Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Auxiliar de Memória de Acontecimentos do Mundo onde Vivemos

Bom Senso "É conservar uma Atitude Harmonizada em momentos decisão..., conflito..., possuir a capacidade de evitar a prática de acções ou actos impensados no intuito de posteriormente não se sentir embaraço, arrependimento..." Bomsenso

Bom Senso "É conservar uma Atitude Harmonizada em momentos decisão..., conflito..., possuir a capacidade de evitar a prática de acções ou actos impensados no intuito de posteriormente não se sentir embaraço, arrependimento..." Bomsenso

Auxiliar de Memória de Acontecimentos do Mundo onde Vivemos

19
Mai10

Professor António Barreto comenta A PORDATA

bomsensoamiguinhos

SIC

Plano Inclinado

17/05/2010

 

 

Mário Crespo, João Duque e Nuno Crato convidam o Professor António Barreto para conversarem sobre a PORDATA.

 

A PORDATA e uma Base de Dados de Portugal Contemporâneo, foi organizada pela FFMS, Fundação Francisco Manuel dos Santos.

 


 

 

Ver:

 

SÁBADO, 31 DE JANEIRO DE 2009


Opinião - António Barreto - Habituámo-nos a Tudo

 

http://bomsensoamiguinhos.blogs.sapo.pt/70506.html

 

 

♦ ♦ ♦

 

TERÇA-FEIRA, 23 DE FEVEREIRO DE 2010


Pordata permite perceber a evolução do país nos últimos 50 anos

 

http://bomsensoamiguinhos.blogs.sapo.pt/172536.html

 

 


 

 

 

Pordata

 

PESQUISE DÉCADAS DE INFORMAÇÃO EM 3 OU MENOS CLIQUES

 

 

http://www.pordata.pt/azap_runtime/?n=12

 

 

 


 

 

 

Quer saber Quem Somos?

 


Consultei as páginas da PORDATA


http://www.pordata.pt/azap_runtime/?n=12

 

 

que constitui uma óptima fonte de informação sobre os mais diversos temas, desde a Saúde, Educação, População, Emprego, Habitação, Justiça, Contas Nacionais e do Estado, Ciência e Tecnologia... que através de Indicadores... Contadores... nos permite conhecer mais sobre Portugal com confiança e rigor.

 

A FUNDAÇÃO FRANCISCO MANUEL DOS SANTOS está de PARABÉNS pelo trabalho de extrema utilidade ali desenvolvido.


{#emotions_dlg.portugal}

Bomsensoamiguinhos


09
Mai10

Benfica é Campeão Nacional da Época 2009 / 2010

bomsensoamiguinhos

 

SAPO

Benfica é campeão nacional (SAPO)

 

O Benfica é campeão nacional da época 2009/10, depois de esta noite no estádio da Luz ter vencido o Rio Ave por 2-1, conquistando o 32º título da sua história.

 

Cinco anos depois, o título volta à Luz.

 

 

 

 

 

SIC

Taça de Campeão Nacional

entregue aos

Jogadores do Benfica no Estádio da Luz


 

05
Mai10

Rolha Portuguesa Veda o Uísque Mais Velho do Mundo

bomsensoamiguinhos

 

Rolha de Cortiça

A rolha de cortiça natural, é a solução mais ecológica no engarrafamento de vinhos, champanhes...

com propriedades únicas que garantem a vedação perfeita das garrafas...


Segundo um estudo

 

"sobre a percepção dos consumidores, conduzido pelos investigadores norte-americanos Nelson Barber, Christopher Taylor e Tim Dodd, da Texas Tech University, intitulado Twisting Tradition: Consumers' Behavior Toward Alternative Closures

(Trocar as voltas à Tradição: o comportamento do consumidor perante vedantes alternativos)

sugere que 71 por cento dos consumidores dos EUA prefere rolhas de cortiça."


(Fonte: aicep portugal global - Edição de 24/07/2009)

http://www.alphatrad.pt/news/1540.php?pays=6

{#emotions_dlg.portugal}

 

RTP

2010-05-04

14:23:55

Rolha Portuguesa

em Garrafas de Uísque de 11 Mil Euros

 

Rolha da corticeira Amorim foi seleccionada para vedar o uísque mais velho do mundo. Faz parte de uma gama desenvolvida para responder às necessidades de mercados mais sofisticados. As rolhas estão em garrafas que custam 11 mil euros

 


 

{#emotions_dlg.meeting}

 

 



 

 

A BBC emitiu uma reportagem sobre a cortiça portuguesa em Santa Maria da Feira

 

A BBC esteve no Alentejo para filmar uma reportagem sobre a cortiça portuguesa, revelou o Diário Digital.


A peça – intitulada «Cork – Forest in a Bottle» («Sobreiro numa Garrafa»)- vai para o ar hoje, no canal BBC 2.


A equipa da BBC filmou o ecossistema único do montado de sobro mediterrânico no Alentejo, que está sob ameaça pela crescente utilização de vedantes alternativos nos vinhos mundiais.


A reportagem conta com o testemunho de Francisco Garrett, um proprietário de montado de sobro que explicará o que será perdido em detrimento da substituição das rolhas de cortiça por plástico ou screwtops vedantes alternativos.


A cortiça é vendida para muitos usos diferentes, que vão de pavimentos de azulejos a bóias de pesca. Mas a grande receita está relacionada com a produção dos 15 mil milhões de rolhas usadas anualmente para fechar as garrafas portuguesas de vinho e de champanhe.


Os montados acolhem algumas variedades de flora e são o habitat por excelência de algumas espécies raras ameaçadas, como o Lince Ibérico ou as Cegonhas Negras brilhantes que só nidificam em sobreiros.


http://www.metronews.com.pt/2008/12/14/bbc-emite-reportagem-sobre-a-cortica-portuguesa-sta-maria-da-feira/

 

Cork in Portugal

 

 

{#emotions_dlg.star}

 

Bomsensoamiguinhos

20
Jan10

Volta ao Mundo - Navio-escola "Sagres"

bomsensoamiguinhos

 RTP

  

País
 
Navio-escola "Sagres"
parte hoje para volta ao mundo
 
 
 
 
O navio-escola "Sagres" inicia hoje uma viagem à volta do mundo.
 
 
Trata-se da primeira em 26 anos que deverá durar cerca de 11 meses e a bordo vão 203 militares.
 
 
2010-01-19 10:51:45

 

 

 ⇔ ⇔ ⇔


Acompanhe a Viagem

 

http://ww1.rtp.pt/icmblogs/rtp/sagres/index.php?tag=2025&t=Itinerario.rtp

 

 

 

06
Jan10

Obra de Pedro Nunes está pela primeira vez completamente editada

bomsensoamiguinhos

Público

 

Primeira edição da obra de Pedro Nunes
está pronta e a dar muito que falar... lá fora
06.08.2009 - 11:08 Por Ana Machado
 
É um dos maiores matemáticos de sempre. E é português. A obra de Pedro Nunes está pela primeira vez completamente editada. Quatro volumes já estão disponíveis. Outros quatro estão a caminho. E isso fala-se por todo o mundo.
   Pedro Cunha

Pedro Nunes no Padrão dos Descobrimentos,
segurando a esfera armilar


 

Há sete anos que a vida de Henrique Leitão corre entre as quatro paredes de um dos gabinetes da Academia das Ciências, no Bairro Alto, em Lisboa. Desde que em 2002 a Academia das Ciências de Lisboa e a Fundação Calouste Gulbenkian decidiram lançar-lhe um desafio e convidá-lo para editar a obra completa daquele que é o maior matemático português de sempre e uma das figuras mais proeminentes do pensamento quinhentista.

"Foi o maior cientista que houve em Portugal." Para quem duvida do lugar de Pedro Nunes no panorama intelectual do século XVI, Henrique Leitão recorre sempre a um diagrama de época sobre mestres de álgebra - o frontispício do livro de Matemática do alemão Johannes Luneschlos, de 1649, onde aparece a imagem de Pedro Nunes a par de figuras como Euclides. Está lá, colado numa estante, por trás da cabeça de Henrique Leitão.

"São sete anos visíveis de trabalho", diz o investigador sobre a edição da obra do matemático, enquanto coloca os quatro volumosos livros em cima da mesa: Sobre a Arte e Ciência de Navegar, Tratado da Esfera, Sobre os Crepúsculos e Sobre os Erros de Orôncio Fineu. "E estão mais dois para sair depois do Verão e os outros dois volumes restantes aqui", diz, apontando para dois dossiers vermelhos numa prateleira. "E poderá sair um nono, uma espécie de best of em inglês".

A primeira tentativa de edição das obras de Pedro Nunes, o matemático quinhentista que pensou fora do seu tempo, foi feita na década de 1940 pelo historiador Joaquim de Carvalho. Completaram-se então quatro volumes que nunca foram publicados. O trabalho foi interrompido pela morte de Joaquim de Carvalho em 1958.

Henrique Leitão, físico e historiador de ciência, o segundo português a integrar a Academia Internacional de História da Ciência (o primeiro foi o historiador dos descobrimentos Luís de Albuquerque), pegou no que Joaquim de Carvalho tinha deixado e aceitou o desafio, lançado pela Academia das Ciências e pela Fundação Calouste Gulbenkian para editar, pela primeira vez, as obras completas do matemático. Isso foi em 2002. Seguiram-se dois anos fechado a estudar engenharia naval do século XVI. E depois astronomia teórica. O objectivo era compilar tudo o que desde a década de 1950 se aprendeu sobre a vida e obra de Pedro Nunes para acrescentar ao trabalho de Joaquim de Carvalho. E publicar as obras.

"É um autor muito seco e técnico, tirando alguns devaneios que deixam respirar fundo", diz Henrique Leitão, enquanto folheia aquela que, na sua perspectiva, é a obra-prima do matemático: Sobre a Arte e a Ciência de Navegar. São 800 páginas, 300 delas de anotações.

"Pedro Nunes apresenta a navegação como ciência matemática, funda a navegação como disciplina. A arte era para os pilotos, ele traz a ciência, uma matemática muito avançada, só para os maiores matemáticos da Europa. Não se acredita que a navegação tenha tirado partido da sua teoria, apesar de esta a ter influenciado mais tarde. No princípio do século XVII já Pedro Nunes era o matemático com mais influência na náutica holandesa e inglesa." Talvez por ele pensar fora do tempo, explica Henrique Leitão, a Inquisição nunca se cruzou no caminho do matemático. "Não se preocupavam com uma obra que apenas 10 ou 20 pessoas conseguiam ler."

Nunes internacional

Mas a edição da obra de Pedro Nunes tem, para Henrique Leitão, um valor para lá da própria obra: "Toda a gente fala dos livros [de Pedro Nunes, os primeiros quatro dos quais foram recentemente postos à venda], mas isto é a ponta do icebergue. O que é mesmo importante é que este trabalho está a ser valorizado internacionalmente." Nos últimos anos, enquanto a edição da obra estava a ser preparada, aumentou o interesse por Pedro Nunes - e isso traduziu-se num aumento de artigos, livros e conferências sobre o matemático. "Todos os artigos e livros que se publicaram nos últimos sete anos são mais do que alguma vez se tinha publicado e colocam Pedro Nunes na rota das grandes teorias que marcaram a náutica. O impacto internacional foi brutal. Foi dado a conhecer um Pedro Nunes que não se conhecia."

Henrique Leitão debruça-se sobre o ecrã do computador para mostrar listas de correio electrónico de investigadores que estudam hoje Pedro Nunes, redes de universidades que se dedicam à sua obra e convites de congressos por toda a Europa que se debruçam sobre o legado do matemático português. "É um autor científico português que é interessante para a comunidade internacional e isto é consequência directa do trabalho que se começou em 2002. Eu sabia que quando o mostrasse ao mundo ele ia interessar. O provincianismo não tem lugar nesta história. Este homem é internacionalmente interessante. Este é de facto o objectivo que se pretendia alcançar."

Nomes que são referências mundiais da história da ciência - como o alemão Eberhard Knobloch ("o maior historiador de ciência vivo", nas palavras de Henrique Leitão - ficam fascinados com Pedro Nunes. E o norte-americano Larry Ferreiro, o maior especialista mundial em arquitectura naval, apaixonou-se pelo texto de Pedro Nunes sobre "a arte de remar", em que o matemático português chama ignorante a Aristóteles, que também tinha teorizado sobre esta matéria: "Note-se que a teoria de Nunes está muito mais próxima da teoria que hoje se conhece do que a de Aristóteles", escreve Ferreiro num artigo científico.

É a constatação de Henrique Leitão:
"Estamos sempre a descobrir que os textos dele foram muito mais importantes do que se pensava."

 

 

30
Nov09

Cimeira Ibero-Americana - No Estoril

bomsensoamiguinhos

 

 

 

Discurso de António Guterres
na
Cimeira Ibero-Americana
 
 
 
António Guterres esteve em Belém na abertura da XIX Cimeira Ibero-Americana em representação do secretário-Geral das Nações Unidas de quem leu uma mensagem a todos os presentes.
 
 
⇔⇔⇔
 
 
 Discurso de Cavaco Silva
na
Abertura da Cimeira Ibero-Americana 
 
 
 
O Presidente da República, Cavaco Silva, deu as boas vindas a todos os presentes em nome de Portugal e deu como aberta oficialmente a XIX Cimeira Ibero-Americana. 

 

 

28
Set09

Vinhos Portugueses - Boston e Chicago 'provam' 250 Vinhos Portugueses

bomsensoamiguinhos

 

 

 

 

 

 SOL

28-Set-2009

 

 

Estados Unidos
Boston e Chicago 'provam' 250 vinhos portugueses
Por Emanuel Costa
Os Estados Unidos recebem esta semana uma ofensiva de promoção do vinho português, com cerca de 250 vinhos a serem dados a provar em duas cidades: Boston e Chicago

 

Para reforçar a presença dos vinhos portugueses nos Estados Unidos, 4º maior importador das marcas nacionais, a ViniPortugal organiza esta semana duas provas de vinhos naquele país.

São cerca de 250 os vinhos postos à prova amanhã em Boston, no Massachussets, vindos de 35 produtores, num evento exclusivamente para profissionais. Na quinta-feira será a vez de Chicago, já no Estado do Illinois, a receber a mesma prova.

A quarta posição dos EUA no ranking de exportação de vinhos portugueses representa quase 17 milhões de euros neste sector. A aposta da ViniPortugal é na consolidação daquele mercado.

emanuel.costa@sol.pt

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

ESPAÇOS DO AUTOR

====================== INFORMAÇÃO GLOBAL PANDEMIA - LINKS UTEIS ======================

  • ======================

GRIPE HUMANA DE ORIGEM SUíNA, AVIÁRIA, PANDEMIA -> LINKS ÚTEIS

GRIPE HUMANA (Aviária e Pandemia) Ministérios Outros Países

PRESIDENTE DA REPÚBLICA

PESSOAS ADMIRÁVEIS

LEGISLAÇÃO

=> DIREITOS HUMANOS

INSTITUIÇÕES NACIONAIS

SIC-Soc. Informação e Conhecimento

FINANÇAS / IMPOSTOS

UE - INST. EUROPEIAS

Finanças,Gestão, Economia...

INSTITUIÇÕES BANCÁRIAS

MÚSICOS E MÚSICAS

Imprensa / Informação

ONLINE - RÁDIO / TV / Imagens

EDITORES

ESPAÇOS CULTURAIS

LIVRARIAS

DADOS HISTÓRICOS

LIVREIROS / ALFARRABISTAS

ESPAÇOS AMIGOS

ESPAÇOS SUGERIDOS

VALEU A PENA CONHECER

RESTAURANTES

-> V I O L Ê N C I A

MEDICINA DENTÁRIA

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D