Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Auxiliar de Memória de Acontecimentos do Mundo onde Vivemos

Bom Senso "É conservar uma Atitude Harmonizada em momentos decisão..., conflito..., possuir a capacidade de evitar a prática de acções ou actos impensados no intuito de posteriormente não se sentir embaraço, arrependimento..." Bomsenso

Bom Senso "É conservar uma Atitude Harmonizada em momentos decisão..., conflito..., possuir a capacidade de evitar a prática de acções ou actos impensados no intuito de posteriormente não se sentir embaraço, arrependimento..." Bomsenso

Auxiliar de Memória de Acontecimentos do Mundo onde Vivemos

03
Mai10

DIA MUNDIAL DA LIBERDADE DE IMPRENSA

bomsensoamiguinhos

 

Declaração+Universal+II.gif (275×250)

 

Ao consultar o "site" da Comissão Nacional da UNESCO podemos ler que a liberdade de expressão é um "direito humano fundamental garantido pela Declaração Universal dos Direitos Humanos" e que "Promover a liberdade de expressão implica promover a liberdade de imprensa, a independência e o pluralismo dos media, a democracia, a paz e a tolerância"

Comissão Nacional da UNESCO
Rua Latino Coelho 1,
Edifício Aviz - Bloco A1-10º
1050 - 132 Lisboa
tel: 213 566 310
fax: 213 566 319
cnu@unesco.pt

http://www.unesco.pt/cgi-bin/home.php

 

Da página

 

http://www.unesco.pt/cgi-bin/comunicacao/noticias/com_noticia.php?idn=25


retirei parte do artigo que

faz referência ao


Dia Mundial da Liberdade de Imprensa

3 de Maio de 2010

 

"DIA MUNDIAL DA LIBERDADE DE IMPRENSA
3 de Maio 2007


O Dia Mundial da Liberdade de Imprensa constitui a ocasião para relembrar ao mundo quão importante é proteger o direito fundamental da pessoa humana que é a liberdade de expressão, direito este inscrito no artigo 19º da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Tendo em conta que a violência para com os profissionais dos media é hoje uma das principais ameaças à liberdade de expressão, decidi consagrar o Dia Mundial da Liberdade de Imprensa 2007 ao tema da segurança dos jornalistas.

Ao longo dos últimos dez anos, assistimos a uma escalada dramática da violência para com os jornalistas, profissionais dos media e pessoal associado. Em muitos países do mundo, os profissionais dos media são perseguidos, agredidos, presos e mesmo assassinados. Segundo as organizações profissionais, 2006 foi o ano mais mortífero, com mais de 150 profissionais dos media mortos. Centenas foram capturados, ameaçados ou agredidos devido à sua profissão. Nunca foi tão perigoso ser jornalista.

...


Este dia representa também a ocasião para avaliar os progressos realizados em matéria de protecção da liberdade de imprensa. A UNESCO congratula-se com a recente resolução das Nações Unidas que condena os ataques perpetrados contra jornalistas, em período de conflito. Esta resolução representa uma vitória na campanha contra a impunidade e para aqueles que estão empenhados na protecção da independência e dos direitos dos trabalhadores dos media. Temos que aproveitar este momento para instaurar uma cultura da segurança no sector dos media.

A celebração do Dia Mundial da Liberdade de Imprensa dá-nos oportunidade para reflectirmos sobre os meios de difusão dos valores que respeitam o papel essencial que os media desempenham na promoção de uma paz duradoura, da democracia e do desenvolvimento. Prestemos homenagem aos profissionais dos media que perderam a vida e saudemos aqueles que nos fornecem a informação apesar dos riscos e dos perigos. Estejamos, antes de mais, bem conscientes de que existe uma ligação estreita entre a garantia da segurança dos jornalistas e o exercício das nossas próprias liberdades. Para podermos agir como cidadãos do mundo informados, é necessário que os media possam trabalhar livremente e com toda a segurança. "

 

http://www.unesco.pt/cgi-bin/comunicacao/noticias/com_noticia.php?idn=25

 


Ver:

 

Whats Human Rights?

Do you know what Human Rights are?


O que é Direitos Humanos?

Você sabe o que são Direitos Humanos?

 

 

"When human rights are not well known by people, abuses such as discrimination, intolerance, injustice, oppression and slavery can arise"

 

"Quando os direitos humanos não são bem conhecidos pelas pessoas, abusos como a discriminação, a intolerância, a injustiça, a opressão ea escravidão podem surgir"

 

 

 

Declaração Universal dos Direitos Humanos


 

Universal Declaration of Human Rights

On December 10, 1948, the General Assembly of the United Nations adopted and proclaimed the Universal Declaration of Human Rights, the full text of which appears in the following pages. Following this historic act, the Assembly called upon all Member countries to publicize the text of the Declaration and “to cause it to be disseminated, displayed, read and expounded principally in schools and other educational institutions, without distinction based on the political status of countries or territories.”


Em 10 de dezembro de 1948, a Assembléia Geral das Nações Unidas adotou e proclamou a Declaração Universal dos Direitos Humanos, o texto integral do que aparece nas páginas seguintes. Após este ato histórico, a Assembleia exortou todos os países-membros para divulgar o texto da Declaração e do "para fazer com que seja disseminado, mostrado, lido e exposto principalmente em escolas e outras instituições educacionais, sem distinção baseada no estatuto político dos países ou territórios. "

 

http://www.youthforhumanrights.org/introduction/udhr_full.html

 

http://www.digesto.gov.pt/comum/html/legis/dudh.html


{#emotions_dlg.meeting}

 

Bomsensoamiguinhos


Imagens retiradas da "net"

05
Jan09

Portugal deixa morrer património

bomsensoamiguinhos

 

 

Actualidade

 

Portugal deixa morrer património
 
 
Portugal está a deixar cair os seus monumentos mais emblemáticos.
Um terço do Património Mundial precisa de obras urgentes.
 
Alexandra Carita (texto), José Ventura (fotos)
17:50 Domingo, 4 de Jan de 2009

 

 

 

Convento de Cristo: a limpeza da janela manuelina mais importante pode pôr em risco a manutenção da sua estrutura. O Laser seria o método mais aconselhável, mas é o mais caro.

 

 

 

 

 

Sé de Lisboa: no claustro, já não se reconhecem adornos, arcos ou capitéis

 

 

 

 

 

 

Castelo de Monsaraz: a ameaça é um parque de estacionamento

 

 

 

 

 

 

 

Sé de Évora: as janelas da cabeceira do edifício estão a ruir

 

 

 

 

 

Continuação    ---»    aeiou.expresso.pt/portugal_deixa_morrer_patrimonio=f489824

 

 

 

 

Os números do património
  • 3297- imóveis classificados em todo o território português
  • 793- edifícios classificados como Monumentos Nacionais
  • 2085- edifícios estão classificados como imóveis de interesse público
  • 13- classificações de Património Mundial inscritas na lista da UNESCO. Um terço estão em risco

 

27 milhões de euros para os monumentos da Humanidade
Com as campainhas de alarme a soar, as autoridades prometem que 2009 é o ano em que o dinheiro vai começar a chegar. Será mesmo? Para já, o Instituto de Gestão do Património Arquitectónico (IGESPAR) vai contar com 2,8 milhões para iniciar um programa de recuperação dos monumentos portugueses inscritos na lista do Património Mundial da UNESCO. O plano de requalificação conta com uma comparticipação da UE de 55% e é ainda uma parceria do Ministério da Cultura com o Ministério da Economia através do Turismo de Portugal e com as câmaras municipais. Chama-se Rota do Património Mundial, inclui intervenções em cinco edifícios classificados e demorará cinco anos a executar.
 
O Mosteiro da Batalha, a Torre de Belém, o Mosteiro dos Jerónimos, o Mosteiro de Alcobaça e o Convento de Cristo serão os usufrutuários da maior fatia dos ¤25 milhões. As acessibilidades e a envolvente dos edifícios serão o primeiro passo a ter em consideração pelo IGESPAR, que tutela os monumentos património da Humanidade. Mas, a seu tempo, cada um deles será intervencionado.
 
 
 
 
 
 
Portugal Património da Humanidade

1983    Centro Histórico de Angra do Heroísmo, nos Açores

1983    Mosteiro dos Jerónimos e Torre de Belém, em Lisboa

1983    Mosteiro da Batalha

1983    Convento de Cristo, em Tomar

1988    Centro Histórico de Évora

1989    Mosteiro de Alcobaça

1995    Paisagem Cultural de Sintra

1996    Centro Histórico do Porto

1998    Sítios Arqueológicos no Vale do Rio Côa

1999    Floresta Laurissilva na Madeira

2001    Centro Histórico de Guimarães

2001    Alto Douro Vinhateiro

2004    Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico, nos Açores

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

ESPAÇOS DO AUTOR

====================== INFORMAÇÃO GLOBAL PANDEMIA - LINKS UTEIS ======================

  • ======================

GRIPE HUMANA DE ORIGEM SUíNA, AVIÁRIA, PANDEMIA -> LINKS ÚTEIS

GRIPE HUMANA (Aviária e Pandemia) Ministérios Outros Países

PRESIDENTE DA REPÚBLICA

PESSOAS ADMIRÁVEIS

LEGISLAÇÃO

=> DIREITOS HUMANOS

INSTITUIÇÕES NACIONAIS

SIC-Soc. Informação e Conhecimento

FINANÇAS / IMPOSTOS

UE - INST. EUROPEIAS

Finanças,Gestão, Economia...

INSTITUIÇÕES BANCÁRIAS

MÚSICOS E MÚSICAS

Imprensa / Informação

ONLINE - RÁDIO / TV / Imagens

EDITORES

ESPAÇOS CULTURAIS

LIVRARIAS

DADOS HISTÓRICOS

LIVREIROS / ALFARRABISTAS

ESPAÇOS AMIGOS

ESPAÇOS SUGERIDOS

VALEU A PENA CONHECER

RESTAURANTES

-> V I O L Ê N C I A

MEDICINA DENTÁRIA

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D