Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Auxiliar de Memória de Acontecimentos do Mundo onde Vivemos

Bom Senso "É conservar uma Atitude Harmonizada em momentos decisão..., conflito..., possuir a capacidade de evitar a prática de acções ou actos impensados no intuito de posteriormente não se sentir embaraço, arrependimento..." Bomsenso

Bom Senso "É conservar uma Atitude Harmonizada em momentos decisão..., conflito..., possuir a capacidade de evitar a prática de acções ou actos impensados no intuito de posteriormente não se sentir embaraço, arrependimento..." Bomsenso

Auxiliar de Memória de Acontecimentos do Mundo onde Vivemos

21
Jul11

Cimeira de Líderes da Zona EURO - Juros do empréstimo europeu a Portugal podem descer até à taxa de 3,5%

bomsensoamiguinhos

ECONÓMICO

 Quinta, 21 de Julho 11 

 

Reacção

Juros dos prazos mais curtos dos periféricos caem a pique

 

 

As ‘yields’ das obrigações de Portugal, da Grécia e da Irlanda estão em forte queda, com as novidades que estão a sair da cimeira do euro.

A cimeira de líderes da zona euro prepara-se para adoptar um corte dos juros sobre os empréstimos do Fundo Europeu de Estabilização Financeira (FEEF) concedidos à Grécia, à Irlanda e Portugal, que pode chegar a 3,5%, e aumentar a média das maturidades das ajudas de 7,5 para 15 anos.

Além disso, o FEEF vai poder comprar dívida no mercado secundário a título excepcional e com base numa avaliação do Banco Central Europeu (BCE).

As novidades sobre o plano para resolver a crise de dívida europeia, que constam do projecto de conclusões da cimeira extraordinária da zona euro, estão a provocar uma forte queda nos indicadores de risco de Portugal, da Grécia e da Irlanda.

O juro das obrigações do Tesouro (OT) gregas a dois anos, por exemplo, afunda mais de 400 pontos para 34,005%, depois de esta manhã ter superado os 40%, próximo de um recorde desde a entrada na zona euro. A taxa a cinco anos alivia mais de 100 pontos para 19,775%. Com uma descida menos acentuada, o juro das OT a dez anos recua 84 pontos para 16,492%.

Na mesma linha, a 'yield' dos títulos de dívida da Irlanda a um ano desce mais de 200 pontos para 12,277%, ao mesmo tempo que as taxas das maturidades a dois e três anos recuam mais de 160 pontos para 20,180% e 18,774%, respectivamente.

No caso de Portugal, os juros a dois e três anos perdem 150 pontos para 17,120% e 18,001%, respectivamente. Já a taxa da maturidade a dez anos recua apenas 27 pontos para 11,636%.

Risco de bancarrota afunda

O alívio da tensão sobre Portugal, Grécia e Irlanda é também visível nos preços dos CDS, que funcionam como uma espécie de seguro que os investidores pagam para se protegerem de um cenário de incumprimento por parte de um país.

No que toca à Grécia, o preço dos CDS sobre OT a cinco anos está hoje a diminuir 355 pontos base para 2.027 pontos. É a descida mais expressiva, segundo o monitor da Bloomberg que acompanha a actividade de 59 países.

No mesmo sentido, os preços dos CDS da Irlanda e de Portugal aliviam mais de 150 pontos base para 912 e 946 pontos, respectivamente.

10
Jul11

Mafra / Festival do Pão / 9.ª SINFONIA DE BEETHOVEN

bomsensoamiguinhos

 

 

Basílica - Mafra

 

 

  

9.ª SINFONIA DE BEETHOVEN


http://www.cm-mafra.pt/cultura/noticia.asp?noticia=1719


 

Integrando-se na programação do “Festival do Pão”, a Câmara Municipal promove, no próximo dia 10 de Julho, às 22 horas, um concerto coral sinfónico, na Basílica de Mafra. A entrada é livre. 

 

 

Sob a direcção de Christopher Bochmann, o concerto conta com as interpretações da Orquestra Sinfónica Juvenil, Coro da Universidade de Lisboa, Coro do Instituto Gregoriano de Lisboa, Sandra Medeiros (soprano), Laryssa Savechenko (contralto), João Queirós (tenor) e Armando Possante (barítono). 

Saiba mais sobre a obra interpretada:

“É de crer que o projecto de compor uma sinfonia com coros tenha assediado o espírito de Beethoven muito antes da eclosão deste Nona Sinfonia: não nos esqueçamos de que em 1807 o músico tinha admitido a hipótese de concluir com um coro religioso aSinfonia “Pastoral”, nem de que certas prefigurações melódicas da Nona são detectáveis numa obra como a Fantasia para piano, orquestra e coros, de 1808 – que podemos mesmo considerar como que uma espécie de esboço. Por outro lado, sabemos que, desde 1793, Beethoven imaginava pôr em música, “verso a verso”, a Ode à Alegria de Schiller – que viria finalmente a coroar a Nona Sinfonia. Enfim, não será inútil assinalar que esta Nona Sinfonia, terminada mais de dez anos depois da Oitava, foi amadurecida durante muito tempo (com numerosos esquissos desde 1817-1818) e longamente elaborada: empreendida por alturas do Verão de 1822, a partitura foi dada como concluída somente em Fevereiro de 1824 (anotemos que imediatamente antes fora concluída, em 1823, a Missa Solemnis – com a qual se aparenta, sem contestação, o finale daNona). A estreia foi a 7 de Maio de 1824, em Viena, sob a regência do compositor, com um êxito considerável. A partitura seria editada em 1826, pela casa Schott, em Mainz, com a dedicatória “A Sua Majestade o Rei da Prússia, Frederico-Guilherme III”. A cópia manuscrita endereçada ao soberano foi conservada na Biblioteca Real de Berlim.
Os quatro andamentos são intitulados: Allegro ma non troppo; Molto vivace; Adagio molto e cantabile; Presto.”
In Tranchefort, François-René – Guia da Música Sinfónica

Para mais informações sobre a restante programação do “Festival do Pão”, consulte o link existente na primeira página deste site.

 

 

 

 

 

 

FESTIVAL DO PÃO
8, 9 e 10 de Julho

Jardim do Cerco, Mafra

 

http://www.cm-mafra.pt/festival/index.asp

 

 

EM PERMANÊNCIA


8 de Julho (15h00-24h00)
9 de Julho (16h00-24h00)
10 de Julho (16h00-22h00)

 

PROGRAMA ESPECÍFICO

8 de Julho

  • 15h00-18h00 | Tarde infantil
  • 19h00-23h30 | Feira Saloia | Actuações e Animações Históricas comRanchos Folclóricos

9 de Julho

  • 09h00-13h00 | Passeio pedestre
  • 17h00-19h00 | Tarde de contos tradicionais com António Fontinha (mediante inscrição no local)
  • 16h00-19h00 | 21h00-23h30 | Feira Saloia | Actuações e Animações Históricas com Ranchos Folclóricos
  • 22h00 | Arruada no Terreiro D. João V com Gaitareal – Gaiteiros de Mafra

10 de Julho

  • 16h30-19h00 | Oficina de Artes Plásticas
  • 16h00-20h00 | Feira Saloia | Actuações e Animações Históricas comRanchos Folclóricos
  • 22h00 | 9.ª Sinfonia “Coral” de Beethoven (Hino da Alegria) na Basílica de Mafra
06
Jul11

Morreu esta tarde Maria José Nogueira Pinto, de 59 anos

bomsensoamiguinhos

 

 

Maria José Nogueira Pinto

 

 

Maria José Nogueira Pinto

 

 

 

 

 

 

Maria José Nogueira Pinto, de 59 anos, deputada independente eleita pelas listas do PSD e ex-candidata à liderança do CDS PP morreu esta tarde na sua casa de Lisboa, vítima de cancro no pâncreas.

 

Na actual legislatura, Maria José Nogueira Pinto esteve presente nas duas primeiras sessões plenárias, referentes à eleição da presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves, não tendo já comparecido à discussão do Programa do Governo, quinta e sexta-feira da semana passada.

Jurista de formação, licenciou-se pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. Foi investigadora no Gabinete de Estudos Rurais da Universidade Católica Portuguesa e exerceu diversos cargos em instituições públicas e privadas, nomeadamente como vice-presidente do Instituto Português de Cinema, directora da Maternidade Alfredo da Costa, membro do Conselho Consultivo da Fundação Calouste Gulbenkian, representante de Portugal na Secretaria de Cooperação Ibero-Americana e provedora da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

Entrou na política em 1992, como subsecretária de Estado da Cultura do XII Governo Constitucional, dirigido por Cavaco Silva. Em ruptura com Pedro Santana Lopes, demitiu-se um ano depois. 

 

 

Em 1996 aderiu ao Partido Popular, pelo qual era já deputada (independente) na Assembleia da República, desde 1995. Em 1998 disputou a sucessão do CDS-PP a Manuel Monteiro, acabando derrotada no congresso que elegeu Paulo Portas como líder nacional. Foi presidente do Grupo Parlamentar e do Conselho Nacional do CDS-PP e, em 2005, candidatou-se a presidente da Câmara Municipal de Lisboa. Até 2007 exerceu o cargo de vereadora da Habitação Social, em Lisboa. Em 2009 integrou as listas do PSD para a Assembleia da República.

Durante a doença, Maria José Nogueira Pinto manteve os seus comentários habituais na SIC Notícias e continuou a escrever um artigo no jornal Diário de Notícias. Foi, ainda, autora do livro “o Direito da Terra”, colaboradora da Enciclopédia Jurídica e da Enciclopédia Luso-Brasileira, do Jornal Expresso, Público, A Capital, Diário Económico, RTP e SIC.


Era casada com Jaime Nogueira Pinto, de quem tem três filhos, Eduardo, Catarina e Teresa.


@SAPO

http://noticias.sapo.pt/info/artigo/1165840.html

 

 

Morreu Maria José Nogueira Pinto (SAPO)Óbito

Morreu Maria José Nogueira Pinto (SAPO)

A deputada do PSD e ex-candidata à liderança do CDS-PP, de 59 anos, morreu esta tarde vítima de cancro no pâncreas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

ESPAÇOS DO AUTOR

====================== INFORMAÇÃO GLOBAL PANDEMIA - LINKS UTEIS ======================

  • ======================

GRIPE HUMANA DE ORIGEM SUíNA, AVIÁRIA, PANDEMIA -> LINKS ÚTEIS

GRIPE HUMANA (Aviária e Pandemia) Ministérios Outros Países

PRESIDENTE DA REPÚBLICA

PESSOAS ADMIRÁVEIS

LEGISLAÇÃO

=> DIREITOS HUMANOS

INSTITUIÇÕES NACIONAIS

SIC-Soc. Informação e Conhecimento

FINANÇAS / IMPOSTOS

UE - INST. EUROPEIAS

Finanças,Gestão, Economia...

INSTITUIÇÕES BANCÁRIAS

MÚSICOS E MÚSICAS

Imprensa / Informação

ONLINE - RÁDIO / TV / Imagens

EDITORES

ESPAÇOS CULTURAIS

LIVRARIAS

DADOS HISTÓRICOS

LIVREIROS / ALFARRABISTAS

ESPAÇOS AMIGOS

ESPAÇOS SUGERIDOS

VALEU A PENA CONHECER

RESTAURANTES

-> V I O L Ê N C I A

MEDICINA DENTÁRIA

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D