Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Auxiliar de Memória de Acontecimentos do Mundo onde Vivemos

Bom Senso "É conservar uma Atitude Harmonizada em momentos decisão..., conflito..., possuir a capacidade de evitar a prática de acções ou actos impensados no intuito de posteriormente não se sentir embaraço, arrependimento..." Bomsenso

Bom Senso "É conservar uma Atitude Harmonizada em momentos decisão..., conflito..., possuir a capacidade de evitar a prática de acções ou actos impensados no intuito de posteriormente não se sentir embaraço, arrependimento..." Bomsenso

Auxiliar de Memória de Acontecimentos do Mundo onde Vivemos

30
Mar09

Combate à corrupção - dificuldades

bomsensoamiguinhos

 RTP

Combate à corrupção

defronta dificuldades na produção de prova

 

 

 

O Juiz de instrução Carlos Alexandre considera que o combate à corrupção só terá sucesso se os arguidos forem confrontados no julgamento com os depoimentos do inquérito. O magistrado responsável por casos como o Freeport, Portucale e BPN afirma ser muito dificil obter prova, a começar pelas dificuldades colocadas durante as buscas.

 

 

29
Mar09

Porto - Tragédia da Ponte das Barcas - Segundo Centenário

bomsensoamiguinhos

  RTP

2009-03-29 10:36:24


Segundo Centenário

  

da

 

"Tragédia da Ponte das Barcas"


 

 

 

 

Morreram quatro mil pessoas há 200 anos,

no Rio Douro, num acontecimento que ficou conhecido como

"tragédia da ponte das barcas".

 

Uma fuga da população à invasão francesa gerou o pânico na cidade.

 


 

 

 

28
Mar09

Amália - Fado - Com que Voz - Luis Camoes

bomsensoamiguinhos

 

 

 

 

 "Com Que Voz" is Amália at her best . In this 1970 album She sings poems by some of the greatest Portuguese-speaking poets of all time, ( Luis Camoes for this song ) . The music was composed by, Alain Oulman, of French-Portuguese origin. The result is sheer poetry, sheer magic, considered by some critics as the finest album ever recorded in Portugal. Com Que Voz

 

 

Luis Camoes - Alain Oulman

 

Com que voz chorarei meu triste fado,
que em tão dura paixão me sepultou.
Que mor não seja a dor que me deixou
o tempo, de meu bem desenganado.

 

Mas chorar não estima neste estado
aonde suspirar nunca aproveitou.
Triste quero viver, poi se mudou
em tisteza a alegria do passado.

 

Assim a vida passo descontente,
ao som nesta prisão do grilhão duro
que lastima ao pé que a sofre e sente.

De tanto mal, a causa é amor puro,
devido a quem de mim tenho ausente,
por quem a vida e bens dele aventuro.

 

Pág. 1/4

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

ESPAÇOS DO AUTOR

====================== INFORMAÇÃO GLOBAL PANDEMIA - LINKS UTEIS ======================

  • ======================

GRIPE HUMANA DE ORIGEM SUíNA, AVIÁRIA, PANDEMIA -> LINKS ÚTEIS

GRIPE HUMANA (Aviária e Pandemia) Ministérios Outros Países

PRESIDENTE DA REPÚBLICA

PESSOAS ADMIRÁVEIS

LEGISLAÇÃO

=> DIREITOS HUMANOS

INSTITUIÇÕES NACIONAIS

SIC-Soc. Informação e Conhecimento

FINANÇAS / IMPOSTOS

UE - INST. EUROPEIAS

Finanças,Gestão, Economia...

INSTITUIÇÕES BANCÁRIAS

MÚSICOS E MÚSICAS

Imprensa / Informação

ONLINE - RÁDIO / TV / Imagens

EDITORES

ESPAÇOS CULTURAIS

LIVRARIAS

DADOS HISTÓRICOS

LIVREIROS / ALFARRABISTAS

ESPAÇOS AMIGOS

ESPAÇOS SUGERIDOS

VALEU A PENA CONHECER

RESTAURANTES

-> V I O L Ê N C I A

MEDICINA DENTÁRIA

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D