Outubro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

ARQUIVO

PESQUISAR NO BLOG:

 

POST RECENTES

Frio deverá gelar Europa

Neve e frio paralisam a E...

Cimeira de Copenhaga

Ciência - restos fossiliz...

O ano ‘mais branco’ do So...

LINKS

PESQUISAR NO BLOG:

 

Outubro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31
Quinta-feira, 7 de Janeiro de 2010

Frio deverá gelar Europa

 RTP

2010-01-07 20:37:59

 

 

 

Frio
deverá gelar Europa
durante as próximas semanas
 
 
 
 
Os meteorologistas prevêem que a vaga de frio polar na Europa se mantenha por mais duas semanas. A vaga de frio está a provocar o caos em diversos aeroportos, estradas e portos do continente, com as temperaturas a descerem abaixo dos 40 graus negativos na Suécia.

 

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 23:01
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
Domingo, 20 de Dezembro de 2009

Neve e frio paralisam a Europa

 

SAPO NOTÍCIAS

20 de Dezembro de 2009, 15:46

 

Neve e frio
paralisam a Europa em vésperas do Natal
 

 

 

 

 

 

Milhares de europeus ficaram bloqueados em comboios, estações, estradas e aeroportos este domingo devido à queda de neve e à onda de frio que assola o continente e já provocou a morte de vários sem-abrigo.

A temperatura atingiu os 33,6ºC negativos, na madrugada de sábado, na Baviera (sul da Alemanha).
Na Polónia, 15 pessoas morreram no sábado.
Em França, onde a madrugada deste domingo foi uma das mais frias do ano, com -24ºC a leste do país, um desempregado de 36 anos foi encontrado morto na sua caravana perto de Arras (norte), assim como um sem-abrigo polaco em Marselha (sul).
Dois homens, de 19 e 43 anos, foram encontrados mortos no sudeste da Áustria.
Na Alemanha, o corpo de um sem-abrigo de 46 anos foi descoberto em Mannheim, no sudoeste do país.
A circulação dos comboios Eurostar entre Londres e Paris, bloqueada desde a noite de sexta-feira e que obrigou 2.000 pessoas a passar a noite no túnel da Mancha, continua paralisada este domingo.
"Ainda é cedo para dizer se os comboios voltarão a funcionar amanhã (segunda-feira)", declarou uma porta-voz da empresa. Segundo a Eurostar, 24.000 pessoas estão actualmente retidas dos dois lados do Canal da Mancha.
Outros comboios de alta velocidade (TGV, sigla em francês) de França circulavam a 220 km/h na manhã deste domingo, em vez de atingirem os mais de 300 km/h habituais. O tráfego ferroviário continuava muito perturbado no norte da França, na Bélgica, na Holanda e na Áustria.
Os aeroportos de Bruxelas, Charleroi e Liège, na Bélgica, pararam de funcionar por causa da neve.
O tráfego no aeroporto de Dusseldorf, terceiro mais importante da Alemanha, foi encerrado hoje devido a fortes nevões, informaram as autoridades aeroportuárias.
No Reino Unido, a operadora BAA alertou para o risco de atrasos e cancelamentos em Heathrow, o maior aeroporto do país. O aeroporto de Manchester (norte da Inglaterra), anunciou o seu encerramento no fim da manhã.
Em Paris, no aeroporto internacional de Roissy-Charles-de-Gaulle, 40% dos vôos previstos da parte da manhã deste domingo foram cancelados preventivamente no sábado, assim como 20% dos vôos previstos para a tarde.
O frio e a neve também atingiram o sul da Europa. Várias regiões do norte e do centro de Portugal estão em estado de alerta e o tráfego aéreo continuava muito perturbado no aeroporto internacional de Madeira.
AFP/SAPO

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 19:37
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos

Cimeira de Copenhaga

DN -  19 Dez 2009

 

 
Controvérsias Científicas
e as razões para a
Urgência
 
LUÍS NAVES

 

 

Controvérsias científicas e as razões para a urgência

 

A opinião pública tem motivos para desconfiar da informação sobre alterações climáticas: o assunto é complexo, e a contaminação política aumentou a confusão. O Inverno frio parece desmentir a ideia de aquecimento global.

 

A urgência política da Cimeira de Copenhaga tem a ver com acu- mulação de provas científicas sobre alterações climáticas que resultam da acção do homem. Existe aumento do teor de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera e das temperaturas globais, mas a politização da informação criou grande confusão na opinião pública.

 

As manifestações de ambientalistas radicais a baterem-se à porta da cimeira ou o Inverno frio não ajudaram a esclarecer as pessoas. No fundo, Copenhaga serve para discutir a aceleração da criação de uma nova economia, que dependerá menos da queima de combustíveis fósseis. A questão está em saber se a transição virá a tempo de evitar uma subida descontrolada das temperaturas do planeta.

 

Os cépticos das mudanças climáticas afirmam que há explicações benévolas para os dados científicos. Nas vésperas da cimeira de Copenhaga, foram divulgados mails roubados a cientistas por elementos desconhecidos. E a leitura sugeriu uma conspiração fraudulenta para provar o aquecimento global.

 

Os autores dos mails explicaram que estes estavam descontextualizados, mas isso não foi suficiente para evitar o escândalo mediático, o chamado climategate. A direita republicana americana aproveitou para tentar desacreditar a política da Casa Branca de propor cortes modestos na produção de gases com efeito de estufa.

 

Em tudo isto, onde estão os mitos e os factos?

 

Vejamos alguns dos conceitos que têm sido mais referidos:

 

Efeito de estufa
 

Este efeito está na origem do aquecimento do planeta. Parte da energia solar é reflectida e regressa ao espaço, outra fatia é absorvida pelas nuvens; 55% atravessam a atmosfera e 4% são ainda reflectidas pela superfície. Esta última parcela deveria regressar ao espaço, mas as suas radiações infravermelhas são absorvidas pelos gases com efeito de estufa, sendo os mais importantes o dióxido de carbono e metano, ambos com abundante produção humana após a revolução industrial do século XVIII.

 

A desflorestação e queima de combustíveis fósseis também contribuíram para aumentar o fenómeno. Um dos grupos mais perigosos de gases com efeito de estufa, os clorofluorocarbonos, viram o consumo mundial ser reduzido por um acordo que serviu para reparar a camada de ozono.

Em 1700, a concentração atmosférica de dióxido de carbono era de 280 partes por milhão; hoje, é superior a 380. O metano também está a crescer depressa, o que será agravado com o degelo do permafrost setentrional. Os cientistas não têm dúvidas: mais dióxido de carbono e metano é igual a maior absorção da energia solar, logo, a maior temperatura.

 

Temperaturas

 

O estudo do clima é feito por medições sistemáticas introduzidas em modelos de computador. São também usados métodos indirectos, nomeadamente sobre a composição atmosférica em núcleos de gelo que podem recuar 800 mil anos, além de alterações em certos locais. Todo o conjunto confirma a noção de alterações rápidas da temperatura. Os modelos sugerem um aumento entre 1 e 3 graus Celsius na temperatura média global.

 

Números compilados pela NASA, disponíveis em

 

http://data.giss.nasa.gov/gistemp/,

 

mostram um aquecimento gradual até à década de 50, onde se encontram os valores com menor desvio da média, seguindo-se um aquecimento mais rápido, com anomalias de 6 e 7 décimas de grau centígrado na actual década. Em 120 anos, as temperaturas médias parecem ter crescido quase um grau centígrado.

 

Os dados não indicam que 1998 tenha sido o ano mais quente, seguido de arrefecimento. Pelo contrário. A actual década foi a mais quente e 2005 o pior ano. Existe outra série de temperaturas, a da universidade britânica agora contestada no caso dos mails, mas o aumento de temperaturas é nesta série ligeiramente inferior ao da NASA.

 

Calotes polares
 

Os cépticos têm sustentado, sem dados sólidos, que a Terra aquece porque o Sol estará numa fase mais quente; outros falam em arrefecimento e dizem que os gelos da Antárctida estão a ficar mais espessos. Há quem afirme que houve aumento nas manchas solares (o que indicaria maior calor) ao longo dos últimos séculos, mas o estudo do Sol é recente e os dados antigos sobre manchas não são fiáveis. Os cientistas dizem que nos últimos 50 anos a actividade do Sol foi estável e, portanto, não está ali a explicação para o aumento recente das temperaturas.

 

Em relação ao gelo, há provas de que o Árctico derrete a ritmo elevado e de que a Antárctida arrefeceu meio grau centígrado entre 1957 e 2006. Há estudos mais antigos que indicam um aquecimento da península Antárctida e arrefecimento no interior do continente.

 

É importante perceber que as mudanças climáticas podem causar arrefecimento de certas regiões, invernos frios, e a Europa é um dos candidatos a tal fenómeno, caso seja interrompida a circulação da corrente no Atlântico Norte, responsável pelo clima ameno dos países europeus. Além do aumento do nível dos oceanos, as mudanças climáticas vão produzir mais fenómenos extremos, como tempestades e secas. O planeta estará entre mais frio e mais quente, terá oscilações de temperatura brutais, haverá quebras na produção agrícola, falta de água potável. É esta a urgência de Copenhaga.


Publicado por bomsensoamiguinhos às 07:45
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
Domingo, 8 de Fevereiro de 2009

Ciência - restos fossilizados de serpentes de dimensões gigantescas

 

DIÁRIO DE NOTÍCIAS

 

06.02.09

CIÊNCIA

 

 

 

Cobra fóssil descoberta era a maior do mundo


NUNO GALOPIM

 

Paleontologia. Achado confirma dados sobre modelos climáticos

A 'Titanoboa' media 13 metros e vivia na floresta tropical colombiana

Uma equipa de paleontólogos descobriu os restos fossilizados de serpentes de dimensões gigantescas que viveram na floresta tropical colombiana entre há 58 e 60 milhões de anos.
A Titanoboa cerrejonensis, como foi entretanto classificada, media 13 metros de comprimento e pesava 1 135 quilos. As características das vértebras fósseis encontradas revelaram semelhanças morfológicas com as das Boa constrictor. A descoberta faz desta serpente a maior alguma vez identificada e é relatada pela revista Nature.

A Titanoboa ultrapassa em tudo as dimensões das serpentes dos nossos dias. São conhecidas cobras pitão com comprimento próximas dos dez metros e anacondas com pouco mais de sete metros, entre ambas sendo hoje reconhecidas as maiores espécies de serpentes vivas.

Dadas as características biológicas destas serpentes, cujo metabolismo depende muito das condições de temperatura do meio onde viviam, a descoberta dos fósseis da Titanoboa cerrejonensis sugere que, há 58 milhões de anos, a temperatura na floresta tropical na região deveria oscilar entre os 30 e 34 graus centígrados. Este modelo enquadra-se nas estimativas já antes feitas para os modelos climáticos do Paleocénico, a época na qual esta serpente viveu.

Estes resultados reafirmam que haveria diferenças de temperatura entre as regiões tropicais e as zonas de clima temperado semelhantes às actuais. "Encontrámos uma serpente e esta transformou-se depois num enorme termómetro", sublinha o paleontólogo Jason Head, da Universidade de Toronto em declarações à Nature.

A descoberta localizou restos de vértebras de 28 indivíduos numa mina de carvão em Cerrejón. A localidade contribuiu para o "baptismo" da serpente: a Boa "titânica" de Cerrejón. Com a 'Nature'
Publicado por bomsensoamiguinhos às 12:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 26 de Janeiro de 2009

O ano ‘mais branco’ do Sol ameaça a Terra

CM

27 Dezembro 2008 - 00h30

 

O ano ‘mais branco’ do Sol ameaça a Terra

 

O Sol já tem a morte anunciada quando se transformar numa anã branca. Muito antes, daqui a 7590 milhões de anos, a Terra será engolida, depois de Mercúrio e Vénus, sem apelo nem agravo.

 

D.R.  O Sol já tem a morte anunciada quando se transformar numa anã branca. ‘Muito’ antes, daqui a 7590 milhões de anos, a Terra será ‘engolida’, depois de Mercúrio e Vénus, sem apelo nem agravo.


 

 
 
 
Actividade solar: Um ano sem manchas
 

O Sol, a estrela que nos aquece e ilumina, atravessa um inquietante período de acalmia.

 

Há perto de três anos que poucas manchas e raras erupções solares caracterizam um astro que se tem revelado em constante mutação, sujeito às perturbações mais extremas. Só no início do passado mês, o Sol parece ter timidamente despertado da sua letargia com umas escassas e pequenas manchas, mas foi ‘sol de pouca dura’. Dizem os cientistas que, por enquanto, está tudo dentro das normas históricas do ciclo solar.

De facto, sabe-se que o Sol apresenta ciclos de actividade com uma periodicidade média de 11 anos (o período não é perfeitamente regular e pode oscilar entre os nove e os 14 anos) e parece que um novo ciclo solar poderá estar a começar.
 
 
O seu período de mínimo solar está a durar mais tempo do que devia, mas para os físicos solares que analisam rotineiramente esses ciclos desde há séculos, ainda não é grave: o mínimo mais prolongado de que se tem registo é o Mínimo de Maunder (1645-1715), que durou um incrível período de 70 anos. Este longo período de acalmia coincidiu com uma Pequena Idade do Gelo, uma série de Invernos extraordinariamente duros no Hemisfério Norte da Terra, sobretudo na Europa.
 
Por razões que ninguém entende, o ciclo de manchas solares voltou no início do séc. XVIII e continuou desde então com o familiar período de 11 anos. Porque os físicos solares não compreendem o que motivou o Mínimo de Maunder ou exactamente como influiu no clima da Terra, há o receio de que um período semelhante esteja a acorrer de novo .

 

Cont.  www.correiomanha.pt/noticia.aspx

Publicado por bomsensoamiguinhos às 21:00
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos

Contagem a partir do dia 17 de Dez de 2008

------------------------------

Deixe a Sua Sugestão...Opinião...Mensagem... ! :-)

Bom Senso "É conservar uma Atitude Harmonizada em momentos decisão..., conflito..., possuir a capacidade de evitar a prática de acções ou actos impensados no intuito de posteriormente não se sentir embaraço, arrependimento..." Bomsenso

ENVIE AS SUAS SUGESTÕES: Bomsensoamiguinhos@sapo.pt

PENSAMENTO DO MOMENTO Anilady

Mercados Financeiros: Esp...

Pensamento - Investir na ...

Foi com Surpresa e Enorme...

Bomsenso - Crise Naciona...

O que é a Ética?

Bomsenso - Ética e Mentir...

Bomsenso - GUERRA - GAZA ...

Bomsenso - Dívida Externa...

TAGS

portugal(252)

actualidade(125)

2010(105)

crise(93)

2009(71)

crise económica(66)

pensamento(65)

economia(61)

portugueses(60)

vídeo(54)

cultura(53)

lisboa(52)

história(50)

crise financeira(49)

ciência(48)

2011(46)

videos(44)

portugal-bem(43)

português(43)

presidente da república(43)

conhecer portugal(40)

provérbio(40)

política(38)

actualidade política(37)

citações(37)

pensamentos(37)

cavaco silva(36)

interesse geral(33)

cavaco(31)

viajar cá dentro(31)

património(30)

turismo(30)

saúde(28)

democracia(27)

conhecimento(26)

foto(26)

frases(26)

música(26)

politicos(26)

recessão(26)

viagens(22)

desemprego(21)

estado da nação(21)

europa(21)

frase(21)

tourist(21)

25 de abril(20)

ética(20)

global(20)

investigação(20)

presidente(20)

arte(19)

obama(19)

actualidade económica(18)

fotos(18)

lisbon(18)

poesia(18)

portuguesa(18)

sociedade(18)

conduta(17)

eua(17)

finanças(17)

histórico(17)

neve(17)

poema(17)

porto(17)

portugueses em destaque(17)

revolução(17)

sismo(17)

ue(17)

barack obama(16)

crise politica(16)

frio(16)

cravos(15)

economia real(15)

educação(15)

escritor(15)

história de portugal(15)

movimento(15)

opinião(15)

revolução dos cravos(15)

terramoto(15)

1974(14)

imprensa(14)

militares(14)

photos(14)

poeta(14)

vermelhos(14)

bomsensoamiguinhos(13)

crianças(13)

défice(13)

desconfiança(13)

eleições(13)

forças armadas(13)

mapa(13)

cinema(12)

guerra(12)

museu(12)

otelo saraiva carvalho(12)

photo(12)

todas as tags

PESQUISAR NO BLOG:

 
blogs SAPO
RSS