Museu Nacional de Arqueologia 

 

Instalado no Mosteiro do Jerónimos

 

 

 

Contém Achados Arqueológicos Nacionais

referentes à pré-história e às

épocas romana, visigótica, árabe e

medieval

 

    Cabeceira de sepultura

 

 

PÁGIINA OFICIAL

www.mnarqueologia-ipmuseus.pt/

 

Morada:
Museu Nacional de Arqueologia
Praça do Império. 1400 - 206 LISBOA

Telefone:
(351) 213620000

Fax:
(351) 213620016

E-mail:
mnarq.info@imc-ip.pt
 

 

 

mapa de Lisboa

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 16:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|

Mosteiro do Jerônimos - Uma das Maravilhas de Portugal

 MOSTEIRO DOS JERÓNIMOS

 

 

 

 

 LISBOA

 

 

 

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 08:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 14 de Janeiro de 2009

Portugal - Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves

NOTÍCIAS SAPO

noticias.sapo.pt/infolocal/artigo/908201.html

 

 

 

Casa-Museu
por descobrir em
Lisboa
 
12 de Janeiro de 2009, 16:47
 
Junto à Maternidade Alfredo da Costa, na zona de Picoas, em Lisboa, «esconde-se» a Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves. Um edifício mandado construir pelo pintor José Malhoa e que alberga, entre outros destaques, uma das melhores colecções de porcelana chinesa para os séculos XVI e XVII.

 

 ⇔⇔⇔

 

PÁGINA OFICIAL

 

Casa Museu - Dr. Anastácio Gonçalves

 

 www.cmag-ipmuseus.pt/

 

 

Contactos:

Avenida 5 de Outubro, 6-8 1050-055 Lisboa

Telefone:
+ 351 21 354 08 23
21 354 09 23

Fax:
+ 351 21 354 87 54

E-mail:
cmag@ipmuseus.pt

 

⇔⇔⇔

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 16:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|

Portugal - Guimarães - Berço de Portugal

 

 

 

 

 

GUIMARÃES

 

 

 

 

O Castelo de Guimarães

foi mandado construir em meados do Sec. X.

 

 

 

Este Monumento Nacional

é um dos mais representativos do imaginário medieval português.

 

 

 

GUIMARÃES

 

 

 

 

  

Publicado por bomsensoamiguinhos às 08:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 13 de Janeiro de 2009

Assembleia da República - Livraria Parlamentar

 

 

 

Livraria Parlamentar

 

 

 

 

 

A Livraria Parlamentar

é um espaço aberto ao público

 

está aberta todos os dias úteis,

das 9h às 18h

 

e no último sábado de cada mês

das 14h às 18h.

 
 
 
 Livraria Parlamentar
Palácio de S. Bento - 1249-068 Lisboa
Tel:  21 3919353       
Fax: 21 3917006
 
Publicado por bomsensoamiguinhos às 02:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
|

Contagem a partir do dia 17 de Dez de 2008

------------------------------

Deixe a Sua Sugestão...Opinião...Mensagem... ! :-)

Bom Senso "É conservar uma Atitude Harmonizada em momentos decisão..., conflito..., possuir a capacidade de evitar a prática de acções ou actos impensados no intuito de posteriormente não se sentir embaraço, arrependimento..." Bomsenso

ENVIE AS SUAS SUGESTÕES: Bomsensoamiguinhos@sapo.pt

GEOGLOBO

PENSAMENTO DO MOMENTO Anilady

Mercados Financeiros: Esp...

Pensamento - Investir na ...

Foi com Surpresa e Enorme...

Bomsenso - Crise Naciona...

O que é a Ética?

Bomsenso - Ética e Mentir...

Bomsenso - GUERRA - GAZA ...

Bomsenso - Dívida Externa...

TAGS

portugal(252)

actualidade(125)

2010(105)

crise(93)

2009(71)

crise económica(66)

pensamento(65)

economia(61)

portugueses(60)

vídeo(54)

cultura(53)

lisboa(52)

história(50)

crise financeira(49)

ciência(48)

2011(46)

videos(44)

portugal-bem(43)

português(43)

presidente da república(43)

conhecer portugal(40)

provérbio(40)

política(38)

actualidade política(37)

citações(37)

pensamentos(37)

cavaco silva(36)

interesse geral(33)

cavaco(31)

viajar cá dentro(31)

património(30)

turismo(30)

saúde(28)

democracia(27)

conhecimento(26)

foto(26)

frases(26)

música(26)

politicos(26)

recessão(26)

viagens(22)

desemprego(21)

estado da nação(21)

europa(21)

frase(21)

tourist(21)

25 de abril(20)

ética(20)

global(20)

investigação(20)

presidente(20)

arte(19)

obama(19)

actualidade económica(18)

fotos(18)

lisbon(18)

poesia(18)

portuguesa(18)

sociedade(18)

conduta(17)

eua(17)

finanças(17)

histórico(17)

neve(17)

poema(17)

porto(17)

portugueses em destaque(17)

revolução(17)

sismo(17)

ue(17)

barack obama(16)

crise politica(16)

frio(16)

cravos(15)

economia real(15)

educação(15)

escritor(15)

história de portugal(15)

movimento(15)

opinião(15)

revolução dos cravos(15)

terramoto(15)

1974(14)

imprensa(14)

militares(14)

photos(14)

poeta(14)

vermelhos(14)

bomsensoamiguinhos(13)

crianças(13)

défice(13)

desconfiança(13)

eleições(13)

forças armadas(13)

mapa(13)

cinema(12)

guerra(12)

museu(12)

otelo saraiva carvalho(12)

photo(12)

todas as tags

PESQUISAR NO BLOG:

 

Visitas desde 17-12-2008

Facebook

Auxiliar Memória Do Mundo

Cria o teu cartão de visita
    follow me on Twitter
    blogs SAPO
    RSS