Outubro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

ARQUIVO

PESQUISAR NO BLOG:

 

POST RECENTES

Amadora EMPREENDE - Proje...

Mohamed Azzim - Impérios ...

LINKS

PESQUISAR NO BLOG:

 

Outubro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31
Quarta-feira, 23 de Março de 2011

Amadora EMPREENDE - Projecto pioneiro em Portugal

 

 

Amadora

 

Lança Ideias de Negócio no Mercado

 

Combate Desemprego

 

Promoção Empreendedorismo

 
22-03-2011
 
Amadora lança ideias de negócio no mercado e combate desemprego através da promoção do empreendedorismo

  

Na sequência do lançamento do Programa Municipal de Empreendedorismo Municipal Amadora EMPREENDE, um projecto pioneiro em Portugal, foram apresentados 148 projectos durante as fases de candidatura, o que demonstra bem o sucesso desta iniciativa. Não só, comprova igualmente a apetência empreendedora dos amadorenses, contrariando a ideia de que nada se faz sem um subsídio.

 

No próximo dia 24 de Março,

será feita a apresentação à imprensa

e ao mercado dos projectos finalistas

 

Os projectos de negócio
Os negócios que estão prestes a arrancar dedicam-se a áreas tão distintas como serviços de enfermagem ao domicilio, gestão de conteúdos publicitários, serviços de apoio ao idosos, promoção de produtos portugueses originais, portais online e fotografia, entre outros.


Amadora EMPREENDE é projecto pioneiro em Portugal

O Programa Municipal de Empreendedorismo Municipal Amadora EMPREENDE, um projecto pioneiro em Portugal, tem como objectivos principais identificar, junto da população jovem e de pessoas em situação de vulnerabilidade social da Amadora, iniciativas individuais de empreendedorismo, facultando-lhes as condições necessárias de desenvolvimento de uma ideia de negócio.

Com dois pontos de actuação distintos, a Incubadora Quick (dirigido a jovens entre os 18 e os 30 anos), e o Quem não Arrisca não Petisca (dirigido a pessoas em situação de vulnerabilidade social – mulheres, deficientes, imigrantes e reclusos e ex-reclusos), este pretende ser um programa de apoio selectivo, de forma a possibilitar a criação de um sistema não paternalista, mas que consiga dar força a projectos que muitas vezes não são expostos, por falta de apoios ao nível do desenvolvimento de ideias, procura de apoios financeiros, etc.
A Incubadora Quick arrancou oficialmente no dia 28 de Fevereiro, enquanto que o Quem não Arrisca não Petisca foi lançado em Abril também deste ano.

Parcerias estratégicas são condição essencial de sucesso
Como forma de potenciar este projecto pioneiro, a CMA assinou um protocolo com o ISCTE (Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa) – que dispõe de uma unidade especializada na promoção do empreendedorismo, o AUDAX, e que conduziu o diagnóstico das candidaturas, as entrevistas, a formação necessária e o apoio na procura de investimentos – e a Fundação Calouste Gulbenkian, instituição com grande reputação ao nível do trabalho social, sendo disso exemplo a parceria com a CMA no Projecto Geração (em desenvolvimento no bairro de realojamento do Casal da Boba).


24 de Março de 2011 – 14.30h

Centro da Juventude Multigeracional da Amadora
Tv. de Santa Teresinha – Brandoa (2350-118)
Telefone: 214 369 053
Fax: 214 920 577
E-mail: accao.social@cm-amadora.pt

 

 

:
Publicado por bomsensoamiguinhos às 20:32
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 29 de Julho de 2010

Mohamed Azzim - Impérios e multinacionais desenvolvem-se de forma semelhante

 

2010-07-26

Professor do ISCTE distinguido por estudo sobre multinacionais

Mohamed Azzim recebe prémio Emerald por artigo que compara empresas a impérios

 

Mohamed Azzim é professor no ISCTE (Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa)

 

Mohamed Azzim é professor no ISCTE (Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa)

 

 

Impérios e multinacionais desenvolvem-se de forma semelhante e apoiam-se fortemente na superioridade dos seus conhecimentos. Este foi o ponto de partida da investigação de Mohamed Azzim, que mereceu um prémio Emerald, atribuído aos artigos mais influentes em economia e gestão.

O trabalho do professor do ISCTE (Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa), desenvolvido na Universidade de Harvard em parceria com Mark Casson e Peter Buckley, compara os impérios com as empresas multinacionais que exploram os seus conhecimentos para obter vantagens e apropriar-se de territórios ocupados por terceiros.

 

O estudo, explicou à Lusa Mohamed Azzim, debruçou-se sobre a teoria da internalização - que constitui o paradigma dominante de análise das multinacionais - tornando-a mais abrangente.

O artigo «Extending internalisation theory: From the multinational enterprise to the knowledge-based empire» recupera os princípios da teoria da internalização para explicar a existência e declínio dos impérios.

“A base de partida é que evoluem da mesma forma, embora não se possam aplicar todos os princípios da economia clássica porque enquanto as empresas desenvolvem a sua actividade num contexto de mercado organizado, os impérios fazem-no num contexto não organizado. Há guerras para se apropriarem de territórios no exterior e controlá-los.

Os investigadores consideram que o factor decisivo para o sucesso dos impérios é o conhecimento civil e militar, enquanto o declínio surge quando o investimento no desenvolvimento destes conhecimentos fica abaixo do que seria necessário.

As conclusões são suportadas pela análise das causas de ascensão e declínio em 14 impérios, incluindo o português. Neste caso, são apontados como factores de crescimento as capacidades de navegação e construção de navios, a tecnologia de minas e o patrocínio real, enquanto o fraco investimento na defesa e a dimensão do país são considerados factores de declínio.

 

 

 

Azzim analisou as causas de ascensão e declínio em 14 impérios, incluindo o português

 

 

A obsolescência do conhecimento é associada ao declínio e queda dos impérios, seja porque o conhecimento se mantém actual, mas a superioridade é anulada (surgindo imitações, por exemplo), seja porque surgem novos conhecimentos que tornam os anteriores obsoletos.

 

“A queda dos impérios tem sido uma constante ao longo do tempo”, salientou Mohamed Azzim, acrescentando que“normalmente há um conjunto de factores que confluem e que levam à cegueira dos próprios impérios quanto as suas fragilidades”. E isso também acontece às empresas.

 

Apesar de ter sido desenvolvida por economista, a teoria “acaba por ser útil para historiadores, geógrafos e académicos de várias áreas”, considerou o professor do ISCTE.

As aplicações podem estender-se à análise do desenvolvimento dos impérios corporativos, adaptando alguns dos conceitos, já que as multinacionais corporate desenvolvem “actividade num mercado onde existem leis”.

O trabalho de Mohamed Azzim foi publicado na International Business Review e escolhido pela editora científica especializada Emerald entre mais de 15 mil artigos de economia e gestão. Todos os anos, a Emerald seleciona os 50 artigos considerados mais influentes aos quais atribui prémios de citação de excelência.

:
Publicado por bomsensoamiguinhos às 11:45
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | VER COMENTÁRIOS (1) | Adicionar aos favoritos

Contagem a partir do dia 17 de Dez de 2008

------------------------------

Deixe a Sua Sugestão...Opinião...Mensagem... ! :-)

Bom Senso "É conservar uma Atitude Harmonizada em momentos decisão..., conflito..., possuir a capacidade de evitar a prática de acções ou actos impensados no intuito de posteriormente não se sentir embaraço, arrependimento..." Bomsenso

ENVIE AS SUAS SUGESTÕES: Bomsensoamiguinhos@sapo.pt

PENSAMENTO DO MOMENTO Anilady

Mercados Financeiros: Esp...

Pensamento - Investir na ...

Foi com Surpresa e Enorme...

Bomsenso - Crise Naciona...

O que é a Ética?

Bomsenso - Ética e Mentir...

Bomsenso - GUERRA - GAZA ...

Bomsenso - Dívida Externa...

TAGS

portugal(252)

actualidade(125)

2010(105)

crise(93)

2009(71)

crise económica(66)

pensamento(65)

economia(61)

portugueses(60)

vídeo(54)

cultura(53)

lisboa(52)

história(50)

crise financeira(49)

ciência(48)

2011(46)

videos(44)

portugal-bem(43)

português(43)

presidente da república(43)

conhecer portugal(40)

provérbio(40)

política(38)

actualidade política(37)

citações(37)

pensamentos(37)

cavaco silva(36)

interesse geral(33)

cavaco(31)

viajar cá dentro(31)

património(30)

turismo(30)

saúde(28)

democracia(27)

conhecimento(26)

foto(26)

frases(26)

música(26)

politicos(26)

recessão(26)

viagens(22)

desemprego(21)

estado da nação(21)

europa(21)

frase(21)

tourist(21)

25 de abril(20)

ética(20)

global(20)

investigação(20)

presidente(20)

arte(19)

obama(19)

actualidade económica(18)

fotos(18)

lisbon(18)

poesia(18)

portuguesa(18)

sociedade(18)

conduta(17)

eua(17)

finanças(17)

histórico(17)

neve(17)

poema(17)

porto(17)

portugueses em destaque(17)

revolução(17)

sismo(17)

ue(17)

barack obama(16)

crise politica(16)

frio(16)

cravos(15)

economia real(15)

educação(15)

escritor(15)

história de portugal(15)

movimento(15)

opinião(15)

revolução dos cravos(15)

terramoto(15)

1974(14)

imprensa(14)

militares(14)

photos(14)

poeta(14)

vermelhos(14)

bomsensoamiguinhos(13)

crianças(13)

défice(13)

desconfiança(13)

eleições(13)

forças armadas(13)

mapa(13)

cinema(12)

guerra(12)

museu(12)

otelo saraiva carvalho(12)

photo(12)

todas as tags

PESQUISAR NO BLOG:

 
blogs SAPO
RSS