Outubro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

ARQUIVO

PESQUISAR NO BLOG:

 

POST RECENTES

Obra de Pedro Nunes está ...

Lagos: Centro Ciência Viv...

LINKS

PESQUISAR NO BLOG:

 

Outubro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31
Quarta-feira, 6 de Janeiro de 2010

Obra de Pedro Nunes está pela primeira vez completamente editada

Público

 

Primeira edição da obra de Pedro Nunes
está pronta e a dar muito que falar... lá fora
06.08.2009 - 11:08 Por Ana Machado
 
É um dos maiores matemáticos de sempre. E é português. A obra de Pedro Nunes está pela primeira vez completamente editada. Quatro volumes já estão disponíveis. Outros quatro estão a caminho. E isso fala-se por todo o mundo.
   Pedro Cunha

Pedro Nunes no Padrão dos Descobrimentos,
segurando a esfera armilar


 

Há sete anos que a vida de Henrique Leitão corre entre as quatro paredes de um dos gabinetes da Academia das Ciências, no Bairro Alto, em Lisboa. Desde que em 2002 a Academia das Ciências de Lisboa e a Fundação Calouste Gulbenkian decidiram lançar-lhe um desafio e convidá-lo para editar a obra completa daquele que é o maior matemático português de sempre e uma das figuras mais proeminentes do pensamento quinhentista.

"Foi o maior cientista que houve em Portugal." Para quem duvida do lugar de Pedro Nunes no panorama intelectual do século XVI, Henrique Leitão recorre sempre a um diagrama de época sobre mestres de álgebra - o frontispício do livro de Matemática do alemão Johannes Luneschlos, de 1649, onde aparece a imagem de Pedro Nunes a par de figuras como Euclides. Está lá, colado numa estante, por trás da cabeça de Henrique Leitão.

"São sete anos visíveis de trabalho", diz o investigador sobre a edição da obra do matemático, enquanto coloca os quatro volumosos livros em cima da mesa: Sobre a Arte e Ciência de Navegar, Tratado da Esfera, Sobre os Crepúsculos e Sobre os Erros de Orôncio Fineu. "E estão mais dois para sair depois do Verão e os outros dois volumes restantes aqui", diz, apontando para dois dossiers vermelhos numa prateleira. "E poderá sair um nono, uma espécie de best of em inglês".

A primeira tentativa de edição das obras de Pedro Nunes, o matemático quinhentista que pensou fora do seu tempo, foi feita na década de 1940 pelo historiador Joaquim de Carvalho. Completaram-se então quatro volumes que nunca foram publicados. O trabalho foi interrompido pela morte de Joaquim de Carvalho em 1958.

Henrique Leitão, físico e historiador de ciência, o segundo português a integrar a Academia Internacional de História da Ciência (o primeiro foi o historiador dos descobrimentos Luís de Albuquerque), pegou no que Joaquim de Carvalho tinha deixado e aceitou o desafio, lançado pela Academia das Ciências e pela Fundação Calouste Gulbenkian para editar, pela primeira vez, as obras completas do matemático. Isso foi em 2002. Seguiram-se dois anos fechado a estudar engenharia naval do século XVI. E depois astronomia teórica. O objectivo era compilar tudo o que desde a década de 1950 se aprendeu sobre a vida e obra de Pedro Nunes para acrescentar ao trabalho de Joaquim de Carvalho. E publicar as obras.

"É um autor muito seco e técnico, tirando alguns devaneios que deixam respirar fundo", diz Henrique Leitão, enquanto folheia aquela que, na sua perspectiva, é a obra-prima do matemático: Sobre a Arte e a Ciência de Navegar. São 800 páginas, 300 delas de anotações.

"Pedro Nunes apresenta a navegação como ciência matemática, funda a navegação como disciplina. A arte era para os pilotos, ele traz a ciência, uma matemática muito avançada, só para os maiores matemáticos da Europa. Não se acredita que a navegação tenha tirado partido da sua teoria, apesar de esta a ter influenciado mais tarde. No princípio do século XVII já Pedro Nunes era o matemático com mais influência na náutica holandesa e inglesa." Talvez por ele pensar fora do tempo, explica Henrique Leitão, a Inquisição nunca se cruzou no caminho do matemático. "Não se preocupavam com uma obra que apenas 10 ou 20 pessoas conseguiam ler."

Nunes internacional

Mas a edição da obra de Pedro Nunes tem, para Henrique Leitão, um valor para lá da própria obra: "Toda a gente fala dos livros [de Pedro Nunes, os primeiros quatro dos quais foram recentemente postos à venda], mas isto é a ponta do icebergue. O que é mesmo importante é que este trabalho está a ser valorizado internacionalmente." Nos últimos anos, enquanto a edição da obra estava a ser preparada, aumentou o interesse por Pedro Nunes - e isso traduziu-se num aumento de artigos, livros e conferências sobre o matemático. "Todos os artigos e livros que se publicaram nos últimos sete anos são mais do que alguma vez se tinha publicado e colocam Pedro Nunes na rota das grandes teorias que marcaram a náutica. O impacto internacional foi brutal. Foi dado a conhecer um Pedro Nunes que não se conhecia."

Henrique Leitão debruça-se sobre o ecrã do computador para mostrar listas de correio electrónico de investigadores que estudam hoje Pedro Nunes, redes de universidades que se dedicam à sua obra e convites de congressos por toda a Europa que se debruçam sobre o legado do matemático português. "É um autor científico português que é interessante para a comunidade internacional e isto é consequência directa do trabalho que se começou em 2002. Eu sabia que quando o mostrasse ao mundo ele ia interessar. O provincianismo não tem lugar nesta história. Este homem é internacionalmente interessante. Este é de facto o objectivo que se pretendia alcançar."

Nomes que são referências mundiais da história da ciência - como o alemão Eberhard Knobloch ("o maior historiador de ciência vivo", nas palavras de Henrique Leitão - ficam fascinados com Pedro Nunes. E o norte-americano Larry Ferreiro, o maior especialista mundial em arquitectura naval, apaixonou-se pelo texto de Pedro Nunes sobre "a arte de remar", em que o matemático português chama ignorante a Aristóteles, que também tinha teorizado sobre esta matéria: "Note-se que a teoria de Nunes está muito mais próxima da teoria que hoje se conhece do que a de Aristóteles", escreve Ferreiro num artigo científico.

É a constatação de Henrique Leitão:
"Estamos sempre a descobrir que os textos dele foram muito mais importantes do que se pensava."

 

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 00:01
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 29 de Janeiro de 2009

Lagos: Centro Ciência Viva recria época dos Descobrimentos

SAPO NOTÍCIAS

 

Lagos
 
Centro Ciência Viva recria época dos Descobrimentos
 
29 de Janeiro de 2009, 22:21
 
Lagos, Faro, 29 Jan (Lusa) - O Centro Ciência Viva de Lagos foi hoje inaugurado, tornando-se no único espaço interactivo dedicado aos Descobrimentos existente em Portugal, onde é possível assistir a uma ponte entre as descobertas do passado e do presente.
 
Dividido em três áreas temáticas, "Os Instrumentos de Orientação e de Navegação", "A Vida a Bordo" e "Comunicações à Distância", o espaço em funcionamento há dois meses e hoje inaugurado pelo ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, realça a "forte" ligação daquela cidade algarvia à epopeia das Descobertas.
 
Aquele espaço retrata a importância de Lagos do século XV, como ponto de apoio na busca do desconhecido pelos navegadores portugueses e como "cais" de partida de embarcações que iniciaram a exploração da costa de África.
 
Foram também lacobrigenses - naturais de Lagos -- que aperfeiçoaram as técnicas de construção naval e de navegação.
 
Aquele espaço interactivo, cuja construção foi iniciada há cerca de dez anos, está implantado num edifício de dois pisos, antigo solar setecentista, de traça pombalina, junto à Avenida dos Descobrimentos, com vista privilegiada sobre a Baía de Lagos.
 
O Centro de Ciência Viva de Lagos, é o terceiro do Algarve, a seguir a Faro e Tavira, e o décimo oitavo do País, tendo a sua construção orçado em cerca de 1,5 milhão de euros, financiada em partes iguais pela autarquia com recurso a fundos comunitários.
 
Constituído por vários módulos interactivos, expositivos e de actividades, o centro permite compreender a complexa arte de "orientação", como o quadrante, astrolábio e sextante até ao actual Sistema de Posicionamento Global, vulgarmente conhecido por GPS.
 
O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, que presidiu à inauguração, destacou a importância dos Centros de Ciência Viva, como espaços essenciais para o desenvolvimento futuro do país.
 
"Estudar mais, designadamente ciências e apreender tecnologias, é essencial para o desenvolvimento", observou o ministro.
 
Acrescentou que Portugal atingiu "finalmente níveis de desenvolvimento científico, o que nos faz ombrear com outros países europeus, como a Espanha", realçando que "isso significa muito mais responsabilidade para o futuro".
 
Segundo o governante, o centro além de espaço de aprendizagem, é também uma oferta de turismo cultural de Portugal, para mostrar "o nosso nível educativo, cultural, científico e organizativo".
 
No centro, os visitantes aprendem a navegar longe da costa, sem perder o rumo, manobrar um navio a vapor, velejar ou testar as suas capacidades para manobrar pequenos barcos telecomandados, a fazer nós utilizados pelos "homens-do-mar" bem como, técnicas de construção de faróis, ponto de orientação para os navegadores.
 
Existem ainda espaços polivalentes, com computadores com ligação à Internet de acesso livre, um jardim e um pequeno auditório ao ar livre.
 
A Caravela Boa Esperança, réplica da embarcação utilizada por Bartolomeu Dias, para dobrar o Cabo das Tormentas, em 1488, propriedade da Região de Turismo do Algarve, actualmente atracada na cidade, faz parte do programa de visitas do centro, onde os visitantes ficam a conhecer actividades da vida a bordo no tempo dos Descobrimentos.
 
O Centro Ciência Viva de Lagos resulta de uma iniciativa conjunta da Ciência Viva, da Universidade do Algarve e da Câmara Municipal de Lagos, com o apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.
 
JPC.
Lusa/fim

 

Publicado por bomsensoamiguinhos às 23:58
Acesso ao Link do post | COMENTE ESTE POST OU SOBRE ESTE TEMA... | Adicionar aos favoritos

Contagem a partir do dia 17 de Dez de 2008

------------------------------

Deixe a Sua Sugestão...Opinião...Mensagem... ! :-)

Bom Senso "É conservar uma Atitude Harmonizada em momentos decisão..., conflito..., possuir a capacidade de evitar a prática de acções ou actos impensados no intuito de posteriormente não se sentir embaraço, arrependimento..." Bomsenso

ENVIE AS SUAS SUGESTÕES: Bomsensoamiguinhos@sapo.pt

PENSAMENTO DO MOMENTO Anilady

Mercados Financeiros: Esp...

Pensamento - Investir na ...

Foi com Surpresa e Enorme...

Bomsenso - Crise Naciona...

O que é a Ética?

Bomsenso - Ética e Mentir...

Bomsenso - GUERRA - GAZA ...

Bomsenso - Dívida Externa...

TAGS

portugal(252)

actualidade(125)

2010(105)

crise(93)

2009(71)

crise económica(66)

pensamento(65)

economia(61)

portugueses(60)

vídeo(54)

cultura(53)

lisboa(52)

história(50)

crise financeira(49)

ciência(48)

2011(46)

videos(44)

portugal-bem(43)

português(43)

presidente da república(43)

conhecer portugal(40)

provérbio(40)

política(38)

actualidade política(37)

citações(37)

pensamentos(37)

cavaco silva(36)

interesse geral(33)

cavaco(31)

viajar cá dentro(31)

património(30)

turismo(30)

saúde(28)

democracia(27)

conhecimento(26)

foto(26)

frases(26)

música(26)

politicos(26)

recessão(26)

viagens(22)

desemprego(21)

estado da nação(21)

europa(21)

frase(21)

tourist(21)

25 de abril(20)

ética(20)

global(20)

investigação(20)

presidente(20)

arte(19)

obama(19)

actualidade económica(18)

fotos(18)

lisbon(18)

poesia(18)

portuguesa(18)

sociedade(18)

conduta(17)

eua(17)

finanças(17)

histórico(17)

neve(17)

poema(17)

porto(17)

portugueses em destaque(17)

revolução(17)

sismo(17)

ue(17)

barack obama(16)

crise politica(16)

frio(16)

cravos(15)

economia real(15)

educação(15)

escritor(15)

história de portugal(15)

movimento(15)

opinião(15)

revolução dos cravos(15)

terramoto(15)

1974(14)

imprensa(14)

militares(14)

photos(14)

poeta(14)

vermelhos(14)

bomsensoamiguinhos(13)

crianças(13)

défice(13)

desconfiança(13)

eleições(13)

forças armadas(13)

mapa(13)

cinema(12)

guerra(12)

museu(12)

otelo saraiva carvalho(12)

photo(12)

todas as tags

PESQUISAR NO BLOG:

 
blogs SAPO
RSS